zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 03/02/2009 - 14h02

Coisa de Pele




Por Adilson Luiz Gonçalves (*)

Amor e ódio à primeira vista! Alguém acredita nisso?

Independentemente de acreditar ou não, cada um já deve ter sentido uma ou outra coisa em relação a outrem.

Simpatia, empatia, antipatia nem sempre podem ser explicadas. Almas gêmeas também existem ao avesso e nem sempre o “magnetismo pessoal” segue as mesmas regras da Física, pois nem todos os “pólos” contrários se atraem ou os iguais se repelem.

Sentimentos assim raramente surgem do “nada”. Às vezes a aversão daquela “primeira impressão, que fica” vem de experiências com pessoas ou situações desagradáveis, implícitas ou explícitas. As breves observações, quando confrontam nossas crenças e ideais, ou ameaçam nosso equilíbrio, podem erguer barreiras quase intransponíveis para o conhecimento mais amplo do outro. Caso isso ocorra, os contextos e os históricos serão absolutamente ignorados! A simples presença da pessoa nos causará “urticária”. Coisa de “pele”! E quase sempre tudo não passa de imaginação ou de pensamentos “falhos”. É como se o outro fosse um espelho onde refletimos. Quem não quer refletir, então transfere o problema para os outros, como se isso exorcizasse idiossincrasias.

Não creio que isso faça bem à saúde, mental ou espiritual!

A gente até tenta contornar esse obstáculo e “chegar” à pessoa ou, para ser “vygotskyano”, adentrar sua Zona Proximal. Mas, nem sempre isso é fácil.

A gente diz “Olá!” e, quando não é simplesmente ignorado - considerado um contratempo ou um “estranho no ninho”-, mal te olham. Às vezes o cumprimento é retribuído com ar “blazé” ou etéreo, ou com um sorriso do tipo “ISO 9000”: “Seu contato é muito importante para nós!”. E o tom de voz é formal, quase sempre finalizado com indefectíveis “mmmmm” ou “hã hã”, irônico. Alguns até olham nos olhos, mas ou é para procurar defeitos ou como se o outro fosse transparente, não no sentido de humano, mas fisicamente, ou seja, fosse possível ver através dele. Também há os que respondem, é verdade; mas nem sabem o que foi perguntado. Respondem qualquer coisa: “Papo de doido”!

Uma muralha é erguida e às vezes só nós sabemos de que material foi feita e no quê está embasada. A gente tenta transpô-la, mas isso às vezes cansa. Outras, francamente, nem vale a pena, sobretudo quando ela é construída pelo egoísmo, pela arrogância ou pela megalomania.

Essa “coisa de pele” existe, e para superá-la é necessário aprender a usar a “dermatologia da alma”; descobrir seus “antialérgicos”. Repelentes, além não funcionarem, ainda podem piorar a situação.

A aversão “gratuita” por quem mal conhecemos pode até ser confirmada e ampliada por convivência e análise mais intensas e prolongadas. Mas, contida no preconceito, pode impedir relacionamentos mutuamente proveitosos, inclusive para terceiros.

O remédio, portanto, não é externo. “Pomadinhas” de uso tópico não resolvem. É preciso analisar até que ponto essa “urticária” não é seqüela do confronto que o outro nos faz ter com valores frágeis, pessoais ou grupais, ou com a idealização ou ilusão que temos de nós mesmos.

Viver nem sempre é simples, não é? Então, para quê complicar mais?

 

(*) Adilson Luiz Gonçalves

Mestre em Educação

Escritor, Engenheiro, Professor Universitário (UNISANTOS e UNISANTA) e Compositor

Home page: www.algbr.hpg.com.br

Músicas: br.youtube.com/adilson59

E-mails: adilson@unisantos.br e prof_adilson_luiz@yahoo.com.br

(13) 97723538

Doe sangue!


Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/09/2017 - 09h11
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte III)
04/09/2017 - 09h06
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte II)
04/09/2017 - 09h01
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte I)
28/07/2017 - 16h47
Chapéu Bandeirante
24/07/2017 - 09h01
Atentado à Vida de Plácido de Castro
 
Últimas notícias do site
22/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
22/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
22/09/2017 - 15h58
Aquidauana sedia encontro para debater inclusão no IFMS
22/09/2017 - 14h39
Projeto Florestinha realizou Educação Ambiental para alunos em comemoração ao dia da árvore
22/09/2017 - 13h11
PMA apreende redes e liberta peixes dos petrechos ilegais
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.