zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Brasil - 23/01/2009 - 09h26

Estados e municípios tem até o dia 30 para opinar sobre Política Nacional voltada à população de rua




Por Assessoria de Comunicação Setas

O Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) está recebendo contribuições dos Estados e municípios para a elaboração final do documento que trata da Política Nacional para Inclusão Social da População em Situação de Rua. A consulta pública foi aberta em dezembro do último ano e será encerrada no dia 30 deste mês. As propostas devem ser encaminhadas para o e-mail consultapublica-pse@mds.gov.br, ou, pelos Correios, para o endereço da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS).

   A Política Nacional define princípios, diretrizes e ações estratégicas que visam ao reconhecimento, à defesa e garantia dos direitos da população que vive nas ruas. Destina-se a famílias e pessoas adultas. O público de crianças e adolescentes desacompanhados não foi diretamente contemplado, pois requerem ações e  etodologias distintas de trabalho.

   O conjunto de princípios que está sendo elaborado tem o objetivo de proporcionar a inclusão social das pessoas por meio da oferta de programas sociais, projetos, benefícios e serviços de atendimento por intermédio de ações dos Municípios, Estados e governo Federal.

Propõe alternativas para diminuir a população de rua através da capacitação, profissionalização, qualificação e requalificação profissional visando a inserção dos indivíduos no mercado detrabalho.

   Para o desenvolvimento do plano foi criado o Grupo de Trabalho Interministerial (GTI), com a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Também participam dos trabalhos de elaboração do documento o Ministério da Saúde (MS), Ministério da Educação (MEC), Ministério das Cidades (MCidades),
Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Ministério da Cultura (MinC), Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR), além de representantes do Movimento Nacional de Moradores de Rua (MNPR), da Pastoral do Povo da Rua e do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas).

censo

   A Política Nacional teve como base uma pesquisa censitária e qualitativa feita com a população de rua, realizada em 2007. A produção de dados permitiu traçar as características socioeconômicas e demográficas das pessoas adultas (18 anos de idade completos ou mais) que vivem nos espaços e vias públicas em algumas cidades do
país.
   Esta pesquisa -a primeira realizada no Brasil- era uma reivindicação dos diversos setores da sociedade ligados à luta pelos direitos da população em situação de rua e foi promovida pelo MDS por meio de um acordo de cooperação com a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Resultado

   Como delimitação do campo de pesquisa foram selecionados 71 cidades, sendo 23 capitais e 48 municípios com população igual ou superior a 300 mil habitantes, incluindo o Distrito Federal. Os municípios que já realizaram levantamento semelhante como Belo Horizonte(MG), São Paulo(SP), Recife(PE) e Porto Alegre(RS) não foram incluídos no
censo.
   A pesquisa identificou 31.922 pessoas (maiores de 18 anos) vivendo nas ruas. Este total, somado às pesquisas já realizadas nas cidades acima mencionadas, permite estimar que um número aproximado de 45 mil indivíduos habitam as vias públicas.

   Os principais motivos que levaram as pessoas a morar nas ruas são os problemas com alcoolismo e drogas (35,5%); desemprego (29,8%) e desentendimentos familiares (29,1%). Dos entrevistados no censo, 71,3% citaram pelo menos um desses três motivos, que podem estar correlacionados.

   No entanto, os problemas em família abrangendo as separações amorosas, apresentou o maior percentual relativo das motivações para a decisão de morar na rua. O uso abusivo de álcool e de drogas destacou-se como o segundo aspecto mais relevante, e por último o desemprego.

   A população adulta é predominantemente masculina, um percentual de 82%. Mais da metade dos entrevistados, 53%, se encontra em faixas etárias entre 25 e 44 anos. Quanto à formação educacional, 74% sabem ler e escrever, contudo, 48,4% não concluíram o primeiro grau.

   A versão preliminar da Política Nacional para a Inclusão Social da População em Situação de Rua, com os dados completos da pesquisa, pode ser encontrada no site do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome no endereço eletrônico www.mds.gov.br .

Luciana Gabas

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
11/10/2017 - 08h00
Horário de verão 2017 começa neste domingo; moradores de 10 estados e DF devem adiantar relógio em 1 hora
14/09/2017 - 10h20
'Geladeira solidária' disponibiliza alimentos de graça em São Carlos, SP
04/08/2017 - 08h50
Luiz Melodia morre aos 66 anos, em decorrência de câncer de medula
24/04/2017 - 10h39
Corpo do cantor Jerry Adriani é velado no Rio
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.