especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Carnaval - 24/02/2009 - 08h02

Fantasia dos caboclos de lança pode custar até R$ 1 mil




Por Ivy Farias, da Agência Brasil

 

Quando ecoam, os tambores do maracatu rural, típico de Pernambuco, não deixam dúvidas: é carnaval em Nazaré da Mata, cidade a cerca de 65 quilômetros de Recife (PE). Além do ritmo, o carnaval do município é conhecido pelas figuras folclóricas que desfilam pelas ruas com roupas coloridas. Além do rei e da rainha, o maracatu rural é marcado pela presença do caboclo de lança, fantasia colorida, repleta de tiras de papel celofane e lantejoulas.

Apesar de ser uma tradição popular, a festa custa caro: uma fantasia de caboclo pode custar até R$ 1 mil. Um cocar usado pelos caboclos que homenageiam os índios chega a valer R$ 500. "Cada pena de pavão custa R$ 1", conta Sergio José da Costa. Ele diz que usa aproximadamente 500 penas para compor um cocar. "Compro tudo em Recife ou Caruaru porque aqui não vende".

Os caboclos confeccionam sua própria fantasia, reduzindo os custos com a produção. O material, porém, tem seu preço. "Mas não sai do bolso deles, que realmente não têm condições", explica Severino Herculano Chaves, diretor de Cultura da prefeitura de Nazaré da Mata. "Todas as agremiações de Nazaré da Mata ganham entre R$ 2 mil e R$ 3 mil para fazer as fantasias". Os grupos de maracatu que vêem de outras cidades ganham um cachê de R$ 250. "Este dinheiro vem do governo do estado".

As fantasias são renovadas ano a ano. "Os caboclos são vaidosos e gostam de inovar no visual".

Se o dinheiro é suficiente para as fantasias, não é para fazer a festa dos cablocos, que pedem dinheiro aos turistas. "Eles são cortadores de cana, gente simples que vem da zona rural. Eu sou de lá e sei que não é fácil. Eles acabam não tendo dinheiro para brincar ou beber, por isso pedem", afirma Chaves.

Segundo ele, é preciso que haja um programa completo, como há no Rio de Janeiro, para que os caboclos criem suas fantasias e também movimentem recursos na economia, como oficinas de costura próprias para o carnaval.

A merendeira Maria Silva não cobra nada para fazer as roupas dos reis e rainhas do maracatu: "Adoro o carnaval, faço parte do maracatu, então costuro de graça". Ela conta que passa o ano inteiro confeccionando as fantasias em suas horas vagas. "Infelizmente, não tenho como fazer tudo de uma vez".

Segundo a costureira, "as roupas devem ser muito lindas. A do rei e da rainha, que são mais elaboradas, dão um gasto de uns R$ 500 em material. O chefe do grupo compra os tecidos e traz para eu costurar. Chego a dormir em cima da máquina, mas faço questão de que fique tudo bonito ".

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
12/02/2018 - 09h42
Corumbá: Cultura, religião e críticas à corrupção marcam desfile das escolas de samba
11/02/2018 - 13h23
Domingo é dia de Carnaval com entrada gratuita em MS
09/02/2018 - 15h13
Prefeitura de Corumbá aposta em tecnologia e leva conceito de cidade inteligente para o maior carnaval do Estado
02/02/2018 - 10h40
Pantal Folia: inscrições abertas para concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval de Aquidauana
25/01/2018 - 08h00
Carnaval de Corumbá: LIESCO estabelece premiação em dinheiro para as melhores escolas de samba
 
Últimas notícias do site
23/02/2018 - 10h25
Corumbá: Prefeito faz balanço dos 100 dias de gestão e apresenta ações para 2018
23/02/2018 - 07h20
Prefeito Marcelo Iunes e Clube de Desbravadores Formigas de Corumbá ajudam ribeirinhos de Aquidauana e Anastácio com campanha de arrecadação de donativos
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.