especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cinema - 08/03/2010 - 09h13

Cinema d(e) Horror inicia 2010 com o polêmico filme “AntiCristo”












Por Redação Pantanal News/FCMS

Campo Grande (MS) – O projeto Cinema (d)e Horror é uma parceria entre a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMS), completando seu terceiro ano, inicia a temporada 2010 com a exibição do filme “AntiCristo”, nessa quarta-feira (10), às 18h30, na sala Rubens Corrêa, do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A entrada é franca e o filme tem classificação de 18 anos.

O projeto é coordenado pela professora doutora Rosana Cristina Zanelatto Santos, Coordenadora de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPP) da UFMS e por Carolina Barbosa Lima e Santos, mestranda de Estudos Linguagens da UFMS e conta com a participação de alunos graduandos e mestrandos da área de Letras da UFMS para as exibições e mediações de debates de filmes que tratem da categoria "Horror" no plano das artes e conta também com a participação da sociedade campo-grandense.

O Cinema (d)e Horror, que tem como base de análise os filmes: Irreversível (2002), do diretor francês Gaspar Noé; Dançando no Escuro, do diretor dinamarquês Lars Von Trier; A Experiência (1995), do diretor alemão Oliver Hirschbiegel; e Apocalypse Now (1979), do diretor estadunidense Francis Coppola, o projeto procura fazer uma relação intersemiótica entre a linguagem cinematográfica e a linguagem literária, para a compreensão da categoria “Horror” nas artes e no mundo contemporâneo. Para isso, é necessária uma leitura liberta de julgamentos e de (pré) conceitos maniqueístas, uma vez que a arte contemporânea retrata o horror como uma qualidade intrínseca à natureza humana.

O filme Anticristo (Antichrist-2009/104min) mostra a história de um casal que decide se mudar para uma cabana isolada, no meio do nada, após a morte de seu filho.

 O cineasta dinamarquês Lars Von Trier chama Anticristo  de "o filme mais importante de toda a minha carreira". Provavelmente é. A história é dividida em capítulos, outra marca do cineasta: "Luto", "Dor (Caos Reina)", "Desespero (Ginocídio)" e "Os Três Mendigos", além de um prólogo e um epílogo. As cartelas dos episódios surgem sujas, pintadas sobre ilustrações abstratas em giz, contrastando com a absorvente beleza plástica do filme. Uma lindíssima abertura, toda em câmera lenta e preto e branco - retratando uma explícita cena de sexo e orgasmo, ao assombroso final. Ele abraça a necessidade do uso de todos os recursos cinematográficos para contar sua história e horrorizar o público no processo. Horrorosas também, ao menos para os padrões do cinema comercial são as imagens que o filme apresenta. Marido e mulher - ambos sem nome - mergulham em lamentação ali. Ele tenta salvá-la usando o que sabe, a psicologia. Ela se entrega à dor. 

“As discussões são tão duras e verdadeiras que dá pra sentir-se um tanto sádico acompanhando-as. O sentimento de pesar e cinismo - uma constante na carreira de Von Trier - aqui se faz presente como nunca. Segundo Anticristo, não há alento para a humanidade quando tudo o que acreditamos sobre nós mesmos é essencialmente errado. O horror nu e cru faz parte do filme que provoca e choca. Isso foi tirado de algum site ou alguém do projeto escreveu, pois se for assim, coloco o nome dele e faço tipo um depoimento”, explica o professor Hildegard Brum Sobrinho.

  O debate do filme "Anticristo” será mediado por Hildegard Brum Sobrinho, professor de Literatura  do Colégio Status, acadêmico do Curso de Letras da UFMS e bolsista de Iniciação Científica PIBIC/ CNPq.

Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na rua 26 de Agosto, 453, ou pelo telefone 3317-1795.


Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/03/2013 - 15h09
Gênero, Corpo e Sexualidade da Mulher Contemporânea serão discutidos no Cineclube
12/03/2013 - 17h00
UEMS em Campo Grande promove mostra de cinema e literatura portuguesa
08/03/2013 - 17h00
Rota Cine MS inicia suas atividades em 2013 com sete anos de existência
01/03/2013 - 15h45
Festival de Cinema CurtAmazônia abre inscrições
22/02/2013 - 07h57
Nova temporada do projeto Cine Clube aborda obesidade infantil
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
12/12/2017 - 12h51
Emoção, luzes e alegria marcam a noite de abertura da Vila do Natal em Aquidauana
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.