zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Correio de Corumbá - 19/01/2009 - 07h10

Coisa que acontecem III




Por Farid Yunes

Zeca do PT

            No dia 09 de janeiro do corrente ano, o ex-governador Zeca do PT lançou o seu nome para disputar a eleição para o Governo de MS em 2010, enfrentando o atual André Puccinelli(PMDB), que pretende disputar a reeleição.

            Zeca alega que uma pesquisa interna aponta sete pontos de vantagem a ele sobre o atual governador e uma diferença de dezesseis pontos sobre a senadora Marisa Serrano.

            No PT por enquanto existe uma divisão, com uma facção comandada pelo senador Delcidio Amaral, um dos grandes nomes do partido e uma outra liderada por Zeca.

            Do lado de Puccinelli existe a dificuldade em aglutinar grupos, a não ser o seu que já o acompanha há vários anos. Deputados do PDT, PR e de outras bancadas estariam irritados com Puccinelli por falta de espaço no seu governo, além do fato de até agora passados dois anos, ainda não ter realizado obras, uma vez que as que estão em execução são do Governo Federal através de emendas dos membros da bancada federal em Brasília ou do PAC.

            Com a crise que estamos vivendo, que se estenderá pelo menos até ao final de 2010 e que ainda poderá piorar, dificilmente o Governo Estadual poderá realizar obras próprias.

            Da bancada federal o senador Delcidio é o carro-chefe junto ao Governo Federal para canalizar recursos para Campo Grande, nossa Capital, e para todo o Estado. Comenta-se ainda que o triunvirato Nelson Trad(deputado federal), Nelsinho Trad(prefeito) e Marquinhos Trad(deputado estadual), todos do PMDB, não estariam de mãos dadas com André Puccinelli, além da insatisfação do vice-governador Murilo Zauitti que perdeu as eleições para Ary Artuzzi na disputa pela prefeitura de Dourados. Também é grande a insatisfação dos deputados contra o atual Governador.

            Por outro lado, ainda com relação à Zeca do PT, um outro problema que terá que superar é primeiro vencer as eleições partidárias, assumindo o comando do Diretório Regional do PT. Para isso, terá que se unir novamente a Delcidio, pois os dois juntos formam uma força indiscutível, já divididos é o que Puccinelli mais quer.

            Zeca quando candidato a reeleição para governador em 2002 se empenhou profundamente e com muita firmeza em prol da eleição do ex-membro do seu Secretariado, Delcidio Amaral, quando chegou a dizer durante a campanha eleitoral, em tom de desafio: “Se vocês não elegerem Delcidio senador, não precisam me eleger para governador!”.

            Zeca quando governador de MS trouxe inúmeros benefícios para Corumbá e Ladário, como por exemplo, a ponte sobre o rio Paraguai no Porto Morrinho, o retorno da sede da AGENFA para Corumbá, que tinha sido levada para Aquidauana no governo de Wilson Martins, também do PMDB do André, a criação do Festival América do Sul, a carreteira que brevemente deverá estar concluída e outras inúmeras realizações.

            O escritório do gás da Bolívia em Corumbá, que contabiliza grandes valores em termos de ICMS, que beneficia o nosso município e todo o Estado, arrecadando hoje mais de cinqüenta milhões de reais por mês.

            Zeca também viabilizou casa própria para os corumbaenses e construiu 500 casas populares só em Ladário.

            O então governador prestigiou Corumbá, nomeando para o seu Secretariado, quatro corumbaenses: Paulo Duarte, hoje deputado estadual, Delcidio Amaral, senador desde 2003, Ruiter Cunha, prefeito reeleito e o economista Celso Philbois.

            Nunca é demais repetir que quase 100% dos investimentos em obras no Estado, são oriundas do Governo Federal.

            O maior e mais eficiente interlocutor de André Puccinelli na Capital Federal é o senador pantaneiro Delcidio Amaral, que tem trazido dezenas de benefícios para todo Mato Grosso do Sul.

            Enfim, o PT coligado com o PDT, PR e outros partidos, lançando Zeca para Governador e Delcidio para reeleição ao Senado, aliado a crise mundial que se estenderá até 2010, tornará essa dobradinha imbatível, repetindo o sucesso obtido em 2002. Caso contrário, sem união, tudo rolará por água abaixo.

            Portanto, Zeca e Delcidio juntos são invencíveis, separados é o que Puccinelli mais quer para se reeleger e sepultar o PT no Estado.

 

Jonas, o Comunicador, deixa a Comunicação

            Quem não conhece Jonas de Lima que há quase quarenta anos é o amigo de todos. Leal, aliado da classe dos comunicadores, vereador por três mandatos, sendo que por duas vezes esteve entre os recordistas de votos.

            Jonas um amigo honesto, de princípios, não deixou o cargo lhe subir a cabeça, seja como Vereador, seja como Subsecretário de Imprensa e de maior comunicador de todos os tempos na radiofonia corumbaense que existe há quase setenta anos.

            Agora em 2009 sua missão é outra: assessoramento geral ao prefeito Ruiter Cunha, através de Assessoria Especial, continuando ao mesmo tempo atuando no rádio corumbaense como líder em audiência.

            Jonas Luna de Lima em todos os cargos se portou como cidadão humilde, sempre freqüentando os bairros dos menos favorecidos da sorte, os lares simples, atendendo todo mundo com muita atenção e respeito, sempre sensível aos problemas da comunidade, sendo autor de incontáveis realizações como legítimo representante do povo na Câmara Municipal de Corumbá.

            Conheço Jonas de Lima desde o início dos anos 70, quando viajamos juntos até São Paulo, onde ele ia adquirir produtos(roupas), para iniciar atividade como comerciante na feira de Corumbá.

            Fizemos junto o programa “Bom Dia Cidade”, onde a audiência era total. Jonas como apresentador e eu repórter. Um outro programa de muita audiência em que trabalhamos juntos foi o famoso e inesquecível “Jovem Clube Sabe de Tudo”, sobre assuntos gerais.

            Na equipe de esportes também fui seu repórter. Era a renomada “Equipe Fiel de Esportes”. E como ele costuma dizer: “Audiência massacrante do rádio esportivo”. E não era nenhum exagero. Consolidando mais ainda nossa amizade, fomos vizinhos por dois anos.

            Vereador incansável e como já afirmamos acima, um recordista em votos numa época em que o dinheiro não falava mais alto durante uma campanha eleitoral.

            Escrevo tudo isto para realçar a maior qualidade, que poucos têm no nosso meio e em outras atividades, que é a lealdade, onde Jonas prestou serviços, bem como a fidelidade, os seus primeiros mandamentos num relacionamento profissional.

            Jonas fez como outros grandes homens fizeram: não pagou qualquer preço para chegar aonde chegou, nas suas diversas atividades, de feirante quando era garoto, até a presidência da Câmara Municipal de Corumbá, sempre com muito dinamismo, competência e trabalho. Onde esteve com cargo, poder e dinheiro mostrou dignidade.

            Jonas de Lima sempre manteve postura como radialista, com sucesso e estilo inconfundíveis.

            Em certa fase de sua vida profissional, para melhorar o pão nosso de cada dia, Jonas de Lima montou uma firma de publicidade volante, loja de discos e gravadora, além de uma agência de publicidade.

            Bem lá atrás, Jonas de Lima ainda desconhecido do grande público como exímio comunicador, foi entregador de gás de casa em casa para a extinta distribuidora do inesquecível Paulo Leandro, firma que funcionava na esquina da Rua 13 de Junho com a Tiradentes, hoje lanchonete.

            Enfim, uma história de sucessos muita longa, bonita e tortuosa, devido aos inevitáveis empecilhos da vida, agora culminando com sua merecida nomeação para o cargo de assessor especial do prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira.

            Eu e Jonas nos tornamos grandes amigos e parceiros na profissão de radialista, promoção de eventos e como bons vizinhos.

            Em 1984 trouxemos a Corumbá, a consagrada dupla sertaneja Milionário e José Rico, que estava no auge da carreira, com grandes sucessos nas paradas musicais de todo o país e tal foi o êxito dessa promoção, que tivemos que reprisar com a vinda do evento “Bola e Viola” no mês de dezembro daquele mesmo ano. Os dois shows aconteceram no Estádio Arthur Marinho, com casa cheia.

            Em 1985 eu e Jonas trouxemos o cantor Donizetti, que igualmente estava nas paradas, inclusive com um dos sucessos de todos os tempos que é “Galopera”. Veio por duas vezes a Corumbá para fazer show no Riachuelo Futebol Clube, que naquela época fazia jus ao cognome de “O mais querido da cidade”, pois vivia sempre lotado.

            Outra promoção nossa: Chitãozinho e Chororó, também em 1985, no Estádio Arthur Marinho.

            Já no ano de 1990, Jonas e eu promovemos a vinda da dupla Chico Rey e Paraná, que se apresentou no Riachuelo.

            Portanto, aí estão algumas passagens da vida desse consagrado radialista que é Jonas de Lima, um corumbaense de coração e por opção, sendo natural de Dourados-MS, chegando ainda garoto a Capital do Pantanal, onde possui imenso círculo de amizades nos quatro cantos da cidade. Nossos parabéns e felicitações por ter sido promovido neste início de ano ao cargo de assessor especial do chefe do executivo municipal da Cidade Branca.

            A competência que lhe é peculiar serve de exemplo para os que estão iniciando na imprensa falada, escrita e televisada de nossa região.

            Nossos sinceros votos para que Jonas de Lima seja bem sucedido na nova função, como o foi em todas as que já ocupou ao longo de sua vida profissional.

 

Meio Ambiente

            O prefeito Ruiter Cunha perdeu a grande oportunidade de nomear para o cargo de secretário de Meio Ambiente, um nome nacional a altura da importância que é o meio ambiente a nível mundial.

            Nomeação de alguém que viesse por indicação da bancada federal em Brasília ou do próprio Ministério do Meio Ambiente, através do seu titular ministro Carlos Minc, ação que com certeza abriria as portas no Distrito Federal para a vinda de substanciais recursos para nossa região.

            Lembrando ainda o que representa hoje em dia para a humanidade o nosso Pantanal, envolvido em qualquer debate sobre meio ambiente, no mundo inteiro.

            Vários recursos são direcionados a fundo perdido, até financiamentos. Diversas ONGs ambientalistas também estão prontas a investirem em defesa do meio ambiente, só que tem que correr atrás, ter acesso em Brasília e não ficar com a mente voltada para o plantio de moranguinhos...

            Depois da Amazônia, o Pantanal entra em pauta quando o assunto é meio ambiente em nosso país. Além disso, o mesmo foi declarado oficialmente Patrimônio da Humanidade. Algo muito grande e de suma importância para ser entregue a um simples cultivador de moranguinhos, que segundo amigos, quando garotão era exímio atirador de ovos em quem passava por frente a sua casa.

            Ricardo Eboli hoje é vinculado ao deputado estadual do PMDB, Marquinhos Trad, que teria participado ativamente em apoio ao seu nome para ser escolhido como vice de Ruiter em sua reeleição.

            O PMDB de Corumbá diz que a nomeação de Eboli para as Secretarias de Agropecuária e Meio Ambiente foi uma escolha particular do prefeito Ruiter e não da cota do partido(PMDB) que participou da base aliada nas últimas eleições. Segundo informações, ninguém teria sido consultado, nem o presidente do Diretório Municipal Otávio Philbois, nem o vereador Oséas Ohara de Oliveira, o mais votado do pleito e, tampouco, o 1.º secretário Jorge Gomes Ferreira.

            O Dr. Oséas quando estava de férias no Rio de Janeiro, comentou via telefone com este colunista que considera Ricardo Eboli incompetente: “Em apenas uma secretaria, em quatro anos nada realizou, imaginem só em duas”. Será um zero a esquerda.

            É intenção do vereador Oséas apoiar o prefeito Ruiter Cunha em atos que beneficiem a população corumbaense, “mas a nomeação de Ricardo Eboli nada trará de positivo ao povo e nem o partido ficará engrandecido”, finalizou o vereador peemedebista.

            Nas eleições do ano que vem, com certeza aqui em nossa região, Ricardo Eboli será cabo eleitoral do deputado estadual Marquinhos Trad(PMDB),  que buscará sua reeleição. Com isso, estará tirando votos do corumbaense Paulo Duarte(PT), que tem o apoio do prefeito Ruiter. Para tanto, estará utilizando a estrutura das secretarias de Agropecuária e do Meio Ambiente, reduzindo a votação do deputado pantaneiro em seu reduto eleitoral. É a mesma coisa que criar cobra pra te morder mais lá na frente. ria e do Meio Ambiente, reduzindo a votaçe Agropecujtem o apoio do prefeito Ruiter.

            O cargo é grande quando o homem o torna grande. É pequeno quando o homem é pequeno.

 

Responsabilidade

            Com as notícias chegando sobre a mesa diretora anterior da Câmara Municipal de Corumbá a respeito de despesa com aquisição de combustível no valor de vinte e dois mil reais em um mês, só para um veículo; gastos com uma agência de publicidade também em um só mês no valor de cinqüenta mil reais; dívida patronal com o INSS, a responsabilidade recai sobre a mesa anterior, que para cobrir gastos teve que demitir cento e dez assessores e assim na sobra recompor pagamentos.

            O Ministério Público Estadual ainda não deve ter esses documentos.

 

Refugio?

            Para quem quiser se estabelecer em Corumbá e montar qualquer atividade clandestina, a cidade oferece várias opções.

            Uma barraca na Feirinha Boliviana(BRASBOL), com produtos importados ou reintroduzidos como roupas, perfumes, ferramentas, calçados, piratas eletrônicos, produtos para informática e outros. Caso não queira essa atividade, uma outra opção é a venda de combustível contrabandeado; fazer serviço de táxi pirata; trabalhar como moto-taxista clandestino; vender armas, munições, relógios, prataria etc.

            Caso você não queira nenhuma dessas atividades acima, então poderá abrir uma boca de pó e aceitar produtos roubados também como forma de pagamento pela droga.

 

Porto de Ladário

            O senador Delcidio Amaral(PT) conseguiu hum milhão e quinhentos mil reais para a prefeitura do vizinho município, para que o então prefeito Mendes Sampaio construísse um porto na Pérola do Pantanal.

            O dinheiro veio e o projeto original foi desfigurado. Ao invés de construir o porto, o ex-prefeito ladarense resolveu começar pelo asfaltamento das ruas onde estaria o porto. Essa verba então foi bloqueada, já que usaram trezentos mil reais para asfaltar, mas a obras do porto mesmo, nada. Portanto, ficou caracterizado desvio de recursos para outra finalidade.

            Mais um grande prejuízo para Ladário, lembrando que a justiça mandou Sampaio e os vereadores devolverem a enorme diferença salarial na gestão e legislatura passada, com o salário do prefeito saltando de R$ 5 mil para R$ 15 mil mensais. Foi a farra com o dinheiro do contribuinte.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
06/08/2012 - 10h37
Exposição na TV Brasil Pantanal homenageia principais colônias de Campo Grande
22/10/2009 - 14h29
Projeto "Conexão Rua em Dança" visita Nova Andradina
21/09/2009 - 14h00
Marco recebe a visita de estudantes para a 3ª Primavera de Museus
17/06/2009 - 08h15
Nosso destaque especial
17/06/2009 - 08h09
Corumbá de boas lembranças
 
Últimas notícias do site
20/11/2017 - 10h35
Militares de Campo Grande ajudam em buscas a submarino na Argentina
20/11/2017 - 09h13
Sem-terras são autuados em R$ 11 mil por exploração ilegal de madeira
20/11/2017 - 08h50
Terreiros saem pelas ruas com oferendas para lembrar Oxum e pedir respeito
20/11/2017 - 08h43
Governador entrega e lança novas obras em Caarapó e Amambai
20/11/2017 - 08h40
PMA resgata turistas e piloteiros que naufragaram durante temporal
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.