zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 11/02/2010 - 16h25

Estradas do Pantanal recebem manutenção para garantir acessos e transporte de gado




Por Redação Pantanal News/Notícias.MS

Moises Silva
recurso  

Corumbá (MS) – Antes considerada inóspita por causa do difícil acesso e das vazantes do rio Miranda, que na época da cheia dificultavam o acesso às fazendas de gado, a região do Pantanal do Nabileque está recebendo investimentos do governo do Estado que garantem o direito de ir e vir de produtores e trabalhadores da região em condições seguras de trafegabilidade.

São serviços de limpeza das bordas das estradas, cascalhamento, roçada, patrolamento, reforço na sinalização, entre outros. Os recursos são do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul). As obras são licitadas pela Secretaria de Estado de Obras Públicas e de Transportes (Seop) e executadas e fiscalizadas pela Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

Na MS-325, rodovia não-pavimentada com extensão de 65 km que vai da BR-262, na localidade do Morro do Azeite, até a Fazenda São Simão, conhecida como Estrada do Carandazal, estão sendo realizadas obras de manutenção que garantem a passagem de caminhões boiadeiros e carretas, que fazem o transporte do gado antes que a cheia deixe-o ilhado nas propriedades.

Após receber cascalhamento em sua totalidade, o governo do Estado reformou cada uma das 78 pontes de madeira sobre as vazantes que cortam a rodovia. Mesmo estando em período de chuvas constantes, logo após as chuvas ocasionais as equipes da Agesul percorrem as rodovias, pontuam cada novo ponto crítico que surge e executam os serviços de recuperação.

Outra rodovia importante para a região, e que vem recebendo melhorias do governo estadual, é a MS-243, com 100 km de extensão, que vai da localidade de Guaicurus até a Baía do Jatobá, onde está sendo construída uma ponte de madeira sobre o rio Nabileque. A plataforma terá 198 metros de extensão e o investimento destinado à obra é de R$ 1.027.383,29, através do programa MS Forte, com recursos próprios do governo estadual. As obras já estão em pleno andamento.

 

 

 

Trafegabilidade

 

Para o pantaneiro Joaquim Santana, 54 anos, gerente da fazenda São Luis do Angical, a situação melhorou em 100% em relação às gestões anteriores: “É uma benção o que está ocorrendo no Nabileque! Antes levávamos um dia inteiro para chegar até aqui [da BR-262 até a Baía do Jatobá, ponto onde é feita a transposição do rio Nabileque para se alcançar as fazendas da margem direita do rio]. Mas agora as coisas mudaram para melhor. Fomos lembrados”, afirma ele, demonstrando o contentamento com as novas condições de acesso.

“Estamos com 1.200 vacas parindo na fazenda e preciso providenciar a retirada delas antes da cheia, que está começando e deve atingir seu ápice nos próximos meses. Graças às boas condições da estrada vamos conseguir fazer isso com tranquilidade!”, festeja Joaquim.

Uma terceira frente de trabalho executa as mesmas ações na MS-432, com extensão de 31 km entre Morro Grande e Albuquerque, viabilizando o tráfego no atual período de início da cheia no Pantanal.

 O trecho da MS-195 (continuação da MS-243), que liga a fazenda Jatobá até o Passo da Júlia, paralela ao Rio Nabileque, com 45 quilômetros de extensão, também foi recuperada e recebe serviços de manutenção nos pontos críticos pós-chuvas.

 

 

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
03/11/2017 - 13h10
Último fim de semana da temporada de pesca lota cidades de MS
28/09/2017 - 10h00
Leilão da Feapan destaca a beleza e rudez do cavalo pantaneiro
 
Últimas notícias do site
20/11/2017 - 10h35
Militares de Campo Grande ajudam em buscas a submarino na Argentina
20/11/2017 - 09h13
Sem-terras são autuados em R$ 11 mil por exploração ilegal de madeira
20/11/2017 - 08h50
Terreiros saem pelas ruas com oferendas para lembrar Oxum e pedir respeito
20/11/2017 - 08h43
Governador entrega e lança novas obras em Caarapó e Amambai
20/11/2017 - 08h40
PMA resgata turistas e piloteiros que naufragaram durante temporal
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.