zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 25/05/2009 - 09h30

Divulgar a vida para apagar a morte




Por Alessandra Fonseca Arantes (*)

 

            Dia 11 do corrente mês, fomos todos agraciados e abençoados pelas palavras enviadas pelo espírito de Heleyne, em mensagem psicografada pelo médium Celso de Almeida Afonso, em reunião pública realizada no Centro Espírita Aurélio Agostinho, em Uberaba-MG.

            Entitulada “Divulgar a vida para apagar a morte”, a mensagem trás em seu teor palavras de conforto, de esperança e, principalmente, de amor:

“Divulgar a vida para apagar a morte"

         Prosseguimos nesta peregrinação que nos permite experiências várias.

         Estou agradecida pela compreensão que me chega, com a caridade que atende e com o afeto que me fortalece.

         Ainda é bom lembrarmos de que quando em nossa casa, trocávamos a tristeza pela alegria, a angústia pela confiança – penso que é a maneira de dizer que vivemos em família sem nos vermos separados.

         Estive junto à mamãe Elzi neste dia das mães, e também não deixei de estar junto à Larissa, a quem desejo felicidade junto ao meu irmão Adriano e à minha sobrinha Geovana. Foi um dia de festa para o meu coração, que sinto crescer a cada dia, acompanhando o coração da mamãe Elzi.

         Diga à minha mãe e à tia Erli, que o vovô Tadeu e a vovó Laura também estavam presentes para homenageá-las no dia das mães.

         Foi um festa – não a festa que o mundo conhece em meio ao dinheiro, aos interesses e tantos objetivos da criatura que se prende aos atos da Terra, sem dar um passo à frente em busca da verdade de sua vida pela eternidade do espírito, que cresce quando a criatura projeta a realizar o bem.

         Obrigado meu pai, pelo seu interesse em divulgar a vida para apagar de vez com a morte.

         Meu carinho aos amigos de Três Lagoas. E, que estes 94 anos de Três Lagoas, sejam marcados pelo festival de alegria e paz de seus governantes junto ao povo desta abençoada cidade. Que Deus esteja em todos os corações e que todas as religiões mesmo que diferenciadas em ideias, possam afirmar a existência de Deus com o amor que devemos nos entregar a Ele e à criatura irmã.

            Beijos pai, beijos na mamãe Elzi, no Adriano, na Larissa e Geovana.

            Felicidade e alegria a todos.

                                                           Heleyne Cristina Garcia Correa.”

 

            Heleyne era filha do casal Luiz Correa da Silveira Filho e Elzi Terezinha Garcia Correa, do Jornal Correio de Três Lagoas, de circulação semanal em nossa cidade e região. Seu desencarne ocorreu em um acidente de trânsito, durante um passeio em sua mobilete, no dia 14/01/1987, quando tinha apenas 14 anos de idade. Extremamente aflitos e inconformados com a tragédia que abalou a vida de sua família, seus pais foram a Uberaba em busca de consolo e conforto para seus corações.

Através do saudoso e amoroso Chico Xavier passaram a receber mensagens da querida filha e estreitaram os laços de amizade com abnegáveis servidores de Jesus em Uberaba, passando, também, a se tornarem incansáveis defensores e propagadores da Doutrina Espírita por onde passam, através do Jornal Espírita, de edição bimestral e, também, à frente da direção do Grupo da Fraternidade Espírita José Grosso e Maria João de Deus.

Após o triste episódio vivido pela família, Luizinho, como é conhecido por todos, passou a “divulgar a vida para apagar a morte”. Como lembrado por Heleyne na sua última mensagem, Luizinho nunca deixou de manter acesa a chama da esperança e sempre leva uma palavra de amor àquelas pessoas que perderam um ente querido, realizando, assim, uma abençoada tarefa de consolo. Nunca deixou de pregar que foi a vontade de Deus que levou sua filha para a Pátria Espiritual e não a mobilete.

 Não devemos jamais esquecer que não cai uma folha de árvore sem o consentimento de Deus e que tudo na nossa vida acontece de acordo com o nosso merecimento e com a Sua vontade. E, claro, que quando passamos a pregar palavras somos, incontestavelmente, testados a dar o nosso exemplo, também. Assim ocorreu.

Certo dia, Luizinho, foi levado à presença da família Arão, cuja senhora havia perdido o seu único filho em acidente de moto. Inconsolada e atormentada pela tristeza e pela saudade, após as palavras que ouviu do amigo que ali estava, perguntou-lhe se o seu único filho pedisse uma moto de presente, se ele daria, mesmo depois de ter perdido uma filha “na mobilete”. Sem parar nem um segundo para pensar, Luizinho, respondeu que sim. Meses depois, Adriano pediu-lhe uma moto e seu pai atendeu-lhe o pedido, confiando sempre na vontade de Deus que está acima de tudo e de todos.

Há mais de 13 anos, Luizinho e Elzi dirigem a abençoada Casa Espírita em nossa cidade, doação realizada por Dr. João Santana de Melo Filho e sua esposa Márcia Santana. Admitiram a bondade da vida e, apesar dos contratempos, da experiência na qual o que era inicialmente uma desgraça, acabou se revelando uma bênção, passaram a distribuir respeito, fraternidade, generosidade, compaixão e muito amor a todos que ali frequentam.

Devotados divulgadores da Doutrina Espírita, trabalham, incansavelmente, na tarefa gloriosa da prática da caridade, do consolo aos aflitos, da abnegação e do amor ao próximo. São servidores fiéis e corajosos de Jesus, recebidos com muito respeito na casa de Chico Xavier, atualmente Museu, onde há vários registros do trabalho e da cidade de Três Lagoas. Vale ressaltar que a Rua Chico Xavier, localizada na Vila Guanabara, será local de filmagem para o filme que a Rede Globo realizará em homenagem e comemoração ao centenário do médium, no próximo ano, e a presença constante de trabalhadores da Doutrina na cidade, a convite do casal.

Ao longo destes 22 anos de saudade, Heleyne já enviou inúmeras cartas de conforto e de amor à sua família e nesta última não podemos deixar de comentar pontos de extrema importância para todos: a vida em família, as comemorações do coração,  a caridade e o respeito às religiões.

Nas palavras de Richard Simonetti, no livro Espiritismo, uma Nova Era, “quando os componentes de uma família dispõem-se a cultivar a boa palavra e as boas ações... quando se amam, se entendem, se respeitam... quando fazem de sua vida um empenho de aprendizado incessante e de exercício da caridade, uma luz espiritual acende-se no frontispício da casa, a anunciar que aquele lar está protegido pelas forças do Bem”. Devemos lembrar que o lar é a escola de aperfeiçoamento e de evolução, onde o Espírito marcha para a aquisição de mais amplos valores espirituais. De todos os institutos sociais existentes na Terra, a família é o mais importante, do ponto de vista dos alicerces morais que regem a vida.

É preciso caminhar, ampliar conhecimentos e aprimorar sentimentos. É importante que busquemos priorizar o desenvolvimento moral, procurando o verdadeiro sentido nas comemorações do plano terrestre, sem o apelo do consumismo e da exteriorização, felicitando os nossos corações através dos laços de amor.

O grande socorro espiritual para nossos corações está na prática da caridade. No Evangelho de Jesus há uma belíssima passagem: “a caridade é a virtude fundamental que deve sustentar todo o edifício das virtudes terrestres; sem ela, as outras não existem. Sem a caridade não há esperança num futuro melhor, nem interesse moral que nos guie; sem a caridade não há fé, porque a fé não é senão um raio puro que faz brilhar uma alma caridosa”. Devemos, sim, meditarmos, sentirmos e vivermos os princípios singelos mas essenciais da fraternidade em nossas vidas.

Por fim, Heleyne, em sua sensibilidade, nos alerta para que acima de tudo possamos nos fortalecer sempre em Deus, balsamizando e reforçando nossos corações para a luta diária em nossa jornada terrena. Nos faz meditarmos sobre o respeito a todas as religiões e a valorização de todos os esforços para a prática do bem, independentemente das explicações que recebem de suas religiões. São as divergências e o egoísmo que nos leva a imaginar que a nossa fé é a única e a verdadeira. Todas indicam caminhos para Deus e nos levam à luz interior quando ensinam o bem, a caridade, a reforma íntima e o amor. 

Diante de tão belas e profundas palavras de amor e conforto que recebemos de Heleyne neste mês, só nos resta agradecer à Providência Divina pela oportunidade de aprendizado e de amenizar a saudade dos nossos entes queridos: “A saudade que permanece em ti é uma prova do teu amor, mostrando-te a beleza do céu que procuras” (pelo espírito Adelino de Carvalho).

 

(*) Dra. Alessandra Fonseca Arantes

é Advogada e Articulista

 

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter: www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/05/2017 - 09h01
Heraldo Pereira e Bosco Martins: um breve reencontro entre amigos
04/05/2017 - 14h30
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte VI
02/05/2017 - 11h08
O poeta de Sobral
24/04/2017 - 09h53
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte V
20/04/2017 - 15h12
Adolescentes em risco de suicídio e o jogo da Baleia Azul
 
Últimas notícias do site
23/06/2017 - 16h02
TVE em Maracaju: governador Reinaldo e prefeito Maurílio Azambuja reativam sinal neste sábado
23/06/2017 - 14h16
Projeto de Moka quer acabar com distorção na disputa por vaga a pessoa com deficiência
23/06/2017 - 14h06
Fim de semana será de clima seco, com noites frias e tardes ensolaradas
23/06/2017 - 12h41
PMA autua pecuarista em degradar nascentes e dois córregos e áreas protegidas de matas ciliares
23/06/2017 - 10h35
Deputado Dr. Paulo Siufi solicita recolhimento de livro infantil que aborda incesto
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.