especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Eleições 2008 - 16/09/2008 - 23h11

Wilson Santos vira alvo no primeiro debate e é chamado de "ingrato"




Por Redação Pantanal News/Jonas Jozino, da Redação 24 Horas News, em Cuiabá

     O primeiro debate para a prefeitura de Cuiabá, realizado na noite de hoje no programa “Resumo do Dia”, da TV Rondon e mediado pelo deputado estadual Roberto França, foi quente, como se esperava. O prefeito Wilson Santos foi o alvo principal. O debate contou com a participação dos cinco candidatos: o prefeito Wilson Santos (PSDB) que tenta a reeleição, o empresário Mauro Mendes (PR), o deputado federal Valtenir Pereira (PSB), o deputado estadual cassado Walter Rabello (PP) e o Procurador Mauro (Psol). Este primeiro debate teve poucos ataques, todos eles dirigidos ao prefeito Wilson Santos.
     
     Divididos em seis blocos, o debate começou a esquentar no segundo, com os candidatos fazendo perguntas entre si. O primeiro a perguntar foi o empresário Mauro Mendes, que perguntou ao prefeito Wilson Santos sobre a iluminação na cidade e na saúde. Santos disse que estava iluminando toda a cidade e que Cuiabá será a capital mais iluminada do Brasil. Disse ainda que até o final do ano implanta a Guarda Municipal, que começar pelas escolas municipais.
     
     Na réplica, Mauro Mendes disse que o prefeito mente e que a iluminação de Cuiabá é com recursos federais e não com municipais. Disse ainda que Wilson Santos nunca, em momento algum, procurou a Estado para qualquer tipo de ação que ajudasse a coibir o alto índice de violência na capital e que nunca se preocupou em criar a Guarda Municipal projeto que apresentou com símbolo de sua primeira campanha.
     
     A pergunta mais patética deste segundo bloco foi feita pelo radialista Walter Rabello, que quis introduzir uma pegadinha. E o fez para o empresário Mauro Mendes, quando perguntou se conhecia uma rua chamada Lindomar, no bairro Renascer. Mendes disse que não conhecia e que não era função de um prefeito conhecer o nome desta ou daquela rua. “A função de um prefeito é ter uma equipe coesa, que trabalha unida. Minha função será saber fazer metas e introduzir resultados, com a valorização de pessoas na Prefeitura”. Disse ainda que pretende gastar, como prefeito, R$ 180 milhões no asfaltamento de toda a cidade.
     
     Rebatendo, Rabello disse que o candidato não conhece nem o nome da rua que fica no fundo do condomínio onde mora e onde uma pessoa foi assassinada recentemente.
     
     A indagação de Rabello, chegou a gerar risos de militantes que estavam do lado de fora, achando patética a pergunta do candidato.
     
     O terceiro bloco foi de perguntas determinadas e começou com Walter Rabello perguntando para Mauro Mendes. E a pergunta foi feito sobre esporte em Cuiabá.
     
     Mauro Mendes disse que sua meta é fomentar ainda mais o esporte, levando-o a todos os bairros. Disse que a atual gestão não ofereceu nada na questão esportiva em Cuiabá. Disse que o orçamento foi zero e que nem reformas dos ginásios foram feitas. Prometeu dar prioridade a recuperação das áreas existentes e aumentar mais a oferta ao público.
     
     Walter Rabello disse que a prefeitura gastou apenas R$ 2 milhões no esporte e acusou que vários ginásios como da Lixeira e Dom Aquino estão literalmente abandonados.
     
     Mauro Mendes perguntou ao prefeito Wilson Santos sobre a questão de casas, indagando quantas foram entregues em três anos e meio. Santos, disse que a prefeitura cumpre rigorosamente sua meta e o Estado não, ressaltando que não faz sua parte na questão social, fazendo a regularização fundiária, Jura que a prefeitura está em dia com este processo.
     
     Mauro Mendes disse que a regularização fundiária se arrasta a várias décadas, com cada prefeito que entra dando documentação para os mesmos bairros e disse que o prefeito não respondeu a pergunta sobre quantas casas construiu em Cuiabá. Santos, disse que construir mais de mil casas em parcerias com o Governo do Estado e com o Ministério das Cidades.
     
     Wilson Santos perguntou ao Procurador Mauro se ele vai atender as crianças nas escolas e creches em Cuiabá. O procurador disse que saúde será prioridade em seu mandato e que não será meta de segundo mandato. Garantiu que todos os médicos terão dedicação exclusiva para a rede pública, única forma, segundo ele, de melhorar a saúde de Cuiabá. E atacou que o atendimento no Pronto Socorro é péssimo e que as pessoas continua morrendo lá.
     
     No quarto bloco os candidatos voltaram a fazer perguntas diretas em si. Wilson Santos perguntou a Mauro Mendes, a quanto tempo Cuiabá tem problemas com falta de água. Mendes aproveitou para atacar dizendo que a ineficiência da atual gestão e falta de pagamentos. Disse que mais de cinqüenta bairros sofrem com a falta de água porque as obras não foram terminadas. Segundo ele, o problema de falta de água acontece por problemas da atual gestão.
     
     Wilson Santos se defendeu dizendo que o Governo do Estado nunca ajudou a Prefeitura. Mauro Mendes disse que Wilson Santos é "ingrato" e lembrou que a obra da ETA no Parque Cuiabá só está acontecendo graças a intervenção do Governo do Estado.
     
     Mauro Mendes perguntou ao Procurador Mauro como vê a questão financeira da prefeitura e a arrecadação de tributos. Ele disse que vai aprimorar a fiscalização dos tributos como IPTU e IMCS.
     
     Mauro Mendes disse que vai implantar um trabalho importante para as micros e pequenas empresas que precisam ser incentivadas.
     
     O Procurador Mauro perguntou a Walter Rabello como pode conviver com Chica Nunes e a roubalheira na Câmara Municipal quando era vereador. Rabello disse que a Câmara Municipal é extremamente presidencialista e que ninguém tinha acesso a tudo o que acontecia na casa. Disse que perdeu emprego, foi cassado, proibido de trabalhar e não recebe dinheiro enquanto que o procurado recebe seu salário. Disse que teve um papel imparcial na Câmara e o prefeito Wilson Santos é testemunha disso. Rebateu ainda que fez seu papel.
     
     O procurador Mauro disse que a função primordial é fiscalizar o executivo e a própria casa. Disse que o verador deveria estar atento e não permitir a roubalheira.
     
     O último a formular pergunta no bloco foi Walter Rabello ao deputado estadual Valtenir Pereira. Perguntou se está satisfeito com a saúde pública do município de Cuiabá. O parlamentar disse que a atual administração pouco fez no setor de saúde. Prometeu investir muito na área, principalmente na urgência e emergência, implantando mais 20 leitos no Pronto Socorro.
     
     Walter Rabello disse que a saúde de Cuiabá está na UTI. Desafiou o prefeito se aceita ir ao Pronto Socorro para ver a realidade do local.
     
     O quinto bloco voltou a ser sobre temas determinados. E o primeiro tema foi sobre transporte coletivo e trânsito, que o Procurador Mauro perguntou a Mauro Mendes, que respondeu que o problema é caótico e que é necessário criar alternativas para aliviar pontos contaminados em diversas avenidas e disse que é preciso ter um estudo sério de médio a longo prazo e que será preciso muito investimento.
     
     Valtenir Pereira perguntou a Valter Rabello sobre ações sociais para o combate da violência e quais suas propostas para a área de Segundda Pública. Rabello disse que fará o que o atual prefeito não fez. Que mandou mensagem criando a Guarda Municipal, mas que não investiu nada em 2006 e 2007 e que diz que só agora vai fazer, em seu próximo mandato. Criticou o prefeito de não ter sentimento ao eleitor, que vê inúmeros assassinatos. Disse ainda que a Guarda Municipal é importante e que tem dinheiro e parceiros para fazer se tem e o atual prefeito não o fez.
     
     Valtenir Pereira também criticou e disse que em sua gestão, se for prefeito, vai levar a segurança em todos os bairros. Rabello completou que vai instalar uma corregedoria municipal.
     
     Walter Rabello perguntou se o prefeito Wilson Santos valorizou o servidor público. Santos disse que é a primeira capital do país que fez um acordo com os professores que receberam computador que custa na praça três mil reais, com o professor pagando apenas mil reias. Garantiu ter feito o PCCS, que valoriz quem tem mérito, desempenho, produtividade e que vai pagar 15 salários por ano.
     
     Walter Rabello constestou e disse que o PCCS quem vai fazer é o servidor e que servidor público municipal é transportado em cima de caçamba de caminhão. Wilson chamou Walter Rabello de "leviano" e disse que é preciso ter juízo, responsabilidade.
     
     O último bloco foi dado aos debatedores tempo para a conclusão de sua participação e para pedir ao eleitor votos no dia 5 de outubro, dada da eleição. O Procurador Mauro aproveitou para dizer ao eleitor que não acredite em pesquisas, que deixse que o coração do eleitor defina em quem votar. Wilson prometeu criar a bolsa-universitária e acusou o governo Blairo Maggi de não estar ajudando Cuiabá. Mauro Mendes defendeu que Cuiabá volta a ser uma "terra de oportunidades".
     
     (Colaboraram Carlos Lemos, Rubens de Souza e Valdemir Roberto)

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/03/2009 - 09h30
Presidente do TRE acompanha sorteio do horário eleitoral em corguinho (MS)
02/03/2009 - 07h22
Mulher de prefeito cassado é eleita em Patu, no Rio Grande do Norte
02/03/2009 - 07h15
Municípios maranhenses começam apuração para saber quem será novos prefeitos e vice
27/02/2009 - 07h50
Tropas federais vão garantir eleições em duas cidades maranhenses
24/02/2009 - 07h28
Eleição de Dalton é compromisso do PMDB, declara Moka
 
Últimas notícias do site
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
04/12/2017 - 07h44
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.