zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Correio de Corumbá - 26/01/2009 - 06h15

Coisas que Acontecem III




Por Farid Yunes

Maktube

            Por várias vezes, no ano que antecedeu a eleição para o governo do Estado, em 2006, este colunista advertiu que o favorito André Puccinelli encontraria grandes dificuldades para administrar MS, onde 95% dos municípios dependem de repasses de recursos estadual e federal para serem governados, o que é diferente de Campo Grande, a Capital administrada por Puccinelli, que recebeu e recebe centenas de repasses do Orçamento Geral da União, dezenas de emendas parlamentares de toda a bancada no Congresso Nacional, além de cinqüenta por cento do Fundo de Participação dos Municípios.

            Campo Grande recebe cinqüenta por cento dos vinte e cinco que cada um dos 78 municípios do Estado fazem jus. Quer dizer, a Capital fica com a metade dos recursos para todo MS.

            A receita própria de Campo Grande corresponde a sessenta por cento da arrecadação geral. A sua população tem um alto poder aquisitivo, pois sessenta e sete por cento dos trabalhadores que lá vivem são funcionários públicos. Campo Grande é a vitrine em que todos querem investir para aparecerem na mídia, já que lá estão concentrados quase cinqüenta por cento dos eleitores do Estado.

            Quando Zeca do PT construiu a ponte sobre o Rio Paraguai, todos diziam que a obra era federal. E hoje? Hoje no Estado, onde tem obra é do Governo Federal, através do PAC-Programa de Aceleração do Crescimento ou emenda federal. Portanto, André ainda não disse a que veio, a não ser para fazer bravatas com respostas ofensivas.

            Por outro lado, o Secretariado de André Puccinelli não tem mostrado muita habilidade. O descontentamento das polícias em MS fez aumentar em 90% a criminalidade. Professores e o restante dos funcionários públicos não satisfeitos, inclusive com os educadores sendo taxados de vadios. Arrocho fiscal nunca visto antes no Estado, a criação de novo imposto. No setor político, o fechamento ao acesso de outros partidos ao seu governo, tem dificultado muito a vida dele.

 

Esqueceram de mim

            É incrível como falta critério a algumas secretarias municipais, como por exemplo, a de Meio Ambiente, onde várias árvores estão crescendo de forma desconexa; umas com galhos para baixo, outras para cima. É um trabalho simples que daria um maior embelezamento a nossas ruas, já que a beleza dos flamboyants é inconfundível. Com essa temporada de chuva tende a piorar essa situação. Entende-se como descaso ou incompetência?

 

Preferência

            Não foi sem querer que Puccinelli teria pedido a Lula que o PT coligasse com o PMDB. Com a expectativa de um governo espetacular, repetindo como fez com a prefeitura de Campo Grande, o governador não conseguiu galgar pontos mais altos na aprovação popular. Segundo pesquisa IBRAPE-Correio do Estado, caso a eleição fosse hoje, Zeca teria 38% de aprovação popular, seguido de André Puccinelli com 38% e em terceiro lugar chegaria à senadora Marisa Serrano com apenas 15 por cento.

 

Moeda

            O grande debate na Câmara Municipal de Corumbá hoje é sobre uma possível redução no Orçamento mensal da casa.

            Segundo a Constituição Federal, o repasse seria de 7% do Orçamento do Município, equivalente hoje em Corumbá, a R$ 700 mil mensais, sendo que alguns edis aceitam reduzir para 5 por cento. Outros vereadores jogam dos dois lados. Entre seus pares, Dirceu Miguéis e Salatiel teriam dito ser contra a redução do chamado duodécimo da Câmara; já perante o prefeito Ruiter dizem ser favoráveis à redução para 4% que corresponde a R$ 430.000,00(quatrocentos e trinta mil reais) por mês, que seria uma valiosa contribuição do legislativo no enfrentamento da crise mundial, com essa diferença sendo aplicada na saúde pública e habitação.

 

Juventude

            Com a nova Mesa Diretora da Câmara, Corumbá tem hoje o mais jovem presidente de mesa legislativa de todos os tempos: o Vereador Antonio Vianna(Galã) do PT, com apenas 29 anos, além do 1.º Secretário, o segundo cargo de maior destaque, Vereador Rufo Vinagre(PR), também com 29 anos.

            Ambos junto com seus pares administrarão um grande Orçamento Anual de aproximadamente sete milhões e trezentos mil reais. Boa sorte.

 

Boas vindas

            Quando da chegada do governador Puccinelli para encontro com o presidente Lula, em Corumbá, Ricardo Eboli, secretário de Meio Ambiente e Agropecuária, querendo mostrar intimidade com o chefe do executivo estadual o chamou dizendo ?André?. O governador lhe respondeu em alto e bom som: ?André, não, Dr. André?, quando muitos ouviram a admoestação. O curioso é que para os legítimos amigos e correligionários, Puccinelli gosta mesmo de ser chamado simplesmente por André.

 

In memoriam

            Sinto-me frustrado ao não ver homenagens, por menor que elas sejam, a pessoas cuja presença física se foram mas ficaram legados de um grande trabalho. A começar pelo ex-prefeito Fadah Gattass, professor Nemetala Ibrahim, que deu lição no cargo mais assediado de uma administração pública que é a de secretário de finanças; Floriano Flores que formou muitos jovens dando disciplina, educação e atitudes esportivas; Reinaldo Silva que com muita determinação e correção dirigiu a LEC-Liga de Esportes de Corumbá, inclusive dando seu bem pessoal ou material para garantir o nosso futebol; José Domingos Kassar, que quando presidente da Liga de Esportes de Corumbá(LEC), construiu o lance de arquibancadas e cabines de rádio; Dr. Lício Benzi Paiva Garcia, cidadão corajoso que assumia suas opiniões publicamente; mestre Luiz de Assis França que educou pedagogicamente e esportivamente várias gerações de corumbaenses e ladarenses; professor Alexandrino dos Santos Mauro; o farmacêutico, poeta, trovador, compositor, músico e escritor Ozório Gomes de Barros, que junto com o Tenente Almeida compôs a ?Sinfonia do Pantanal?; Luiz Bezerra, que com pioneirismo implantou linhas de ônibus, ligando Corumbá a sua querida Ladário, além de participar ativamente da vida social, esportiva e cultural do vizinho município, contribuindo em muito para com o desenvolvimento da cidade-irmã de Corumbá; Dr. Lécio Gomes de Souza, o ?Acadêmico das Academias?, escritor e historiador; Milton Bonilha de Souza, um rígido disciplinador de várias gerações; Magali de Souza Baruki, cujo legado segue com a filosofia através de sua herdeira Ligia Baruki, hoje prestando relevantes serviços a sua terra, como fez sua genitora; Dr. Romeu Albaneze, médico humanitário; Renato Báez, consagrado escritor, historiador e jornalista que deixou um legado de quase 40 livros, a maioria dedicado a Corumbá; Aurélio Scaffa, ex-prefeito; Ney Philbois, jornalista Márcio Nunes Pereira; Darcy Silva que foi empresário no setor da imprensa falada com os jornais ?A Hora? e ?A Razão?, além de ter contribuído para com o esporte regional, fundando e mantendo o time profissional do EASA-Esportiva Associação Santo Antônio, que representava Ladário no Campeonato Estadual de Futebol; jornalista Valdemar Baiaroski, que foi sócio-diretor da Rádio Difusora Mato-grossense e fundador proprietário do Diário da Manhã; jornalista Nelson Dias de Rosa; o exemplar vereador e sindicalista Jonas de Souza Ribeiro, recentemente falecido; o grande empreendedor e construtor de edifícios Salim Kassar; Marino Vargas, inventor, empresário e que promoveu a retirada dos postes de madeira do meio das ruas centrais de Corumbá, substituindo-os pelos de concreto nas calçadas, para evitar acidentes de trânsito, além de tantos outros vultos que contribuíram para com o progresso da Cidade Branca.

            Enfim, Corumbá muito deve aos seus filhos que já partiram, pelo menos in memoriam deveriam ser homenageados como filhos permanentes, que investiram tudo que ganharam aqui mesmo, constituíram família, lutaram pelo desenvolvimento local e que hoje estão sepultados no Cemitério Santa Cruz; ao contrário daqueles que usaram nossa terra simplesmente como ?hotel?, onde se hospedaram por algum tempo, considerando um sacrifício, para poderem galgar promoções e que já foram condecorados pelo Câmara Municipal com título de cidadão corumbaense e medalha do mérito legislativo.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
Paulo Afonso Artal, em 17/05/2011 - 18h57

Hoje, 17/05/2011. Acordei saudosista nos meus sessenta e um anos de idade. Lá pelos idos de 1965, aqui em Ribeirão Preto, iniciando minha vida de trabalho, tive o prazer e o privilégio de trabalhar com um cidadão que chamava-se Nemetala Ibrahim,matogrossense, chefe do Depto. de Contabilidade de um grande grupo econômico da época. Seu nome não esqueci e hoje fui procurar no Google e eis me aqui. Onde estiver Sr. Nemetala Ibrahim, que Deus o proteja e a todos os seus descendentes. Saudades!!!

 
Últimas notícias do canal
06/08/2012 - 10h37
Exposição na TV Brasil Pantanal homenageia principais colônias de Campo Grande
22/10/2009 - 14h29
Projeto "Conexão Rua em Dança" visita Nova Andradina
21/09/2009 - 14h00
Marco recebe a visita de estudantes para a 3ª Primavera de Museus
17/06/2009 - 08h15
Nosso destaque especial
17/06/2009 - 08h09
Corumbá de boas lembranças
 
Últimas notícias do site
20/11/2017 - 10h35
Militares de Campo Grande ajudam em buscas a submarino na Argentina
20/11/2017 - 09h13
Sem-terras são autuados em R$ 11 mil por exploração ilegal de madeira
20/11/2017 - 08h50
Terreiros saem pelas ruas com oferendas para lembrar Oxum e pedir respeito
20/11/2017 - 08h43
Governador entrega e lança novas obras em Caarapó e Amambai
20/11/2017 - 08h40
PMA resgata turistas e piloteiros que naufragaram durante temporal
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.