zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 05/08/2009 - 11h53

Vigilância por satélite vai monitorar exploração na Amazônia




Por Redação Pantanal News/Portal Educação

Novo sistema de vigilância por satélite vai rastrear áreas de desflorestamento da região da Amazônia e também de outras matas do país. De acordo com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o desenvolvimento tecnológico do aparelho está sendo concluído e a previsão de lançamento é para a segunda quinzena de agosto.

Com o objetivo de monitorar áreas florestais concedidas legalmente para a exploração, o Detex (Detectação de Exploração Seletiva), como ficou chamado o satélite, vai trabalhar fiscalizando se os madeireiros estão atuando conforme as regras de manejo determinadas pelas autoridades competentes.

O pesquisador de divisão de Sensoriamento Remoto do Inpe, Dalton de Morisson Valeriano, explica que o sistema foi criado para mapear o estado de conservação das matas brasileiras. Ele afirma que o Detex vai indicar de forma detalhada os lugares do país onde são praticadas a extração da madeira, segundo o pesquisador, atualmente é possível obter informações apenas das maiores regiões do Brasil.

Dalton comenta ainda, que o sistema vai gerar dados precisos sobre as atividades. “Em outra etapa será mostrado pelo Detex de forma qualitativa a intensidade do corte seletivo, para que as autoridades saibam se as áreas exploradas têm autorização para atuar e se estão fazendo isso da forma correta”, afirma.

Segundo o tutor do
Portal Educação, Carlos Rodrigo Lehn, para fazer um trabalho com resultados positivos é preciso aliar tecnologia com controle e fiscalização. “Somente assim poderemos impedir que novas áreas de florestas sejam derrubadas. Tão importante quanto reconhecer as áreas que sofreram desmatamento ilegal, é proteger as florestas que ainda estão em pé”, diz o tutor.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
10/08/2017 - 11h16
MS registra o maior número de queimadas dos últimos 7 anos
09/08/2017 - 07h53
Em apenas uma semana, agosto já é o 2° mês com mais focos de calor
04/08/2017 - 11h04
Bodoquena, um paraíso de águas, serras e grutas
02/08/2017 - 08h44
Quantidade de focos de calor em julho foi a maior dos últimos 18 anos em MS
02/08/2017 - 08h00
Saúvas "dominam" áreas urbanas e podem matar espécies como ipês
 
Últimas notícias do site
21/08/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
21/08/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
20/08/2017 - 14h01
Concurso para delegado usa pela 1ª vez aparelho contra fraudes
19/08/2017 - 09h45
PMA autua empresa de Mato Grosso e apreende carreta com carga ilegal de madeira
19/08/2017 - 09h01
AGENDONA: Fim de semana tem tradicional 'Bon Odori', espetáculo 'Improváveis' e mais
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.