zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 25/05/2009 - 14h27

Com alta do emprego, ministro do Trabalho estima crescimento do PIB acima de 2%




Por Isabela Vieira, da Agência Brasil

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, esbanjou otimismo hoje (25), durante a entrega de diplomas a alunos de cursos profissionalizantes, na capital fluminense. Uma semana após a divulgação do crescimento do emprego no país, pelo terceiro mês consecutivo, Lupi disse que a crise “já passou” e que a economia pode crescer mais de 2% .

“Estamos na contramão de todo os economistas iluministas”, disse Lupi, em relação às projeções de desaceleração do emprego e do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todas os bens e serviços produzidos no país.

Em abril, o saldo de emprego ficou positivo em 48.454 posto de trabalho, pela primeira vez no ano. Foram criadas 106. 205 vagas líquidas, o melhor resultado desde setembro de 2008, quando houve o agravamento da crise financeira mundial.

“Tenho certeza que a crise já passou e o Brasil vai gerar mais emprego. Começou a recuperar [o emprego] e vai continuar recuperando”, disse. “Acho que vamos crescer até mais que 2%”, completou o ministro.

Analistas de mercado ouvidos pelo Banco Central, em projeções divulgadas hoje (25), estimaram, pela terceira semana, que haverá desaceleração da economia. Eles acreditam que o PIB terá queda de 0,53%, enquanto na semana passada, a expectativa de queda era menor, de 0,49%.

Na última semana, o governo também revisou para baixo o crescimento da economia, com uma redução do índice de crescimento do PIB de 2% para 1%. A revisão do governo quanto ao crescimento da economia foi divulgada na última quinta-feira (20), como parte do Relatório de Avaliação do Segundo Bimestre do Orçamento da União de 2009, elaborado pela Secretaria de Orçamento Federal.


 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter: www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
19/04/2017 - 16h55
Nota Oficial- Superintendência Regional do Trabalho em Campo Grande
11/04/2017 - 09h41
Tribunal Regional Eleitoral continua com inscrições para 24 vagas de estágio
04/01/2017 - 10h05
Governo abre 12 vagas em processo seletivo com salários de R$ 3,9 mil
14/12/2016 - 08h18
Ministério de Trabalho realiza mutirão de atendimento em 8 cidades de MS
25/11/2016 - 07h31
UFMS abre no dia 29 inscrição de processo seletivo para 12 vagas
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 15h06
Rádio Independente de Aquidauana recebe "Moção de Congratulação" do deputado estadual Paulo Siufi por processo de migração para FM
27/04/2017 - 15h03
Em MS, 27% dos contribuintes ainda não entregaram declaração do IR 2017
27/04/2017 - 07h10
Chuva em municípios de MS passou dos 50 mm e derrubou temperaturas
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.