zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cinema - 19/06/2009 - 10h55

Cine Brasil exibe Mostra Memórias da Boca do Lixo e Animação para Adultos




Por Redação Pantanal News/Notícias.MS

Divulgação
recurso

Campo Grande (MS) - A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul exibe na próxima semana, entre terça e sexta-feira (23 a 26), os filmes da Mostra Memórias da Boca do Lixo e Animação para Adultos na programação de junho no "Cine Brasil – Curtas e Longas no Centro", projeto que disponibiliza filmes e vídeos em formato de curta e longa-metragem, gratuitamente. As exibições acontecem no Centro Cultural José Octávio Guizzo, toda última semana do mês, às 18h30.

A Mostra relembra a época em que o cinema era feito a baixíssimo custo e usualmente usava-se o terror e as chanchadas. E aproveitando o gancho das memórias vêm às animações para adultos, que são em sua maioria voltadas para a sexualidade e para a violência. A classificação da mostra é de 16 anos.

Na terça-feira (23) serão exibidos dois filme: “Candeias da Boca para Fora” (17’/SP/DOC/2002), com direção de Celso Gonçalves, conta um retrato original de um dos mestres do Cinema Marginal, Ozualdo Candeias, realizador dos clássicos “A Margem” e “Zezero”; genuinamente um cineasta do povo. Tem também divertidos e controversos depoimentos de personalidades do cinema como Zé do Caixão, Carlos Reichenbach, Inácio Araújo e Jairo Ferreira.

Já “Soberano (15’/SP/DOC/2005), com direção de Kiko Mollica e Ana Paula Orlandi, mostra reminiscências que resgatam a trajetória do bar Soberano, símbolo da intensa e espontânea produção do movimento cinematográfico da Boca do Lixo.

Quarta-feira (24) - “Boca Aberta” (20’/SP/DOC/1984), com direção de Rubens Xavier, documentário realizado em 1984, enfoca alguns dos principais protagonistas da cinematografia ligada à Boca-do-lixo, como Odi Fraga, que dirigiu inúmeros longas sobre a temática do sexo explícito, Ozualdo Candeias, com uma filmografia mais autoral e Toni Vieira, que dirigiu mais de 20 filmes. A rotina de atores e produtores ligados a este pólo de produção de filmes de apelo mais popular e que foram responsáveis pela produção das comédias eróticas das décadas de 60 e 70.

Ainda na quarta será exibido “O Galante Rei da Boca” (51’/RJ/DOC/2003), com direção de Alessandro Gama e Luís Rocha Melo. Galante produziu filmes de cangaço a comédias eróticas, dramas psicológicos e filmes policiais, passando por bang-bang e filmes de kung-fu, num total de mais de 50 obras. Com depoimentos do próprio Galante, trechos de seus filmes, imagens de São Paulo e da Boca do Lixo de ontem e de hoje e entrevistas inéditas com nomes como Carlos Reichenbach, Jairo Ferreira, Rogério Sganzerla, Inácio Araújo, Severino Dadá, Miro Reis, Sylvio Renoldi, Pio Zamuner, Antônio Meliande, Cláudio Portioli, Sebastião de Souza e João Silvério Trevisan (técnicos, diretores e críticos que fizeram a história do cinema brasileiro), O Galante Rei da Boca é um documentário que, com humor e a simpatia peculiares de seu personagem central, reflete e informa sobre o fazer cinema no Brasil.

A quinta-feira (25) começa com três exibições: “Sushiman” (20’/RJ/ANI/2003), com direção de Pedro Iuá, mostra a tentativa desesperada de resolver um triângulo amoroso. Também participa da exibição o filme “Essa Animação Não Tem Nome” (3’25’’/SP/FIC/2002), com direção de Gustavo Russo e Thomas Larson. O filme conta a história de um animador que leva o projeto de animação para produtor de TV regional do interior de São Paulo. Frustrado com a primeira experiência, participa da primeira reunião da Sociedade dos Cineastas Anônimos do Interior.

Na seqüência será exibido “Santa de Casa” (18’/RJ/ANI/2006), com direção de Allan Sieber. O filme conta sobre Oséias, que leva uma vida desregrada até que sua mulher tem problemas no parto. Desesperado, faz então uma promessa: se a filha sobrevivesse, ela se chamaria Aparecida, ele pararia de fumar, e durante três Carnavais ele vestiria ela de santa e a colocaria em cima de um andor no meio do seu bloco, o Grêmio Carnavalesco Quem Nunca Sentiu Vai Sentir Agora.

Finalizando a Mostra, na sexta-feira (26) é a vez de seis filmes. “Almas em Chamas” (11’/SP/ANI/2000), com direção de Arnaldo Galvão, conta uma incendiária história de amor. Em seguida será exibido o filme “Quando Jorge Foi à Guerra” (8’/PR/ANI/2004), com direção de Tadao Miaqui. Relata que em 1942, numa época de grande exclusão social, Jorge era o maior deles, e apesar de todos os obstáculos, ele os superou e alcançou seu objetivo.

“Os Três Porquinhos” (4’/RJ/ANI/2006), com direção de Cláudio Roberto, retrata a história infantil adaptada à realidade brasileira. Em seguida o filme “Cidade Fantasma” (7’/RS/ANI/1999), com direção de Lisandro Santos. O filme conta a história de um jovem assalariado que encontra uma garota no verão de Porto Alegre.

Continuando a Mostra “Biribinha Atômica” (3’/SP/ANI/2007), com direção de Ricardo Piologo, Rodrigo Piologo e Rogério Vilela. Cansados das mesmas Biribinhas que não tinham a menor graça, o Mundo Canibal resolveu lançar a Biribinha Atômica que vai deixar a criançada muito mais contente. E finalizando a programação, o filme “Hotel do Coração Partido” (4’30’’/PE/ANI/2006), com direção de Raoni Assis, conta à história de Ronaldo, um homem especial, já que seu coração era evidentemente maior que os corações normais...

Serviço: Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na Rua 26 de Agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1792.

Contato para Imprensa: Núcleo de Audiovisual da FCMS - João Benevenuto: 3316-9166/9919-7976


Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews


Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/03/2013 - 15h09
Gênero, Corpo e Sexualidade da Mulher Contemporânea serão discutidos no Cineclube
12/03/2013 - 17h00
UEMS em Campo Grande promove mostra de cinema e literatura portuguesa
08/03/2013 - 17h00
Rota Cine MS inicia suas atividades em 2013 com sete anos de existência
01/03/2013 - 15h45
Festival de Cinema CurtAmazônia abre inscrições
22/02/2013 - 07h57
Nova temporada do projeto Cine Clube aborda obesidade infantil
 
Últimas notícias do site
17/10/2017 - 16h42
PMA autua fazendeira por degradação em margem de rio
17/10/2017 - 16h02
Aprovado projeto que incentiva entidades filantrópicas
17/10/2017 - 15h58
Membro atuante da CPI, Dr. Paulo Siufi apoia reivindicação de trabalhadores da JBS
17/10/2017 - 14h39
Bombeiros fazem sobrevoo para avaliar combate a fogo que já destruiu 20 mil ha
17/10/2017 - 14h00
Fazendeiro é autuado em R$ 18 mil por desmatamento e exploração ilegal de madeira
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.