zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 13/08/2009 - 08h37

Conhecimento sobre espécies de madeira ajuda a combater comércio ilegal




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

A situação é comum nas estradas brasileiras: durante as fiscalizações, agentes do Ibama ou policiais precisam conferir se a madeira descrita no Documento de Origem Florestal apresentado pelo motorista é a mesma que está sendo transportada no caminhão. O trabalho não é fácil. No Brasil, são encontradas mais de cinco mil espécies de madeira catalogadas pelo Ibama e, somente em 2009, foram apreendidos cerca de 70 mil m³ de madeira serrada e em tora.

Para tornar a fiscalização mais eficaz e combater o comércio de madeira ilegal, agentes do Ibama e policiais civis, federais e militares estão passando por um treinamento desde o início desta semana. No laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro, eles aprendem a identificar espécies de madeiras brasileiras.

As aulas têm como foco a identificação de madeiras de amplo uso comercial - como cedro, cerejeira e tauari - e aquelas ameaçadas de extinção ou com restrição legal de corte. Esses grupos reúnem cerca de 60 espécies, muitas delas com alto valor comercial.
O metro cúbico do mogno, madeira mais valiosa do Brasil, pode chegar a R$ 5 mil no mercado internacional. “Existem madeiras de menor valor comercializadas como se fossem mogno, como a andiroba, o cedro e o jitó, que são da mesma família”, diz a bióloga Vera Coradin, coordenadora do curso. Por este motivo, um dos dias de aula será todo dedicado ao estudo de madeiras parecidas com o mogno.

Características - Para diferenciar uma madeira da outra é preciso analisar vários aspectos - cor, cheiro, textura, quantidade e distribuição dos poros - que, juntos, formam sua identidade.  A análise pode ser feita a olho nu ou com auxílio de uma lente portátil de 10 vezes de aumento. A estrutura anatômica da madeira se mantém mesmo após a queima, o que permite aos técnicos descobrir se amostras de carvão vieram ou não de espécies proibidas. Somente árvores de florestas plantadas podem servir de matéria-prima para o produto.

Curso - Os cursos de identificação de madeira ministrados pelo Laboratório de Produtos Florestais desde 1984. “Capacitar o pessoal da ponta para ter segurança na identificação de madeira é crucial para as nossas atividades”, diz César Guimarães, superintendente do Ibama no estado de Rondônia, de onde vieram os agentes que estão sendo capacitados. Ele acrescenta que, sem o trabalho dos identificadores de madeira, não há condições de manter barreiras de fiscalização nas estradas.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/07/2017 - 10h00
Mortalidade de araras-azuis em MS é tema de estudo de especialistas
28/07/2017 - 08h11
Incêndio consome 2 mil hectares de três fazendas na região sul de MS
25/07/2017 - 10h21
SOS Mata Atlântica monitora a qualidade da água dos rios de Mato Grosso do Sul com o auxílio de voluntários
20/07/2017 - 15h38
Um corredor ecológico que guarda sinais pré-históricos de 8 mil anos
19/07/2017 - 14h16
Julho já teve 167% pontos de calor a mais do que no mês passado em MS
 
Últimas notícias do site
28/07/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
28/07/2017 - 16h47
Chapéu Bandeirante
28/07/2017 - 16h15
Novas regras de rendimentos do FGTS são frutos de Projeto de Lei proposto pelo Deputado Marun
28/07/2017 - 16h02
Radialista Luiz de França morre aos 71 anos
28/07/2017 - 15h50
Sem chuvas há 47 dias, MS tem alerta para umidade abaixo de 20%
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.