zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 04/02/2009 - 09h40

CRAS tem agenda de soltura de animais cheia até maio




Fotos: Fabio Pellegrini




Por Fabio Pellegrini, do Notícias MS

Após bater o recorde de animais silvestres recepcionados em 20 anos de existência, os funcionários do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) começaram o ano com a agenda lotada de trabalho. Na semana passada, pouco mais de 40 papagaios, um bugio e um veado foram levados a uma fazenda no meio do Pantanal e foram reintroduzidos na natureza.

A estimativa é que pelo menos 35 papagaios sejam devolvidos semanalmente à natureza ao longo de quatro meses. A zootecnista Ana Paula Felício coordenou o processo de soltura e afirmou que outro grupo de funcionários do CRAS já está fazendo mais uma soltura esta semana no Recanto Ecológico Rio da Prata e no Buraco das Araras em Jardim.

“São papagaios de duas espécies diferentes e também jabutis que estão voltando para onde não deveriam ter saído: a natureza”, diz ela. “Aqui no CRAS, não tem férias!”, brinca Ana Paula, explicando que ao mesmo tempo que uns animais estão sendo soltos desde o início do ano, outros já estão chegando: “Capivaras, periquitos, araras, tucanos, aves selvagens, tamanduás que apareceram em ambiente urbano, foram capturados e encaminhados para cá”.

 

No ano passado o centro recebeu 2.626 animais, 75% a mais que a média dos cinco anos passados, que era de 1.500 animais por ano. Em 20 anos de existência, o CRAS já recebeu mais de 24 mil animais oriundos do tráfico, atropelamentos, aparições em áreas urbanas, entre outros motivos. Devido ao grande número de animais recepcionados, o governo estadual teve de construir um novo recinto para as aves.

Monitoramento

Após a liberação dos animais na natureza, eles são monitorados diariamente por mais alguns dias. Em seguida, técnicos ambientais fazem visitas mensais às fazendas, por um período de um ano, colhendo informações.

O monitoramento consiste na observação das reações dos animais em relação à aproximação de predadores e do instinto de caça e alimentação, uma vez que até então eram alimentados pelos tratadores do CRAS.

“As solturas são feitas com o maior rigor técnico e estamos provando, através de pesquisas, que a soltura tem resultados positivos”, explica o coordenador do CRAS, Vinicius Andrade Lopes. As solturas se dão em 150 fazendas do Estado.

Visitação

Aos interessados em conhecer o trabalho desenvolvido no centro, as visitações são realizadas às terças-feiras, quintas-feiras e sábados, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas, por grupos de até 15 pessoas. Os visitantes são acompanhados por um guia capacitado, que explana noções de educação ambiental, as consequências negativas do tráfico de animais silvestres, assim como o trabalho desenvolvido no CRAS.

É necessário agendar o passeio com antecedência pelo telefone (67) 3326-1370. Recomenda-se o uso de calças compridas e tênis fechado. É cobrada uma taxa de R$ 8,00 por pessoa, sendo que estudantes pagam metade do preço. O valor é revertido para a preservação e manutenção da área, de acordo com o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), já que o centro encontra-se dentro do Parque Estadual do Prosa. Escolas públicas são isentas da taxa.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
NatashaTib, em 17/01/2012 - 23h04

onde livre xrumer 7.0.10 ELITE?? Envie-me por favor URL!!!

thesunshining, em 15/11/2010 - 19h01

Hi, today is a beautiful day in my life. I saw a first snow in this year and I save this photo for all people in the World!

vincent kurt lo, em 15/02/2009 - 06h43

Parabéns pela reportagem e aos técnicos envolvidos na devolução dos poucos animais recuperados do trafico. Vendo esses trabalhos, dá mais vontade ainda de fazer turismo na região.

crasron, em 05/02/2009 - 11h16

estamos trabalhando em parceria com o Ibama, na recuperação de animais silvestres e posterior soltura.necessito de informações para a legalização do clube.

 
Últimas notícias do canal
22/06/2017 - 15h50
Cães para adoção serão vacinados gratuitamente nesta sexta
21/06/2017 - 13h32
Coordenador ambiental alerta sobre incêndios florestais no inverno em MS
21/06/2017 - 11h16
Monumento natural que funciona como balneário ganha plano de manejo em Bonito, MS
09/06/2017 - 08h40
Moradores transformam terreno baldio em horta comunitária em MS
08/06/2017 - 15h42
Dourado está para os rios como onça para o Pantanal, compara pesquisador
 
Últimas notícias do site
23/06/2017 - 16h02
TVE em Maracaju: governador Reinaldo e prefeito Maurílio Azambuja reativam sinal neste sábado
23/06/2017 - 14h16
Projeto de Moka quer acabar com distorção na disputa por vaga a pessoa com deficiência
23/06/2017 - 14h06
Fim de semana será de clima seco, com noites frias e tardes ensolaradas
23/06/2017 - 12h41
PMA autua pecuarista em degradar nascentes e dois córregos e áreas protegidas de matas ciliares
23/06/2017 - 10h35
Deputado Dr. Paulo Siufi solicita recolhimento de livro infantil que aborda incesto
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.