zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Pesquisa no Pantanal - 09/11/2009 - 15h49

Cientistas discutem uso de geotecnologias para conservação do ecossistema Pantanal















Por Redação Pantanal News/Embrapa Pantanal


Mais de 300 pesquisadores, estudantes e especialistas reúnem-se em Corumbá, MS, para apresentar e debater pesquisas com uso de geotecnologias voltadas a estudos no Pantanal. O 2o Geopantanal (Simpósio de Geotecnologias no Pantanal) ocorre de 7 a 11 de novembro de 2009, quando também serão apresentados trabalhos desenvolvidos em áreas úmidas semelhantes ao Pantanal e técnicas metodológicas que possam ser aplicadas ao bioma.

O Pantanal é um ecossistema diferenciado que comporta, há mais de 270 anos, uma atividade de pecuária extensiva. Entretanto, estudos de organizações não-governamentais, com apoio técnico da Embrapa Pantanal (Corumbá-MS), apontam que 87% da vegetação nativa da planície pantaneira permanece intacta. São 140 mil quilômetros quadrados no Brasil nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, totalizando 210 mil quando se inclui a região do entorno situada na Bolívia e no Paraguai.

“Esses estudos mostram que a região vem sendo preservada e que as atividades do agronegócio, quando bem planejadas e executadas de forma sustentada, geram menos impacto, contribuindo para o desenvolvimento da população”, disse o pesquisador José Aníbal Comastri Filho, chefe-geral da Embrapa Pantanal, na solenidade de abertura do evento, na noite do domingo (8).

O desenvolvimento e a aplicação de tecnologia é fundamental para manter a região preservada, com menor degradação possível, garantindo a sobrevivência das comunidades locais. Maior área úmida continental do planeta, o Pantanal é um dos mais valiosos patrimônios naturais do País, destacando-se pela riqueza de sua fauna que reúne 263 espécies de peixes, 122 de mamíferos, 93 de répteis, 1.132 de borboletas e 656 espécies de aves.

A soma de esforços de várias instituições públicas de pesquisa está possibilitando esse encontro que poderá fornecer respostas para algumas das diversas perguntas que diariamente são veiculadas na mídia, acredita o professor Wilson Ferreira de Melo, diretor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - campus do Pantanal (UFMS/CPAN).

Apesar de haver uma legislação ambiental para conservação da fauna e da flora, são vistas notícias sobre assoreamento na Bacia do Rio Taquari, extinção de peixes, desmatamento, contaminação dos recursos hídricos por pesticidas, entre outros. “Por que o Pantanal vem sofrendo tantas ameaças? Falta maior conhecimento sobre ciência e tecnologia ou é necessário mais divulgação científica para a população?”, pergunta o professor.

O uso mais intensivo das imagens de satélite e os algoritmos cada vez mais aperfeiçoados estão permitindo realizar diagnósticos ambientais eficientes que servem de apoio a políticas públicas, de acordo com o pesquisador Kleber Xavier Sampaio de Souza, chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP).

Há 15 anos, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) vem apresentando resultados sobre o Pantanal em congressos, focados no uso das geotecnologias como ferramentas que podem apresentar soluções para os problemas que atingem a riqueza desse bioma. O pesquisador da instituição Bernardo Rudorff, palestrante da noite, demonstrou o Sistema dos Sistemas de Observação da Terra (GOEES, na sigla em inglês).

O objetivo é conectar os atuais e os novos sistemas, de forma integrada e padronizada, para análises precisas e confiáveis que possam permitir melhor compreensão em diferentes áreas consideradas criticas, incluindo energia, água, tempo, desastres, agricultura, biodiversidade, ecossistemas e saúde.

O 2° GeoPantanal é organizado pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) e Embrapa Pantanal (Corumbá, MS), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe); e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - campus do Pantanal (UFMS/CPAN).

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
simone, em 09/11/2009 - 19h48

isto e muito bom para todos muitobommmmmmmmmmmmmm.

 
Últimas notícias do canal
14/10/2015 - 11h00
Expedição de barco pelo Pantanal de MS discute preservação ambiental
26/08/2013 - 08h03
Em MS, médicos de outros países fazem provas para revalidar diploma
30/01/2013 - 08h45
Embrapa Pantanal firma convênio para o fortalecimento da Apicultura em Mato Grosso do Sul
30/10/2012 - 16h45
PRF apreende veículo com CRLV falso
05/09/2012 - 13h45
Pesquisadores questionam alterações da Lei de Pesca do Mato Grosso
 
Últimas notícias do site
26/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
26/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
26/09/2017 - 08h39
PMA autua proprietários rurais por exploração ilegal de madeira
26/09/2017 - 06h21
Terça-feira tem previsão de chuvas isoladas e máxima de 37ºC
26/09/2017 - 05h50
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.