zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Habitação - 22/09/2009 - 16h17

Mato Grosso do Sul já investe mais do que prevê a PEC da Habitação




Por Redação Pantanal News/Notícias.MS

Edemir Rodrigues
recurso

Campo Grande (MS) - Mato Grosso do Sul está investindo quase 2% de sua receita líquida em obras de construção de casas para reduzir o déficit habitacional. O índice é o dobro do que prevê a PEC da Habitação (Proposta de Emenda Constitucional PEC nº 285/2008), que objetiva vincular recursos dos orçamentos dos governos federal, estaduais e municipais à construção de moradias.

 

Durante abertura do 1º Seminário Regional da Moradia Digna, na Assembléia Legislativa, o governador André Puccinelli anunciou que é favorável à proposta e que no Estado, mesmo não sendo uma vinculação obrigatória, o governo já aplica valor superior ao que está sendo proposto. “Somente de recursos próprios, o que Mato Grosso do Sul destina à Habitação gira em torno de 2%”, afirmou. “Portanto, somos favoráveis e nos aliamos à luta para reduzir o déficit no nosso Estado e no Brasil”. André aponta que a média de investimento chega atualmente a cerca de R$ 250 milhões.

 

Mato Grosso do Sul foi escolhido para sediar o primeiro de vários seminários regionais promovidos pelas entidades que compõem a Campanha Nacional pela Garantia de Recursos Permanentes para a Habitação Social, lideradas pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano, que tem como presidente o secretário da pasta em Mato Grosso do Sul, Carlos Marun. A PEC da Habitação está tramitando na Câmara dos Deputados e está sendo analisada pela Comissão Especial que emitirá parecer sobre a matéria.

 

A proposta quer vincular 2% do produto da arrecadação da União e 1% da arrecadação dos Estados e 1% dos municípios para investimento em moradia. De acordo com o presidente da Comissão Especial, deputado federal Renato Amary, a proposta deve vigorar até que o País supere o déficit, de forma que os governos não precisem eternamente cumprir essa vinculação. “Durante esses seminários regionais precisamos debater claramente, trocar idéias, para conseguirmos a aprovação tranqüila da PEC”, afirmou.

 

A estimativa nacional de déficit é de oito milhões de moradias no País. Em Mato Grosso do Sul, quando o atual governo assumiu, o cálculo era de que 80 mil famílias viviam em alguma das condições que compõem o déficit – como co-habitações por diversas famílias, sub-habitações e aluguel.

 

Uma das primeiras ações sociais do governo, em 2007, foi estabelecer um programa de habitação, em parceria com as prefeituras, e fortalecer a articulação da Secretaria de Habitação e das Cidades na captação de programas e recursos que tivessem disponibilidade de verba federal. A meta inicial era construir 40 mil casas em quatro anos, perspectiva que foi elevada para 50 mil no fim do ano passado.

 

“Uma das medidas anticíclicas que adotamos foi investir no setor habitacional. O know-how do [secretário Carlos] Marun nos fez conhecer os caminhos para conseguir mais recursos para destinar à construção em diversos municípios. É um setor importante, que brinda com teto as famílias e também proporciona empregos. A construção civil é o setor industrial que mais gera emprego”, analisa o governador.

 

 Esse trabalho fará com que Mato Grosso do Sul chegue ao fim de 2009 com aproximadamente 34 mil moradias prontas, em execução, ou já contratadas. Durante o seminário da moradia digna, o governador assegurou aos movimentos sociais que o Estado vai continuar trabalhando para chegar à meta de 50 mil moradias ao fim de 2010.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/05/2017 - 07h35
Reinaldo Azambuja entrega 300 casas em Fátima do Sul nesta quarta
19/01/2017 - 12h31
Parceria para construção de casas deve sair até o fim do mês, diz Reinaldo
10/11/2016 - 05h55
MS é o primeiro estado a receber nova etapa do Minha Casa Minha Vida
17/10/2016 - 12h55
Com investimentos de R$ 35 mi, governador entrega 568 casas
27/09/2016 - 07h55
Reinaldo visita Dourados com o ministro das Cidades para entrega de casas
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.