zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 24/03/2009 - 09h45

Agronegócio, um setor acostumado às crises




Por Ademar Silva Junior (*)

 

Ligar a TV ou ler os jornais é se certificar de todo o terror que a crise econômica financeira traz à população brasileira. Os produtores rurais, naturalmente, também sentem o mal estar que a retração econômica traz ao setor. Mas a experiência com as dificuldades faz do pecuarista e do agricultor um profissional já acostumado às crises.  

Por outro lado, a crise econômica, que já virou jargão na imprensa, impacta o agronegócio e nenhum setor está preparado. O agronegócio brasileiro tem características ímpares em relação aos outros setores. A produção agropecuária é um elo da cadeia produtiva que não tem condição de agregar valor ao seu produto. O produtor rural não é um formador de preço e sim um tomador. A pergunta do vendedor na negociação é a de quanto os compradores pagam pelo nosso produto?

Essa relação de mercado que prejudica os empreendedores do agronegócio é sentida principalmente na relação com os frigoríficos. O elo frágil nessa cadeia, a produção, agoniza ainda mais quando as grandes indústrias de carne fecham as portas. Com o produto já entregue, o recebimento é incerto e o prejuízo é sempre do produtor.

Outra dificuldade que agrava mais ainda o momento que a produção rural vive é a escassez de crédito em todo o mundo. No Brasil, faltam políticas públicas para resolver o problema crônico de endividamento. Mesmo batendo recordes em produção nos últimos 30 anos, é difícil fazer renegociação das dívidas do passado para que o produtor possa efetivamente manter crédito para aquela safra e continuar plantando.

Os governos já reconheceram que os sistemas montados estavam errados e falidos. O nível de endividamento e de risco que temos hoje na agricultura faz com que os bancos, mesmo que queiram emprestar, não possam mais porque estão engessados pela legislação. O que precisa ser feito é a isenção total das dívidas do passado, como já foi feito para outros setores, injeção de dinheiro, como estamos vendo no setor automobilístico, e nos bancos.

Um exercício de desprendimentos para os governos: essa é a hora de cortar custos e dar eficiência à maquina administrativa, e não onerar o contribuinte com mais impostos para fazer caixa. No meio de uma crise, o Estado e a União não devem transferir sua ineficiência para o setor produtivo, seja ele o agronegócio, a indústria ou o comércio e até mesmo à população.

 

Além da crise, o produtor lida com problemas de questões climáticas, indígenas, ambientais, de custo de produção. A todo momento, somos surpreendidos com exigências e solicitações que dificultam a gestão do negócio, já abalado pela carga tributária e o mau humor do mercado. A agropecuária está acostumada às crises, e sabe gerenciá-las. Temos conhecimento no assunto, por isso conseguimos obter soluções práticas melhor do que os outros setores. Os investimentos que a crise levou, certamente voltarão ao Estado. Experiência de um produtor que observou várias tempestades que atingiram o campo, e se foram, deixando o setor ainda mais resistente.

 

(*) Ademar Silva Junior

Presidente da FAMASUL

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
24/07/2017 - 09h01
Atentado à Vida de Plácido de Castro
22/05/2017 - 09h01
Heraldo Pereira e Bosco Martins: um breve reencontro entre amigos
04/05/2017 - 14h30
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte VI
02/05/2017 - 11h08
O poeta de Sobral
24/04/2017 - 09h53
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte V
 
Últimas notícias do site
27/07/2017 - 08h28
PMA prende e autua assentado por exploração e furto de madeira de lei
27/07/2017 - 07h16
Rádios do MT e MS assinam contrato para funcionar em FM
27/07/2017 - 07h00
Em Campo Grande, ministro autoriza migração de 36 emissoras AM para FM
27/07/2017 - 06h15
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
27/07/2017 - 06h01
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.