especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Energia - 25/05/2009 - 11h25

Aneel defende fundo para equilibrar as tarifas de energia do país




Por Sabrina Craide

 

O diretor-presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, disse hoje (25) que é preciso encontrar mecanismos para diminuir as distorções tarifárias entre as regiões do país. Para ele, uma das alternativas seria a criação de um fundo de equalização tarifária, composto por encargos pagos por distribuidoras de regiões onde o custo da tarifa é mais baixo. Esses recursos serviriam para reduzir os reajustes das tarifas onde a energia custa mais caro.

“Vamos ter que caminhar para alguma mudança legal, criar algum mecanismo que nos permita segurar um pouco essas distorções”, afirmou Hubner. Ele também disse que a unificação de algumas concessões poderia evitar os desequilíbrios que existem no país. Segundo o presidente, essas mudanças não cabem à Aneel, e dependem de uma política tarifária do governo, que exigem alterações na legislação.

Para exemplificar as diferenças de energia entre as distribuidoras do país, Hubner citou o exemplo da Companhia Energética de Goiás (Celg) e a Companhia Hidroelétrica São Patrício (Chesp), que atendem os consumidores de Goiás. Segundo ele, a Chesp tem a quarta energia mais cara do país, enquanto a Celg está em 52º lugar, entre as 63 distribuidoras do Brasil.

Segundo o presidente da Aneel, é justo que consumidores de algumas regiões subsidiem a energia para outras áreas do país. “Temos realidades bastantes distintas no país. Os nordestinos vão para São Paulo porque não tem emprego lá, mas as indústrias não vão se instalar no Nordeste se o preço da energia industrial estiver o dobro que a do Sudeste”, ressaltou.

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter: www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
09/12/2013 - 09h57
Agência inicia em MS fiscalização de brinquedos e luminárias de Natal
17/10/2013 - 17h30
Horário de verão vai gerar economia de R$ 400 milhões, diz ONS
23/03/2013 - 08h05
No dia mundial da água jovens conhecem eletrodomésticos que preservam mananciais no consumo de energia
21/03/2013 - 15h37
Versão atualizada da cartilha Por Dentro da Conta de Luz
21/03/2013 - 14h05
Energia mensal de duas casas usa 1,5 milhões de litros de água
 
Últimas notícias do site
23/02/2018 - 10h25
Corumbá: Prefeito faz balanço dos 100 dias de gestão e apresenta ações para 2018
23/02/2018 - 07h20
Prefeito Marcelo Iunes e Clube de Desbravadores Formigas de Corumbá ajudam ribeirinhos de Aquidauana e Anastácio com campanha de arrecadação de donativos
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.