zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Brasil - 17/04/2009 - 07h22

“Pobres fazem parte da solução da crise”, afirma o ministro Patrus Ananias

A declaração foi feita durante o Fórum Econômico Mundial sobre a América Latina, que ocorre na capital fluminese




Por Assessoria de Imprensa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome


           Ao participar, como convidado, do Fórum Econômico Mundial sobre a América Latina – que está acontecendo no Rio de Janeiro (RJ) – o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, ressaltou, nesta quinta-feira (16),  que “os pobres fazem parte da solução da crise”. Para o ministro, o desenrolar da crise tem demonstrado que os menos favorecidos não são os causadores das turbulências econômicas e acrescentou:  “o Estado tem responsabilidade no resgate das populações pobres”.

            Durante a mesa “América Latina: Recessão Econômica e Distribuição de Renda”, o Ministro fez uma rápida explanação sobre os programas gerenciados pela Pasta, explicou que as ações sociais são administradas de forma integrada entre os próprios programas, interministerialmente e com a cooperação entre as esferas federal, estadual e municipal. Patrus Ananias lembrou ainda, aos participantes, que mesmo neste momento de crise o orçamento do Ministério é de cerca de R$ 33 bilhões.

            Também integrante da mesa, a vice-presidente para a América Latina e Caribe do Banco Mundial, Pamela Cox, disse que a crise está afetando diretamente a classe média, mas que os pobres estão sendo protegidos por redes de proteção social. “O programa do governo brasileiro, Bolsa Família, é um exemplo desta rede”, destacou. Para o presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht,  as ações sociais das empresas somadas às parcerias governamentais são importantes para a superação deste momento. “Nós e o Ministério do Desenvolvimento Social assinamos acordo para capacitar 10 mil beneficiários do Programa Bolsa Família para as obras de construção da Usina Hidrelétrica Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia”.

            Ao final dos debates, Patrus Ananias enfatizou a importância da manutenção dos programas sociais como forma de ajudar o País a enfrentar e superar a crise. O Ministro teve sua fala acentuada por Ricardo Young, presidente do Instituto Ethos, que salientou: “Se os recursos financeiros investidos nesta crise fossem investidos no combate à pobreza, não haveria mais pobreza no mundo”.

            O Fórum - O evento foi aberto na quarta-feira (15), na capital do Rio de Janeiro, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até a próxima sexta-feira (17),  líderes empresariais, políticos, acadêmicos e representantes de mídia de 35 países têm discutido como a América Latina está enfrentando a crise econômica, com base em cinco pilares: Respondendo de Forma Proativa à Desaceleração Econômica; Construindo Relações entre Regiões; Integração para Construir um Futuro Melhor; Políticas Públicas para Crescimento Sustentável; e Desafios e Oportunidades para um Ciclo de Desenvolvimento Verde. Estão sendo discutidos temas diversos como relacionamento com os Estados Unidos na administração Barack Obama e com países da Ásia e Oriente Médio, políticas climáticas, futuro de recursos não renováveis, bioenergia, redes de transporte terrestre, mídia e tecnologia da informação.

          O Brasil tem sido considerado modelo de progresso social em função de programas como o Bolsa Família, que beneficia 11,1 milhões de famílias com transferências que variam de R$ 20 a R$ 182 reais. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome tem previsão de investimentos, neste ano, de aproximadamente R$ 33 bilhões para iniciativas de transferência de renda, assistência social e segurança alimentar e nutricional.

 

André Carvalho e Roberta Caldo

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
11/10/2017 - 08h00
Horário de verão 2017 começa neste domingo; moradores de 10 estados e DF devem adiantar relógio em 1 hora
14/09/2017 - 10h20
'Geladeira solidária' disponibiliza alimentos de graça em São Carlos, SP
04/08/2017 - 08h50
Luiz Melodia morre aos 66 anos, em decorrência de câncer de medula
24/04/2017 - 10h39
Corpo do cantor Jerry Adriani é velado no Rio
 
Últimas notícias do site
18/10/2017 - 16h10
Local de prova do Enem será divulgado na sexta a partir das 10h, diz Inep
18/10/2017 - 16h10
Central 0800 permite solicitação de serviços referentes à iluminação pública
18/10/2017 - 16h05
Corumbá: Estudantes devem fazer rematrícula para vaga na Rede Municipal de Ensino
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
18/10/2017 - 10h57
PMA prende foragido da justiça durante fiscalização
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.