zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 19/05/2009 - 07h35

Radar da Fiems aponta que indústria de MS tem a 2ª melhor geração de empregos do País




Divulgação




Por Daniel Pedra, da Assessoria de Comunicação e Marketing - Sistema FIEMS

Indústria de transformação abriu, de janeiro a abril, 3,7 mil novas vagas, o que representa quase 40% do total de postos de trabalho criados no Estado no ano

O Radar Industrial da Fiems aponta, com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego, que a indústria de transformação de Mato Grosso do Sul registrou a segunda melhor variação de geração de empregos do Brasil no ano, perdendo apenas para Goiás. Com 3.789 novas vagas abertas de janeiro a abril deste ano, o setor foi responsável por 39,6% do total de 9.564 empregos formais criados no Estado.

Segundo avaliação do Radar Industrial, esses dados indicam que, em relação ao último levantamento, uma expansão de 4,6 pontos percentuais na participação sobre o emprego total gerado em Mato Grosso do Sul. Em uma comparação com as demais Unidades da Federação constatou-se que a Indústria de Transformação em Mato Grosso do Sul ainda apresentou o 3º maior saldo de empregos criados em 2009.

O levantamento reforça, deste modo, a importância da manutenção de saldos positivos na criação de empregos, mesmo quando o ritmo diminui, sobretudo porque as perspectivas de reequilíbrio que se colocam diante das atividades produtivas, neste momento, caracterizam-se, por oscilações quanto à geração de novos postos de trabalho.

Ainda conforme o Radar Industrial, o setor registrou a abertura de 514 postos de trabalho em abril de 2009, o que demonstra que uma acomodação verificada na geração de postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul também se manifestou no segmento da indústria de transformação. Apesar do resultado ter sido o menor em 2009, ainda assim, em abril, foi o segundo maior saldo considerando todos os segmentos levantados, ficando atrás somente do setor de serviços com 747 novas vagas.

Dados gerais

No geral, o mercado de trabalho sul-mato-grossense apresentou em abril, comparativamente aos meses anteriores, uma acomodação na geração de novos postos de trabalho. Contudo, no primeiro quadrimestre de 2009 foram criadas 9.564 novas vagas, garantindo, deste modo, a Mato Grosso do Sul o 7º maior saldo na criação de novos postos de trabalho entre os Estados brasileiros e a 3ª maior variação relativa sobre o estoque de empregos formais (2,58%).

Todavia, o pequeno crescimento ocorrido em abril não deve ser tomado como indicativo de que a expansão do mercado de trabalho formal em Mato Grosso do Sul começa a apresentar seus limites. Pois, o resultado verificado no mês imediatamente anterior foi significativamente forte com a criação de 4.940 vagas, apontando para uma expansão de 124% sobre o saldo líquido de empregos formais verificados, na mesma comparação, sobre o período antecedente, quando haviam sido abertos 2.208 novos postos de trabalho.

Assim, considerando que os setores produtivos do Estado vinham se mantendo como geradores líquidos de postos de trabalho em 2009 o resultado observado em abril deve sugerir que, neste momento, houve apenas uma acomodação do ritmo expansão até então alcançado. Comportamento que pode ser tomado como normal dadas as oscilações que o ambiente econômico ainda apresenta, decorrentes de um período marcado pelo reequilíbrio das atividades produtivas.

Contudo, mesmo Mato Grosso do Sul apresentando um bom desempenho quando comparado com as demais Unidades da Federação, o comportamento do emprego formal no estado tende a apresentar, nos próximos meses, ofertas ligeiramente inferiores às apresentadas no primeiro quadrimestre do ano. No entanto, a acomodação ocorrida sugere que as contratações devem ter um espaço considerável de realização, sobretudo diante do fortalecimento dos sinais de recuperação no ritmo das atividades econômicas, expectativa que tem sido crescente entre os empresários, especialmente para o 2º semestre de 2009.

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/09/2017 - 07h47
UFMS abre inscrição para selecionar professores substitutos em 8 cidades
02/08/2017 - 07h44
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
09/06/2017 - 07h38
Ministério Público abre vagas de estágio para alunos de nível médio e superior
19/04/2017 - 16h55
Nota Oficial- Superintendência Regional do Trabalho em Campo Grande
11/04/2017 - 09h41
Tribunal Regional Eleitoral continua com inscrições para 24 vagas de estágio
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.