zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Sindicatos - 12/05/2009 - 07h38

Comerciários brasileiros e paraguaios ganham abaixo do mínimo na fronteira




Por Wilson Aquino


Comerciários brasileiros que trabalham em Pedro Juan Caballero (Paraguai) e paraguaios que atuam em Ponta Porã são discriminados por empresários dos dois países, que pagam menos que o salário mínimo vigente nos dois lados. A denúncia é do presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Ponta Porá e região, Divino José Martins. Para ele, a falta de fiscalização trabalhista (de ambos os lados) favorece essa irregularidade que ocorre há muitos anos.

Atualmente são mais de 100 brasileiros que trabalham no comércio paraguaio e a situação inversa é quase na mesma proporção, garante o sindicalista que tem procurado conscientizar pelo menos os empresários brasileiros a cumprirem a lei, mas em vão.

Divino Martins trouxe o problema para a Capital, ao presidente da Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Mato Grosso do Sul, Idelmar da Mota Lima, que pede maior empenho da Superintendência Regional do Trabalho na fiscalização na região de fronteira para inibir abusos dessa natureza.

Em Ponta Porã e em outras cidades de fronteira, empresários brasileiros sonegam também o registro em carteira de funcionários paraguaios. “Se a fiscalização não chega por aqui então os empresários deitam e rolam na ilegalidade”, critica o sindicalista.

Essa exploração da mão-de-obra brasileira e paraguaia, na opinião de Divino Martins, não se justifica porque o comércio está aquecido em ambos os lados da fronteira. “A crise mundial, que atingiu alguns segmentos no Brasil, não chegou, nem de longe, na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai”, explica. Ponta Porá emprega hoje em torno de 1.600 comerciários. “Entre eles, mais de 100 são paraguaios que não têm registro em carteira e recebem menos que o salário mínimo que é de R$ 460,00”, informou o sindicalista.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
06/10/2010 - 09h57
Greve dos bancários fecha 7.437 agências no País
01/10/2010 - 17h00
Com greve dos bancários, consumidor deve buscar alternativas para pagar contas, diz Procon
14/04/2010 - 15h45
Sindicatos industriais vão recorrer à Justiça para suspender pagamento do INSS sobre adicional de férias, auxílio-doença e auxílio-acidente
01/03/2010 - 15h09
Frigorífico de Nioaque pode fechar as portas, diz sindicalista
03/12/2009 - 08h29
Nova diretoria do Sindical assume com a proposta de atrair mais associados
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 15h06
Rádio Independente de Aquidauana recebe "Moção de Congratulação" do deputado estadual Paulo Siufi por processo de migração para FM
27/04/2017 - 15h03
Em MS, 27% dos contribuintes ainda não entregaram declaração do IR 2017
27/04/2017 - 07h10
Chuva em municípios de MS passou dos 50 mm e derrubou temperaturas
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.