zap
GOV EMPREGO 22-06
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Sindicatos - 09/02/2009 - 14h00

Trabalhadores rejeitam pacto e as negociações serão setorizadas




Divulgação

Por Wilson Aquino

 

 

Trabalhadores do setor industrial rejeitaram o pacto intersindical pelo emprego, proposto pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS), que previa a formação do banco de horas e a redução salarial em 25% e da jornada de trabalho na mesma proporção. A decisão, tomada por unanimidade por sindicatos, federações e centrais sindicais, foi apresentada hoje pela manhã durante a segunda e última reunião no Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, que procurou intermediar o assunto a pedido da FIEMS.

As negociações, a partir de agora, serão setorizadas, ou seja, entre a federação patronal e sindicatos e federações específicos de cada segmento da indústria. O presidente da FIEMS, Sérgio Longen mostrou-se aborrecido com a decisão dos trabalhadores de não fecharem um acordo geral preventivo à crise que certamente, segundo ele, já estaria se instalando no Estado.

Durante a reunião nesta manhã, que começou às 9 horas, presidida pelo desembargador Ricardo Zandona, presidente do TRT/MS, a entidade patronal foi criticada por diversos sindicatos e federações de trabalhadores por nunca ter concedido qualquer benefício ao trabalhador, nos tempos de “vaca gorda”, que não estivessem estritamente previstos na CLT. “A FIEMS nunca negociou qualquer benefício ao trabalhador que não estivesse previsto em lei”, criticou José Roberto Silva, presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Mato Grosso do Sul – FTI/MS.

A sindicalista Maria Alaíde dos Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Vestuário também teceu duras críticas à classe patronal. Segundo ela, o piso salarial do setor é de R$ 460,00, abaixo do novo mínimo, hoje fixado em R$ 465,00. “Como podemos falar em redução salarial em 25% se a federação nunca concedeu aumento real além da reposição da inflação acumulada no ano?”. Além disso, segundo ela, o setor de confecção em MS está bem aquecido. “Não temos crise nesse nessa área. Pelo contrário, estamos crescendo”, comentou.

Apesar de não aceitarem o pacto intersindical, as lideranças de sindicatos, federações e centrais sindicais prometem continuar o trabalho começado pelo TRT e criar uma “espécie” de Câmara Setorial para acompanhar o desempenho da indústria local, com a participação e apoio do Estado e prefeituras. Caso seja necessária a intervenção em alguma área em que por ventura empresários estejam querendo se aproveitar de uma falsa crise, os sindicalistas vão intervir e denunciar.

O presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB, Samuel da Silva Freitas; da Força Sindical, Idelmar da Mota Lima e da Central Única do Trabalhador – CUT, Alexandre Costa, querem manter a união das entidades na luta pelos interesses dos trabalhadores, combatendo principalmente o desemprego. Eles resolveram reunir as lideranças sindicais na quarta-feira (11) às 14 horas na sede do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Campo Grande (Rua Maracaju, 878) para discutir o rumo que deverão dar na continuidade dessa luta que não termina hoje pelo movimento sindical.

As Convenções Coletivas de Trabalho fechadas por sindicatos e federações de trabalhadores, com a FIEMS, começam a partir desta semana. Algumas delas têm data base já  em 1º de abril.  

Entre os presentes à reunião de hoje, estavam os sindicalistas: José Lucas da Silva, presidente da Federação Interestadual de Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias – Feintramag e coordenador geral do FST/MS (Fórum Sindical dos Trabalhadores de MS); Rinaldo Salomão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação de Campo Grande região; Vilson Guimenes, presidente da Federação dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação de Mato Grosso do Sul – FTIA/MS; Oviedo Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Fabricação do Açúcar e do Álcool de Rio Brilhante e região; Estevão Rocha, vice-presidente da Força Sindical e Paulo Benites, diretor da Força Sindical.

 

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
06/10/2010 - 09h57
Greve dos bancários fecha 7.437 agências no País
01/10/2010 - 17h00
Com greve dos bancários, consumidor deve buscar alternativas para pagar contas, diz Procon
14/04/2010 - 15h45
Sindicatos industriais vão recorrer à Justiça para suspender pagamento do INSS sobre adicional de férias, auxílio-doença e auxílio-acidente
01/03/2010 - 15h09
Frigorífico de Nioaque pode fechar as portas, diz sindicalista
03/12/2009 - 08h29
Nova diretoria do Sindical assume com a proposta de atrair mais associados
 
Últimas notícias do site
23/06/2017 - 16h02
TVE em Maracaju: governador Reinaldo e prefeito Maurílio Azambuja reativam sinal neste sábado
23/06/2017 - 14h16
Projeto de Moka quer acabar com distorção na disputa por vaga a pessoa com deficiência
23/06/2017 - 14h06
Fim de semana será de clima seco, com noites frias e tardes ensolaradas
23/06/2017 - 12h41
PMA autua pecuarista em degradar nascentes e dois córregos e áreas protegidas de matas ciliares
23/06/2017 - 10h35
Deputado Dr. Paulo Siufi solicita recolhimento de livro infantil que aborda incesto
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.