zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 10/06/2010 - 12h29

Reciclagem desperta consciência em detentos do Instituto Penal




Por Redação Pantanal News/Karina Lima(NotíciasMS)

Edemir Rodrigues
recurso
 

          Campo Grande (MS) - O trabalho de reciclagem do lixo, além de contribuir para a preservação do meio ambiente, também é uma ocupação para os internos do Instituto Penal de Campo Grande (IPCG).   

No IPCG cerca de 50 detentos trabalham com a reciclagem de lixo, separando garrafas, sacolas, papelão e embalagens plásticas utilizadas pelos próprios presos. Todos os meses são enviados para reciclagem cerca de seis mil quilos de material descartado. O lixo coletado é recolhido a cada 15 dias por uma empresa recicladora, que fornece os tambores em troca do material. 

Mário Pereira da Rosa, de 34 anos, é responsável por recolher os restos inorgânicos em um dos solários. Ele diz que os detentos têm consciência da necessidade de separar o lixo e gosta do trabalho que faz. Além de ser uma ocupação para os internos, contribui para a remissão da pena. A cada ano trabalhado são descontados três meses e 14 dias do tempo de detenção. 

Trabalho e oportunidade
 

 

O trabalho também foi a forma que José Soares encontrou para tornar menos árdua sua estada no presídio. O motorista de 43 anos aprendeu o ofício de padeiro quando entrou no IPCG há três anos e já tem planos para quando acabar de cumprir sua pena. “Vou montar uma padaria”, diz, com a certeza do que quer para seu futuro.  O endereço ele diz sem hesitar: é um lote adquirido a algum tempo.  

         A padaria e a cozinha do IPCG são terceirizadas, mas a mão-de-obra utilizada pela empresa é formada por detentos com bom comportamento e que estão há mais de seis meses no local. Pelo trabalho eles recebem um salário de R$ 385,00. Os pães fabricados abastecem todos os presídios de Campo Grande e as delegacias.

 

                 

         O interno Milton Pereira Alves, de 47 anos, aprendeu a cozinhar dentro do Instituto Penal e diz que o trabalho ajuda a passar o tempo. Milton está preso há dois anos e diz que quando sair pretende voltar a exercer a profissão que escolheu: motorista de caminhão. 

         Cerca de 500 internos realizam algum tipo de trabalho dentro do instituto incluindo também a oficina mecânica, marcenaria e serralheria, limpeza, confecção de bolas de futebol e artesanato. De acordo com o chefe do setor de trabalho, Adiel Barbosa, o detento que tem uma ocupação torna-se mais sociável.


 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
19/10/2017 - 14h22
Tamanduá-mirim é capturado dentro de residência
19/10/2017 - 13h30
Projeto Florestinha planta mudas nativas para recuperação de área
19/10/2017 - 08h00
PMA captura lagarto em quintal de residência
18/10/2017 - 08h13
Calor e vento propagam incêndio que já destruiu 30 mil hectares de parque
16/10/2017 - 18h59
Incêndio consome parque estadual há 4 dias em MS
 
Últimas notícias do site
19/10/2017 - 15h13
Em 2016, caiu o percentual de pessoas que trabalhavam em empreendimentos de grande porte
19/10/2017 - 14h22
Tamanduá-mirim é capturado dentro de residência
19/10/2017 - 13h30
Projeto Florestinha planta mudas nativas para recuperação de área
19/10/2017 - 11h21
PM e população de Aquidauana se aproximam por uma cidade tranquila
19/10/2017 - 10h58
PMA captura anta que transitava por ruas em bairro
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.