especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 16/04/2009 - 07h30

Emprego cresce com 35 mil novas vagas em março




Por Em Questão

 

    Pelo segundo mês consecutivo, houve crescimento do emprego formal no Brasil. Em março, o número registrado foi 0,11% maior que o do mês anterior, o que representa a geração de 34.818 postos de trabalho. A trajetória de crescimento foi iniciada em fevereiro, revertendo o quadro negativo dos três meses anteriores. O melhor resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2009 foi divulgado nesta quarta-feira (15) pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi.

   O número de admissões em março foi de 1.419.511, o segundo maior da série do Caged para março. O recorde anterior ocorreu em março de 2008, com 1.433.140 admissões. Nos últimos 12 meses, o emprego formal teve elevação de 2,7%, resultante do acréscimo de 840.013 postos de trabalho.

   "Como eu já previa no início do ano, março está sendo o mês da virada. O Brasil está mostrando a força da sua economia, sobretudo de seu mercado interno. Portanto, minha perspectiva para abril segue sendo otimista, com a recuperação também dos setores mais voltados para a exportação", afirmou Lupi.

   Setores - A expansão do emprego foi quase generalizada em março. Dos os oito grandes setores de atividade econômica, apenas a Indústria de Transformação e o Comércio registraram desempenho negativo no mês. Serviços, Construção Civil, Agricultura e Administração Pública foram os destaques positivos.

   O setor de Serviços gerou 49.280 postos, crescimento de 0,39%. Este foi o quarto melhor saldo da série histórica do Caged para o período. O desempenho positivo decorreu do aumento de cinco dentre os seis ramos que integram o setor, com destaque para Ensino (+19.143 postos ou +1,58%), Serviços de Comércio e Administração de Imóveis (+16.956 postos ou +0,50%) e Serviços Médicos e Odontológicos (+5.566 postos ou +0,42%).

   Na Construção Civil, foram criados 16.123 postos (+0,83%), uma reação em relação ao mês de fevereiro (+2.842 postos ou +0,15%). O setor da Administração Pública obteve saldo recorde para o período, com aumento de 7.141 empregos (+0,90%), e o setor da Agricultura assinalou uma melhora em relação ao resultado de fevereiro (+957 postos ou +0,06%), com elevação de 0,47% decorrentes da criação de 7.238 empregos no mês de março.

   Até mesmo as áreas que mantiveram a trajetória negativa apresentaram redução no ritmo de queda. Foi o caso da Indústria de Transformação, que, em março, caiu 0,49%, queda menor que a de fevereiro, 0,77%. As exceções ficaram por conta da Indústria de Produtos Minerais não Metálicos e da Indústria de Papel Papelão, nas quais a queda foi maior que a do mês anterior.

    Regiões - No recorte geográfico, os dados mostram expansão do emprego em três regiões: Sudeste (+50.277 postos ou +0,28%), Sul (+15.283 postos ou +0,26%) e Centro-Oeste (+15.067 postos ou +0,65%); e redução em duas: Nordeste (-40.208 postos ou -0,85%), por motivos sazonais relacionados ao complexo sucroalcooleiro, e Norte (-5.601 postos ou -0,43%). Nos estados, os bons resultados chegaram, pela primeira vez no ano, São Paulo, (+34.231 postos ou +0,33%), e Minas Gerais (+9.399 postos ou +0,28%). Os estados vinham de quatro e cinco meses de queda consecutiva, respectivamente.

   O que é o Caged - O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados foi criado pelo Governo Federal, por meio da Lei nº 4.923/65, que instituiu o registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT. O cadastro serve como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais. É utilizado, ainda, pelo Programa de Seguro-Desemprego, para conferir os dados referentes aos vínculos trabalhistas, além de outros programas sociais. Os dados são divulgados mensalmente pelo MTE.


Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/12/2017 - 07h44
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
30/11/2017 - 08h07
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
29/11/2017 - 08h34
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
27/11/2017 - 07h37
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
20/11/2017 - 07h56
Confira as vagas de emprego disponíveis na Casa do Trabalhador de Aquidauana
 
Últimas notícias do site
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
11/12/2017 - 06h40
Semana começa sem chuva em boa parte de MS e máxima chega aos 38ºC
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.