zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 16/04/2010 - 15h41

Vulcão da Islândia pode diminuir a temperatura do planeta, afirma especialista




AP

Coluna de fumaça é vista no local do vulcão em erupção na geleira Eyjafjallajökull, na Islândia
Por Redação Pantanal News/uol.com.br

A nuvem de cinza provocada pela erupção do vulcão que fica na geleira Eyjafjallajokull, na Islândia, pode causar ainda mais problemas ao planeta. Segundo Umberto Cordani, professor do Departamento de Geologia do Instituto de Geociências da USP, a cortina de fumaça pode diminuir a temperatura da Terra. Apesar disso, o geólogo destaca que esse resfriamento deve ser pouco significativo e de curta duração.

“Nas grandes explosões vulcânicas, os fragmentos sólidos do material vulcânico (cinzas vulcânicas) e gases podem ser lançados a grandes altitudes, na estratosfera e, dependendo de sua constituição e quantidade, podem interferir na radiação solar, impedindo que boa parte dela atinja a superfície da Terra”, explica.

Em 1991, a erupção do Pinatubo, nas Filipinas, expeliu grandes quantidades de aerossóis para a estratosfera, o que causou uma diminuição na temperatura da Terra de cerca de 0,5° C. Mais de um século antes, a nuvem provocada pela atividade do vulcão Krakatoa, na Indonésia, formou um escudo atmosférico capaz de refletir a luz do sol, causando a redução temporária de aproximadamente 1° C na temperatura do planeta. As explosões desses vulcões perduraram por muitos meses.

Segundo o professor, dependendo da duração das erupções na Islândia, e da quantidade de material lançado na atmosfera, poderá haver durante algum tempo perturbações naturais, especialmente no hemisfério Norte. “Por outro lado, isto não deverá influenciar o clima do planeta de forma geral”, destaca Cordani. “Também não creio que no Brasil, aliás, em todo o hemisfério Sul, haverá interferência direta das atividades vulcânicas na Islândia”, completou.

“Os vulcões são o resultado mais visível da liberação do calor interno do planeta. Ocorrem sempre que material rochoso fundido --chamado magma--, de alta temperatura --por volta de 1000° C-- atinge de alguma forma a superfície da Terra, em processos geológicos ligados ao vulcanismo”, explica Cordani.

O magma é formado por minerais já cristalizados e por gases dissolvidos na lava, principalmente vapor de água e gás carbônico. O geólogo destaca a presença de outros gases, muitos deles tóxicos, como compostos de cloro, enxofre e flúor.

Vulcão da Islândia

A erupção na geleira Eyjafjallajokull lançou na atmosfera uma coluna de cinzas com até 6 quilômetros de altura e, após 40 horas de atividade, o vulcão não dá sinais de adormecer. Ele fica localizado embaixo da quinta maior geleira islandesa e já teve cinco erupções desde que se assentou no subterrâneo, no século 9.

A geleira tem uma cratera vulcânica de 2,5 quilômetros de diâmetro, coberta de gelo. Fissuras permitem que haja fluxos de lava nos flancos leste e oeste desse chamado estratovulcão, que é formado por camadas alternadas de cinzas, lava e pedras ejetadas por erupções anteriores.

Quando o vulcão entrou em erupção, no final de março, ele abriu uma fissura de 500 metros, produzindo fontes de lava ao longo da rachadura.

Caos nos aeroportos

Segundo o boletim divulgado hoje pela Eurocontrol (Agência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea), ao todo 13 países em todo o continente tiveram que restringir o espaço aéreo por conta da fumaça. Reino Unido, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Noruega, Finlândia e Estônia estão com todos os aeroportos completamente fechados. Já a França, Alemanha, Irlanda, Polônia, Suécia e República Tcheca estão com fechamentos parciais. Somente hoje, 17 mil voos foram cancelados.
No Brasil, a British Airways, principal companhia aérea que realiza viagens para o Reino Unido, informou que nove voos foram cancelados: 246 de Buenos Aires para Guarulhos (SP) às 12h15; 246 de Guarulhos (SP) para Londres às 16h15; 246 de Buenos Aires para Guarulhos (SP) às 14h50, 247 de Guarulhos (SP) para Buenos Aires às 07h05; 247 de Londres para Guarulhos (SP) às 21h50; 247 de Londres para Guarulhos (SP) às 05h15; 247 de Guarulhos (SP) para Buenos Aires às 09h50,;248 do Galeão (RJ) para Londres às 14h15. Outro voo de número 247, marcado para sábado (17), que sairia de Buenos Aires para Guarulhos (SP) às 07h05, também foi cancelado.

A British divulgou um comunicado que diz para os passageiros não irem aos aeroportos do país antes de checar o status dos voos, que pode ser feito por meio do site da empresa. A companhia disse também que todos os passageiros afetados poderão alterar a data do voo sem multa, desde que seja na mesma classe.

Segundo a assessoria da companhia aérea TAM, o voo JJ 8070, que partiu de Guarulhos (SP) às 22h24 de ontem com destino a Frankfurt, com 356 passageiros e 19 tripulantes a bordo, teve de ser alternado para Milão, na Itália devido ao fechamento do aeroporto de Frankfurt, na Alemanha. A companhia informa que providenciou alimentação e hotel para os passageiros, que serão reacomodados nas opções de voos disponíveis após a reabertura do aeroporto.

Nesta sexta-feira os voos JJ8084 e JJ8070, que sairíam de Guarulhos (SP) para Londres e Frankfurt, respectivamente, foram cancelados. Os passageiros afetados devem remarcar a data da viagem. Segundo a empresa, todo o procedimento de remarcação será isento de taxa ou de diferença tarifária.

A Air France e a KLM, companhias aéreas francesa e holandesa, respectivamente, também cancelaram voos que tinham o Brasil como destino ou partida. Segundo a assessoria das duas empresas, os voos 459 e 445 da Air France que saíriam de Guarulhos (SP) e do Galeão (RJ) às 19h15 e 19h05 de hoje, respectivamente, com destino a Paris foram cancelados. O voo 792 da KLM de Guarulhos (SP) para Amsterdam às 19h05 também foi cancelado.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou que as companhias aéreas afetadas pelo fechamento dos aeroportos da Europa devem prover alimentação, hospedagem e remarcação dos bilhetes para todos os passageiros afetados depois de 4h de espera nos aeroportos. Caso os passageiros sejam avisados dos cancelamentos ou atrasos com antecedência, antes das pessoas saírem de casa para o aeroporto, esse apoio não é obrigatório.

De acordo com o último boletim da Eurocontrol, a previsão é que a nuvem de cinzas vulcânicas continue a se mover para o leste e o sudeste, e espera-se que os fechamentos dos aeroportos permaneçam até pelo menos as próximas 24 horas.


 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
isabelle martinelli pereira, em 03/05/2010 - 19h00

eu estou gostando muito legal pesquisar por que voce aprende i muito efas vem ser inteligete bjs

isabelle martinelli pereira, em 03/05/2010 - 18h59

eu estou gostando muito legal pesquisar por que voce aprende i muito efas vem ser inteligete

gisele , em 19/04/2010 - 12h50

Em síntese a atividade vulcânica é resultado da ação do homem.

virgínia, em 17/04/2010 - 22h35

gostaria saber mais sobre as erupçoes desse vulcão ,quantas vêzes causou danos e como foi a atuação da população,e se já esperavam lgo semelhante obrigda

jose de ribamar da costa silva, em 17/04/2010 - 18h21

A erupção do vulcão abaixo da Geleira Eyjafjallajokull, na Islandia e suas consequências deve arrefecer os céticos quanto a resposta da Natureza aos mesmos. A maternidade da erupção teve como berço a Geleira.

 
Últimas notícias do canal
19/04/2017 - 13h18
Entidades do setor florestal de MS promovem campanha de combate a incêndios
18/04/2017 - 15h15
Fenômeno natural, decoada começa no rio Paraguai causando morte de peixes
10/04/2017 - 09h19
Anastácio: Sucuri de 3 metros é encontrada em terreno onde crianças soltavam pipa
05/04/2017 - 09h08
Corumbá: Exposição mostra impactos do lixo na natureza
05/04/2017 - 08h35
Jacaré é encontrado em varanda de residência durante a madrugada
 
Últimas notícias do site
25/04/2017 - 15h29
Frente fria chega nesta quarta-feira em MS, trazendo mínima de até 9º C
25/04/2017 - 13h43
Sindicatos esperam adesão maciça em ‘greve geral’ que emenda com feriadão
25/04/2017 - 13h23
Escritor Henrique de Medeiros participa do Festival Literário Internacional de Dourados
25/04/2017 - 12h41
Publicação da Conab aponta desafios e oportunidades para a produção de trigo no país
25/04/2017 - 11h16
Divulgada classificação do 2º Desafio Serra da Bodoquena de Mountain Bike
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.