especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Carnaval - 27/02/2009 - 12h35

Bombeiros apresentam resultado da Operação Carnaval




Por Karina Lima, do Notícias MS

 

O Corpo de Bombeiros divulgou o balanço das atividades desenvolvidas durante o feriado de carnaval. Em comparação com o ano passado, quando a corporação atendeu 1115 ocorrências em todo o Estado, houve uma redução de 11% nos atendimentos. Este ano, os bombeiros atenderam 1021 ocorrências em todo o Estado. Apesar de pequena, essa redução mostra que as pessoas estão mais conscientes dos riscos de pular carnaval sem moderação. “A conscientização dos foliões está intimamente ligada à diminuição dos acidentes no carnaval, já que muitas pessoas assimilaram os riscos de beber em excesso, que é a causa de grande parte das ocorrências”, afirma o tenente Pablo Diego, chefe do Setor de Comunicação dos Bombeiros. No período de carnaval, aumentam atendimentos relacionados a bebidas, como ferimentos por arma branca ou arma de fogo e também acidentes de trânsito.

          Para garantir a segurança da festa nestes cinco dias, os bombeiros trabalharam com um efetivo de 200 militares por dia no Estado, atendendo também as cidades que ainda não possuem um quartel do Corpo de Bombeiros, como Bonito e Rio Verde de Mato Grosso. De acordo com o tenente Pablo, o número de militares foi suficiente porque a corporação já vinha fazendo um trabalho preventivo em escolas e na comunidade antes do carnaval. “A prevenção é muito importante para as pessoas se conscientizarem que carnaval não combina com tragédias nem com acidentes”, alerta.

          Atendendo uma média de 204 ocorrências por dia em todo o Estado durante o feriado, os bombeiros registraram uma diminuição nos acidentes de trânsito urbano em relação ao ano passado. Em 2008, foram 168. Já em 2009, esse número caiu para 119, ou seja, ocorreu uma redução de 14%. Além de a fiscalização ter sido maior, outro fator que contribuiu para isso, segundo o tenente Pablo, foi que as pessoas estão adquirindo uma noção de responsabilidade cada vez mais apurada. Por outro lado, ferimentos por arma branca, como facas e objetos pontiagudos, tiveram um aumento de 50%. Este ano foram 28 casos, enquanto no ano passado esse número foi de 14 atendimentos. Essas situações estão relacionadas principalmente ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas, que muitas vezes são vendidas inclusive a menor de idade. “Havendo um controle maior em relação à venda de bebidas alcoólicas, com certeza esses casos diminuiriam significativamente. Além disso, as pessoas precisam saber beber com moderação”, lembra.

          Já as agressões físicas, geralmente decorrentes de brigas, tiveram uma queda de 12% em relação ao total do ano passado. Esse ano foram 44 casos, contra 55 no ano anterior. Os casos envolvendo armas de fogo se mantiveram estabilizados em 8 ocorrências. Os incêndios diversos tiveram um aumento, sendo 29 no ano passado e 37 neste ano.

          Outro dado preocupante foi que o Corpo de Bombeiros atendeu 25 casos de alcoolismo agudo durante os cinco dias de carnaval. O tenente Pablo considera esse número alto e alerta para os riscos desses casos evoluírem para morte. “Em algumas situações, o coma alcoólico pode desencadear uma parada cardio-respiratória e ocasionar a morte dessas pessoas. Então o risco existe e é importante saber moderar”, observa.

          Este ano, a corporação realizou 22 vistorias técnicas inopinadas – aquelas nas quais os locais não são avisados antes da vistoria – em locais que realizaram o carnaval. Os casos de emergência clínica – os quais englobam atendimentos pré-hospitalares diversos – foram 87 durante os cinco dias. De acordo com o tenente, o balanço da Operação Carnaval foi positivo em virtude da redução geral nos atendimentos e também da queda específica de alguns tipos de ocorrências em relação ao ano passado.

CBM/MS

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
01/03/2017 - 08h58
Estas 5 dicas vão ajudar você a driblar de vez a ressaca após o Carnaval
24/02/2017 - 09h50
Tradicional bloco Flor de Abacate homenageará o dentista Aziz Yunes
24/02/2017 - 09h40
Com mensagem de paz, Corte de Momo assume comando do carnaval em Corumbá
24/02/2017 - 08h40
Governo presente: nas ruas, bloco do Detran faz o carnaval da vida
23/02/2017 - 09h15
Cuidados com a rede elétrica durante o Carnaval
 
Últimas notícias do site
23/11/2017 - 15h48
Em Brasília, prefeito viabiliza recursos para Corumbá e busca apoio para curso de Medicina
23/11/2017 - 15h31
No Ministério do Turismo, prefeito discute liberação de verbas para distrito turístico
23/11/2017 - 14h46
Corumbá comemora neste dia 23 o Dia Municipal da Cultura
23/11/2017 - 14h26
PMA prende e autua em R$ 60 mil trio de pescadores no rio Paraguai
23/11/2017 - 08h46
Durante fiscalização PMA apreende caminhão com uma tonelada de agrotóxico
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.