zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 01/03/2010 - 08h13

O rugido da quarta frota




Por Bruno Peron Loureiro

Nenhum país, por mais fechado que seja, é capaz dentro da sensatez de ignorar a inserção internacional e os processos globais de articulação dos povos e das economias. A China e o Japão, respeitando os matizes, exemplificam sistemas que se abriram ao mundo e tornaram-se países poderosos. Os excessos de inspiração telúrica, porém, induzem à deformação da harmonia internacional em proveito de poucos países, que não escondem a ganância e a volúpia de tomar para si.

            A Pangérica dispõe de mais de oitocentas bases militares em todo o mundo e demonstra que é capaz de mentir e invadir para estender seu domínio. O caso mais recente é a incriminação do Irã pela mera intenção de se defender. Pangérica, França e Israel, todos portadores de armas nucleares, têm criado a imagem de que o Irã vai enriquecer urânio a tantos por cento e seguir objetivos bélicos.

            A manipulação toma tais proporções que, em parceria com a ignorância, passou-se a medir o nível de ameaça do Irã em função da percentagem de enriquecimento de urânio. Vi numa reportagem que o alerta aumentou porque o Irã decidiu enriquecer urânio a 80% em vez de 20%.

            Deixando a questão iraniana para outra ocasião, uma das polêmicas mais recentes parte da reativação da Quarta Frota da Marinha de Guerra da Pangérica em julho de 2008. É um complexo de armamentos avançados e navios capazes de servir de base para o lançamento de armas nucleares que foi criado em 1943 no auge da Segunda Guerra e operou nas águas do Atlântico ao longo de América Latina e Caribe até 1950. A Pangérica come do fruto proibido, mas continua no paraíso.

            Enquanto o militarismo é o recurso da Pangérica para exercer domínio mundial, os cafetões das grandes agências de notícias condenam a tentativa de o Irã se defender na mesma medida em que prepararam o terreno de enforcamento de Saddam Hussein, ex-presidente iraquiano. O exercício de reconhecer que não existe objetividade na imprensa é singelo.

            A Pangérica, sedenta desde Washington e com sede mundial, divide o mundo em grandes regiões a fim de controlá-lo e vigiá-lo.

Para quem duvidava da existência de um governo global, até polícia telúrica já se criou nas fiscalizações de armas de destruição em massa no Iraque e Irã, invasão do Afeganistão com o pretexto de combate ao terrorismo, apoio à deposição do governo legítimo de Manuel Zelaya em Honduras, e envio de tropas ao Haiti, que precisa de auxílio médico. Os métodos de abordagem são variados: ajuda humanitária, treinamento de oficiais nativos e sustentação a operações de contra-insurgência.

            O governo colombiano recebe apoio do estadunidense no combate ao narcotráfico.

            A Quarta Frota reivindica que saia urgentemente um vencedor do embate entre o “bolivarianismo” e o “panamericanismo”. Ideais voltados à nossa natureza se chocam com a labareda do vizinho que trocou o porrete pelo poder da palavra e, quando necessário, das armas.

Governos progressistas e de orientação mais autônoma na América Latina resistem à Pangérica. A região abaixo do rio Grande volta a compor a mesa de debates da política externa do Norte devido à ascensão mais independente.

            A reativação da Quarta Frota, que já esteve em exercício num momento de tensão mundial e resistência ao comunismo, comprova que a Pangérica está disposta a sustentar outra briga e movimentar a sua indústria bélica. O preço das armas é maior que o de vidas para as sentinelas da guerra. Vozes afirmam que a descoberta de petróleo na camada pré-sal do Brasil estimulam o apetite da Quarta Frota.

            Ainda que se concentre em Brasil, Cuba, Venezuela, Equador e Bolívia, o rechaço aos ditames de Washington é cada vez maior. Projetos alternativos de desenvolvimento desde foros da Alternativa Bolivariana para as Américas (ALBA), Unição das Nações Sul-Americanas (UNASUL) e  Mercado Comum do Sul (MERCOSUL) desviam a América Latina do campo de influência de potências mundiais a ponto de que a estratégia tem que ser relançada ou repensada pelos “exterminadores do futuro”.

            A criação da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos é mais um passo.

            É lamentável que a reativação da Quarta Frota não tenha provocado qualquer reação fora da academia e alguns grupos institucionais e de opinião no Brasil. O avanço da democracia venezuelana e a estratégia de dissuasão do governo iraniano, em contrapartida, são temas covardemente tergiversados pelas agências gigolôs de notícias a serviço do mal maior.

            Já se ouve o rugido da Quarta Frota.
 

Bruno Peron Loureiro é analista de América Latina e Relações Internacionais.

 

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews


Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/11/2017 - 08h00
Expedição Centenária – F. Coimbra – Corumbá I
09/10/2017 - 13h44
Joaquim Francisco de Assis Brasil
09/10/2017 - 13h43
Assis Brasil, Acre
09/10/2017 - 13h34
O Assassinato de Chico Mendes
09/10/2017 - 13h31
Epopeia Acreana - Parte VII
 
Últimas notícias do site
17/11/2017 - 16h03
Viralizou: cachorrinho 'penetra' na balada é a imagem mais fofa que você vai ver hoje
17/11/2017 - 10h18
Fim de semana tem sertanejo, funk, comédia e teatro
17/11/2017 - 07h53
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
17/11/2017 - 07h44
Proprietários rurais são autuados por manterem carvoarias ilegais
17/11/2017 - 06h14
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.