zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Pesquisa no Pantanal - 29/07/2010 - 14h45

Plantas medicinais, aromáticas e condimentares são fonte de pesquisas no Pantanal









Por Redação Pantanal News/Raquel Brunelli - Embrapa Pantanal

Com a crescente demanda no mercado de óleos essenciais, utilizados para fins de perfumaria, cosméticos e terapêuticos, diversas espécies nativas brasileiras vem sendo exploradas, ainda que em pequena escala, em diversas regiões. O cultivo de plantas medicinais, aromáticas condimentares e ornamentais, mediante princípios agroecológicos, também se apresenta como uma das atividades de grande potencial ao desenvolvimento local de forma sustentável. E no Pantanal não é diferente: a riqueza da flora pantaneira, que atrai turistas de todo o mundo, tem despertado, nos últimos anos, o interesse também de pesquisadores.

A Embrapa Pantanal (Corumbá-MS), Unidade da Empresa  Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, atualmente desenvolve diversos trabalhos de pesquisa com plantas medicinais, aromáticas e condimentares na estrutura da instituição, que conta com laboratórios de propagação de plantas, herbário para ajudar na identificação de plantas com potencial, laboratório de solos para análises física e química de substratos e partes vegetativas de plantas e de um campo experimental, localizado na “Fazenda Nhumirim”, onde são coletadas plantas para serem propagadas ou analisadas. A Unidade possui, também, uma casa climatizada para experimentos com germinação de sementes, viveiro de aclimatação de mudas e canteiro de plantas, onde são cultivadas as principais espécies no formato de Unidades Demonstrativas e de Multiplicação.

Outros estudos fitoquímicos, agronômicos e ecológicos estão sendo realizados em espécies nativas e exóticas potenciais provenientes tanto da flora pantaneira  quanto de cultivo em parceria com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero, Superintendência de Corumbá-MS e com a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Corumbá-MS. Espécies aromáticas, normalmente apícolas, como a erva-limão, capim-carona, malva-branca, hortelã-brava, entre outras, estão sendo pesquisadas a respeito da produção e composição de seus óleos essenciais.

Há 10 anos trabalhando com extração de óleos essenciais, este ano, o pesquisador da Embrapa Pantanal Aurélio Vinicius Borsato deu inicio as pesquisas da técnica com plantas da região do Pantanal. Estudos sobre a produção e composição dos óleos essenciais de plantas medicinais, aromáticas, condimentares, apícolas e ornamentais também estão sendo desenvolvidas na Unidade.

Segundo Aurélio, foram iniciados diversos estudos sobre poderes terapêuticos de espécies medicinais da região Pantanal, e o conhecimento tradicional dos moradores está servindo como base para as pesquisas  em laboratório, através de metodologias científicas, uma delas é a extração de óleos essenciais.

Os estudos têm como objetivo  no mercado de óleos essenciais - mistura de compostos orgânicos voláteis do metabolismo secundário de plantas chamadas de aromáticas - e que vem sendo utilizados para fins de perfumaria, cosméticos, medicinais e alimentícios.  A extração do óleo essencial é realizada pelo método de "hidrodestilação", utilizando o aparelho do tipo Clevenger.

 Espécies em estudo


 - Hortelã-brava, hortelãnzinha, hortelã-do-campo (Hyptis crenata Pohl ex Benth) -  uso tradicional: Apícola, conferindo ao mel cheiro de cravo. Uso medicinal: vermes, pulmão, também no mate e tereré; folha esfregada na pele funciona como repelente, tem óleo essencial. Aromática e medicinal, porém com poucos estudos.

  - Vique, cânfora, beladona, hortelã-do-campo (Bacopa monnierioides) -  uso tradicional: muito apícola; forrageira acidental; aromática, com óleo essencial de cor amarela e aroma suave, contendo mais de 19 substâncias

 - Capim-carona (Elionurus muticus) - uso tradicional: forrageira

Transferindo tecnologias para o produtor

A Unidade dispõe de infraestrutura adequada e equipe capacitada para apoiar aos interessados em atividades de prospecção de plantas medicinais, aromáticas, condimentares e ornamentais. Atua de forma interdisciplinar em pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologia.

Além das pesquisas desenvolvidas em laboratório, a equipe de pesquisadores da Embrapa Pantanal tem realizado diversas ações de transferência de tecnologia para os produtores rurais da região, por meio de oficinas, palestras e dias de campo.

 Nos dias 08 e 09 de junho, foi realizado o “II Dia de Campo e Curso de Produção, Processamento e Comercialização de plantas medicinais, condimentares e aromáticas” realizado na Unidade Demonstrativa da Embrapa Pantanal, localizada na Área de Projetos Sociais da Infraero, chamado “O amanhecer em nossas mãos”, no Aeroporto Internacional de Corumbá – MS, onde estas espécies são cultivadas. Durante dois dias produtores rurais, técnicos agrícolas  e profissionais da área ambiental participaram de palestras e oficinas de capacitação. 

Segundo o pesquisador da Embrapa Pantanal, Marçal Amici Jorge atualmente a demanda por diversas espécies de plantas medicinais, condimentares e aromáticas tem  aumentado e o governo vem regulamentando o cultivo e a utilização dessas espécies. " Este segmento é mais uma forma de agregar valor as atividades desenvolvidas pelo produtor rural ” completa o pesquisador. 

Outra atividade oferecida durante alguns eventos importantes da região, como a Semana de Meio Ambiente de Corumbá, por exemplo, é a “Oficina de Extração de Óleos essenciais e Plantas Medicinais", ministrada pelo pesquisador Aurélio Vinicius Borsato. Na oficina os participantes recebem orientações sobre  diversas espécies nativas brasileiras que vem sendo exploradas no mercado de óleos essenciais e aprenderam a extrair o óleo essencial dessas plantas pelo método de "hidrodestilação", utilizando o aparelho do tipo Clevenger. Informações sobre os cuidados no manuseio das plantas durante os processos de colheita, beneficiamento, secagem, armazenamento e processamento também são abordados.


Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
14/10/2015 - 11h00
Expedição de barco pelo Pantanal de MS discute preservação ambiental
26/08/2013 - 08h03
Em MS, médicos de outros países fazem provas para revalidar diploma
30/01/2013 - 08h45
Embrapa Pantanal firma convênio para o fortalecimento da Apicultura em Mato Grosso do Sul
30/10/2012 - 16h45
PRF apreende veículo com CRLV falso
05/09/2012 - 13h45
Pesquisadores questionam alterações da Lei de Pesca do Mato Grosso
 
Últimas notícias do site
26/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
26/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
26/09/2017 - 11h52
PMA de Aquidauana autua assentados por exploração ilegal de aroeira
26/09/2017 - 08h39
PMA autua proprietários rurais por exploração ilegal de madeira
26/09/2017 - 06h21
Terça-feira tem previsão de chuvas isoladas e máxima de 37ºC
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.