zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Antidrogas - 17/05/2010 - 11h57

Denar garante ações preventivas para combater tráfico de drogas




Por Redação Pantanal News/ASCOM SEJUSP(NotíciasMS)

Ascom/Sejusp
recurso

Campo Grande (MS) – Estatística da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar) mostra que de 1º de janeiro a 12 de maio de 2010 foram instaurados 247 inquéritos por prisões em flagrante e por Portaria (investigação de réu solto). Neste mesmo período, 281 pessoas foram presas/indiciadas por tráfico de drogas pela equipe do Denar, Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e Centro Especializado de Polícia (Cepol), sendo 209 homens e 72 mulheres. 

De acordo com o balanço da Denar, neste mesmo período também foram apreendidos 76 gramas de haxixe, quase 350 mil gramas de maconha e mais de 32 mil gramas de cocaína. O delegado titular da Denar, Marcos Takeshita, explica que a maior incidência de usuários de drogas é de jovens de até 25 anos. “O que percebemos é que os usuários pertencem às diversas classes sociais e não somente a baixa, e a curiosidade começa a partir dos 14 anos”, informou. 

Takeshita ressalta também que as drogas, consideradas como problema de saúde pública, conta com usuários não só na região central, mas na periferia da cidade. “As drogas mais utilizadas são pasta base de cocaína e maconha. Não temos o perfil de uso do crack”, explica. 

Prevenção

O delegado ressalta que diversas ações são realizadas pela Denar para diminuir o problema das drogas não só em Campo Grande, mas nos municípios de Mato Grosso do Sul. Uma delas são palestras de prevenção com foco educativo na Rede Pública e Particular de Ensino. “Nós recebemos o convite das escolas e reunimos alunos e professores e falamos sobre as drogas, dependência, do que é feito, ou seja, fazemos um trabalho não só repressivo, mas de prevenção”, afirmou. 

Ele lembra que as palestras também são direcionadas aos professores que são multiplicadores de informações e trabalham o assunto diariamente com os alunos. Este ano, a Denar já realizou numa escola da Capital palestra com pelo menos 700 estudantes. Na equipe, uma investigadora que é enfermeira fala sobre os malefícios da droga no organismo.

Marcos Takeshita destaca também a participação da Polícia Civil através da Denar nos conselhos municipal e estadual Antidrogas. Os conselhos contam com a participação de juízes, promotores, universidades, Setas, comunidades terapêuticas e profissionais na área da saúde. Através das ações dos conselhos, diversos eventos estão sendo realizados sobre o assunto. “Participamos em abril do Fórum Regional Antidrogas, em que presidimos uma mesa sobre legislação de drogas. O evento contou com participação de ONGs, delegados, municípios vizinhos e discutimos sobre este problema”, comentou. 

O delegado disse também que a cada 15 dias os membros do conselho estadual se reúnem na Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, onde discutem diversos assuntos que estão repercutindo nacionalmente. Esta participação no conselho, segundo Takeshita, também tem contribuído para encaminhar usuários de drogas para terapias ou clínicas de recuperação. “Aproximamos das instituições e quando vemos um usuário de drogas, se ele quiser, encaminhamos para terapias ou unidades de tratamento”, disse. 

Repressão 

Marcos Takeshita informou que conta com bom efetivo e viaturas para realizar as investigações. O secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini, já nomeou mais dois delegados para atuar no combate ao Narcotráfico. A Denar também está presente na Capital, mas também auxilia municípios vizinhos. “Auxiliamos as delegacias de outras cidades como Jaraguari, Bonito, Bandeirantes, Dourados, Ribas do Rio Pardo, Amambai, com viaturas e policiais não conhecidos na cidade para ajudar nas investigações”, informou.  

Takeshita lembra que o maior foco da Denar está na apreensão de drogas nas bocas de fumo e fornecedores de droga. A partir das investigações, a delegacia faz uma espécie de mapeamento da droga verificando qual a sua origem, quem sustenta a boca de fumo, toda a parte financeira. “Investigamos quem está fornecendo a droga, desencadeando operações”, comentou. 

O delegado relata que na última quarta-feira (12), investigadores da Denar prenderam mais uma quadrilha que atuava na Capital. Foram apreendidos 16 kilos de pasta base de cocaína,  armas de fogo, munições de diversos calibres e coletes balísticos. Os cinco integrantes da quadrilha foram indiciados por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e recepção.   

Em relação às penas para usuários de drogas, o delegado Marcos Takeshita explica que são três: advertência dos efeitos da droga, prestação de serviço à comunidade e comparecimento a um curso de prevenção de drogas. “Como não existe mais a pena privativa de liberdade para usuários, eles acabam sendo liberados”, explica. O que diferencia o usuário do traficante é a quantidade de droga e as circunstâncias dos fatos, analisando de que forma a pessoa foi presa e também seus antecedentes criminais. 

A Denar também conta com o Disque Denúncias: 3341-5055.  A denúncia é sigilosa e a pessoa não precisa se identificar.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/09/2016 - 08h16
Está proibida venda a adolescentes de produtos usados para fazer “loló”
21/06/2016 - 09h45
Polícia queima droga avaliada em R$ 66 milhões; apreensões cresceram 7%
06/11/2015 - 15h06
Senador Moka diz que Brasil erra no combate ao tráfico nas fronteiras
06/08/2015 - 06h18
Drogas e álcool: conheça os efeitos da Síndrome de Abstinência Neonatal
13/07/2015 - 08h11
Combate às drogas não envolve apenas segurança, avalia Antonieta
 
Últimas notícias do site
22/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
22/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
22/09/2017 - 15h58
Aquidauana sedia encontro para debater inclusão no IFMS
22/09/2017 - 14h39
Projeto Florestinha realizou Educação Ambiental para alunos em comemoração ao dia da árvore
22/09/2017 - 13h11
PMA apreende redes e liberta peixes dos petrechos ilegais
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.