zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 03/02/2009 - 16h17

Aumento do seguro-desemprego é menor que o da cesta básica, diz Dieese




Por Lisiane Wandscheer, da Agência Brasil


O reajuste do seguro-desemprego, de 12,048% para 2009, publicada no Diário Oficial da União de ontem (2), é menor que o aumento da cesta básica na maior parte da capitais analisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), no ano de 2008. A informação é do supervisor do escritório regional da entidade, em Brasília, Clóvis Scherer.

De acordo com o economista, das 17 capitais pesquisadas, apenas em cinco delas (Belém, Goiânia, São Paulo, Belo Horizonte e Aracaju) o custo dos alimentos essenciais foi inferior ao aumento do seguro-desemprego. Na capital federal, por exemplo, a cesta básica em dezembro de 2008, ficou em R$ 236,15, o que significa uma elevação de 22,21% em relação ao mesmo período do ano anterior, que foi de R$ 193,23.

Segundo Scherer, com o valor médio do benefício do seguro-desemprego informado pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, de R$ 564,40, pode-se comprar, em Brasília, 2,39 cestas básicas, ou 342 litros de leite ou 119 quilos de feijão ou ainda 96 quilos de pães.

A Resolução nº 587, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), definiu que, com o reajuste, o menor valor pago ficará em R$ 465,00 e o maior será R$ 870,01.

Ainda segundo o Dieese, o tempo médio que um trabalhador fica desempregado é de 62 semanas, ou seja, por mais de 15 meses, enquanto o pagamento é feito por no máximo cinco meses. O aumento do auxílio-desemprego é sempre vinculado ao do salário mínimo. Todos as parcelas são pagas com base no aumento, independente da data em que o trabalhador entrou com o pedido.

Foram corrigidas também as faixas de enquadramento para o cálculo do valor do benefício, que depende do salário médio dos últimos três meses trabalhados. Quem ganhou até R$ 767,60 receberá 80% de seu salário médio. O trabalhador que recebeu um salário médio entre R$ 767,71 e R$ 1.279,46 receberá 50% do montante do salário médio que exceder os R$ 767,60, acrescido de um valor fixo de R$ 614,08. Quem ganhou na média mais do que R$1.279,46 receberá R$ 870,01.


Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
19/04/2017 - 16h55
Nota Oficial- Superintendência Regional do Trabalho em Campo Grande
11/04/2017 - 09h41
Tribunal Regional Eleitoral continua com inscrições para 24 vagas de estágio
04/01/2017 - 10h05
Governo abre 12 vagas em processo seletivo com salários de R$ 3,9 mil
14/12/2016 - 08h18
Ministério de Trabalho realiza mutirão de atendimento em 8 cidades de MS
25/11/2016 - 07h31
UFMS abre no dia 29 inscrição de processo seletivo para 12 vagas
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
27/04/2017 - 06h15
Deputado Dr. Paulo Siufi critica atitudes do Ministro da Saúde e fechamento de Farmácias Populares
27/04/2017 - 06h13
Deputado Dr. Paulo Siufi quer prioridade de atendimento às pessoas com Transtorno do Espectro Autista
26/04/2017 - 16h02
Marinheiros realizam curso de manejo rural
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.