zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 01/09/2008 - 15h10

Setembro é o mês em que aumenta o tráfico de aves silvestres




Divulgação

Por Lucineia Ramos/Notícias MS

        O mês de setembro é o período de reprodução das aves, fase que se estende até janeiro. É também o período em que aumenta o tráfico destes animais e por conseqüência cresce o número de apreensões. De acordo com Élson Borges, biólogo do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), os traficantes têm preferência pelos filhotes porque é mais fácil domesticá-los. 

        Na fauna sul mato-grossense existem mais de quinhentas espécies. As aves mais perseguidas pelos criminosos são papagaios e araras. Na região sudeste do Estado há grande apreensão de curiós, canários e bicudos. Na semana passada, a Polícia Militar Ambiental (PMA) apreendeu 50 curiós e bicudos que seriam vendidos no mercado negro. A pessoa autuada em flagrante deve responder por crime ambiental. Nesta segunda, o Cras recebeu mais 15 aves, grande parte de espécies raras e em extinção, vieram de Três Lagoas e devem ficar sob os cuidados dos biólogos.

 

      A multa para quem comete esse tipo de crime é de quinhentos reais. Em caso de animais em extinção, como o bicudo, esse valor sobe para 5 mil reais. A pena prevista é de até 5 anos de detenção em regime fechado.

 

     Grande parte das aves silvestres apreendidas pela PMA precisa de cuidados especiais e são encaminhados para o Cras, onde recebem tratamento adequado para voltar ao habitat natural, sendo devolvidos a natureza. Hoje, o Centro de Reabilitação tem cerca de 350 aves em recuperação, de canários a papagaios.

 

    As práticas desse crime ambiental podem ser denunciadas a Polícia Militar Ambiental, a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat) ou ainda ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
25/05/2017 - 08h51
'Árvore de tucanos' é paisagem diária para casal de aposentados de MS
24/05/2017 - 14h08
Cheia se consolida e rio Paraguai mantém há 24 dias mesmo volume de água
18/05/2017 - 15h17
Cartilha informa pescadores e turistas sobre legislação e regras de pesca em MS
08/05/2017 - 09h13
Projeto Arara Azul é finalista em prêmio nacional
05/05/2017 - 06h08
Rota das Monções: passeio em MS para conhecer exploração dos índios e do ouro no século XVII
 
Últimas notícias do site
26/05/2017 - 12h16
Projeto prevê salas de amamentação em shoppings, aeroporto e igrejas
26/05/2017 - 11h48
Polícia Militar capturou quatro foragidos da justiça nos últimos dias
26/05/2017 - 10h59
PMA apreende meia tonelada de pescado e aplica R$ 33 mil em multas
26/05/2017 - 10h20
Fim de semana em MS tem eventos gratuitos na capital e no interior
26/05/2017 - 09h25
7º Batalhão da PM fecho o cerco contra assaltos à bancos
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.