zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 21/12/2009 - 10h17

O Idioma Guarani




Por Bruno Peron Loureiro

O inglês é o idioma que se adota convencionalmente e instrumentaliza a possibilidade de comunicação entre povos distintos em qualquer rincão do mundo. Sua hegemonia também se expressa na informática, cuja linguagem é majoritariamente inglesa. O chinês e o japonês são dois idiomas em ascensão. Noutros tempos, o alemão e o francês eram a primeira escolha no Brasil depois da obrigatoriedade do português. Hoje o espanhol ganha espaço. Nenhum destes idiomas, porém, é genuinamente americano.
A língua é um instrumento de expressão, poder e resistência. Através dela e sobretudo nos países da América Latina, chegaram-nos ameaças, idéias, religiões, valores e a busca insaciável de comércio. Héctor Lacognata, um parlamentar paraguaio, propôs que o guarani se convertesse numa das línguas oficiais e de trabalho do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL), cujo projeto de integração a maioria dos cidadãos pertencentes ao bloco ainda não sabe o que é nem para que serve.
O ponto de partida de meu argumento é que o guarani é falado por pouco mais de dez milhões de pessoas de regiões do Paraguai, Argentina, Bolívia e Brasil. O guarani e o espanhol são as duas línguas oficiais do Paraguai, enquanto a primeira o é desde 1992. O guarani é falado por mais de 90% dos paraguaios, 27% deles só falam este idioma, e é oficial também na província argentina de Corrientes. Em algumas regiões paraguaias, o guarani é mais relevante que o espanhol.
Além de rebater as críticas que se fazem às assimetrias do MERCOSUL ou à pequenez do Paraguai diante da gigantez econômica do Brasil, a oficialização do guarani no bloco atenderia a parte das reivindicações indígenas da dívida histórica que se tem com estes povos. O guarani é um idioma de origem ameríndia e considerado o primeiro da categoria a conquistar a posição de oficial na América. Em caso de não ter este reconhecimento, é maior o risco de extinção de um idioma.
Por ser uma língua de existência prévia à vinda de Colombo à América e em respeito às raízes indígenas como uma das vertentes de nossa formação, reconheceu-se finalmente o guarani como um dos idiomas oficiais do MERCOSUL. Este avanço teve lugar na 37ª cúpula de presidentes do bloco em Assunção, Paraguai, nos dias 23 e 24 de julho de 2009. Vitória não só dos indígenas da região, mas também daqueles que lutam pela preservação das nossas identidades.
É preferível aprender um idioma nosso, que fosse autenticamente latino-americano, a intercambiar expressões e idéias com roupagem alheia. A União Européia contém dezenas de idiomas oficiais até de regiões cuja população não passa de um milhão de habitantes. Por que aqui não se dá a atenção devida ao guarani, já que os outros idiomas nativos foram caducando? A América Latina tem a oportunidade de dar exemplos ao mundo.
Esta atenção concedida ao idioma guarani não significa um incentivo ao abandono gradual do português e do espanhol nos países do MERCOSUL senão uma maneira de dar voz a uma de nossas raízes, que é a indígena, e valorizar o que é daqui sem qualquer sentimento de atraso e culpa. Os países ditos “desenvolvidos”, ao contrário do que lega a história, terão que aprender o guarani e respeitar o espaço cultural latino-americano.

 

Bruno Peron Loureiro é mestre em Estudos Latino-americanos.

 

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/09/2017 - 09h11
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte III)
04/09/2017 - 09h06
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte II)
04/09/2017 - 09h01
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte I)
28/07/2017 - 16h47
Chapéu Bandeirante
24/07/2017 - 09h01
Atentado à Vida de Plácido de Castro
 
Últimas notícias do site
14/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
14/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
14/09/2017 - 10h45
Raras girafas brancas são observadas em parque no Quênia
14/09/2017 - 10h20
'Geladeira solidária' disponibiliza alimentos de graça em São Carlos, SP
14/09/2017 - 10h05
Corpo de Bombeiros combate incêndio de grandes proporções em frigorífico
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.