especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 19/05/2009 - 08h00

Economia se recupera e empregos formais voltam a crescer em abril




Por Em Questão

 

   O mês de abril apresentou saldo de 106.205 postos de trabalho com carteira assinada, 0,33% a mais do que o estoque apurado em março pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (M.T.E.). Esse é o melhor resultado desde setembro de 2008, quando a crise financeira internacional se agravou.

   Para o  ministro do Trabalho, Carlos Lupi, os dados indicam uma consolidação do quadro de recuperação do emprego, pois este é o terceiro mês consecutivo de expansão. “Na minha avaliação, vamos viver em 2009 o inverso de 2008. No ano passado, tivemos um início mais forte e, depois, a queda por conta da crise. Neste ano, tivemos um começo ainda impactado pela turbulência financeira internacional, mas já verificamos a recuperação” disse o ministro em Brasília, nesta segunda-feira (18).

   No acumulado do ano, o saldo é, pela primeira vez, positivo: 48.454 postos no primeiro quadrimestre de 2009, o equivalente a um crescimento de 0,15%, tomando como referência dezembro de 2008. Nos últimos 12 meses, o emprego formal apresentou crescimento de 2,08%, resultante da criação de 651.696 postos de trabalho. O número de admissões em abril foi de 1.350.446, o segundo maior da série do Caged, e o de desligamentos foi de 1.244.241, o maior da série histórica para o período - um aumento de 2,95% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Esse resultado indica, contudo, uma desaceleração em relação ao percentual de crescimento observado em 2008 (24,48%) em comparação a 2007. “Ouso prever que teremos uma geração de um milhão de postos até o final do ano e crescimento da economia de mais de 2%”, disse o ministro Carlos Lupi. O estoque de trabalhadores com carteira assinada no Brasil é de 32,04 milhões.

   Setores –  Serviços, Agricultura e Construção Civil foram as atividades que mais contribuíram para o saldo positivo no Caged de abril. Os dados mostram elevação do emprego quase generalizada. A única exceção foi o setor Extrativo Mineral, que teve perda de 582 postos de trabalho (-0,34%).

   No setor Serviços foram criados 59.279 postos, o quinto maior saldo da série para o período, representando uma elevação de 0,46% no estoque de emprego.

   A Agricultura, ao responder pelo incremento de 22.684 postos de trabalho, apesar de ter tido desempenho menor que o de 2008 (+38.627 postos ou +2,43%) deu continuidade ao processo de recuperação iniciado em fevereiro de 2009.

   A Construção Civil, com a geração de 13.338 postos (+0,68%), apresentou o quarto mês consecutivo de crescimento e o segundo melhor desempenho de 2009, superado apenas pelo ocorrido em março último (+16.123 postos ou +0,83%).

   A Indústria de Transformação, embora tenha apresentado relativa estabilidade, interrompeu a acentuada trajetória de fechamento de postos verificada nos cinco meses anteriores, apontando sensível melhora em relação a março último, cujo resultado foi a perda de 35.775 postos ou declínio de 0,49%.

   O setor Comércio, após quatro meses de resultados negativos, apresentou aumento de 5.647 postos de trabalho no contingente de assalariados com carteira assinada e a Administração Pública obteve uma expansão de 0,63%, resultante da geração de 5.032 postos de trabalho, o terceiro melhor resultado da série do Caged.

   Regiões – Em termos geográficos, quatro das cinco regiões tiveram saldos positivos: Sudeste (+99.065 postos ou +0,56%), Centro-Oeste (+19.402 postos ou +0,83%), Sul (+11.708 postos ou +0,20%) e Norte (+652 postos ou +0,05%). Apenas a Região Nordeste (-24.622 postos ou -0,52%) apresentou saldo negativo, embora em nível bastante inferior ao saldo do mês anterior (-40.208 postos ou -0,85%), devido à influência sazonal do complexo sucroalcooleiro.a

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/12/2017 - 07h44
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
30/11/2017 - 08h07
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
29/11/2017 - 08h34
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
27/11/2017 - 07h37
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
20/11/2017 - 07h56
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
 
Últimas notícias do site
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
11/12/2017 - 06h40
Semana começa sem chuva em boa parte de MS e máxima chega aos 38ºC
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.