especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 08/01/2009 - 07h15

Banco Central seqüestrou dinheiro do Estado




Por Lucineia Ramos, do Notícias MS

      Logo após o término do processo eleitoral que elegeu o presidente eleito da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Humberto Pereira, o governador André Puccinelli revelou aos prefeitos recém empossados que na véspera de Natal a Justiça mandou seqüestrar R$ 380 milhões dos cofres estaduais para pagar dívida com a empresa Camargo Corrêa, feita em 1992.

       De acordo com Puccinelli, o dinheiro apreendido seria para pagar a pavimentação da rodovia que liga Ribas do Rio Pardo a Água Clara e também o asfalto que liga o Município de Bodoquena a uma fábrica. No dia 26 de dezembro, governo estadual pressionou as autoridades para que o dinheiro fosse devolvido porque bloquearam verbas de fundos específicos e repasses que, pela Constituição, não podem ser bloqueados.

      No dia 26 de dezembro, Mato Grosso do Sul, conseguiu ,na Justiça, a reintegração da verba aos cofres estaduais. Do total retirado, voltaram cerca de R$ 200 milhões no dia 30. Mas o depósito dos R$ 180 milhões restantes só foi feito no último dia 5 (segunda-feira). Apesar da agilidade do Executivo em perceber a manobra feita no feriado, o governo, segundo Puccinelli se sentiu prejudicado. “ Para bloquear a grana eles foram rápidos demorou menos de um dia, já a devolução integral só foi feita dez dias depois,”afimou.

       O governador disse ainda que, a empresa exige R$ 512 milhões para o pagamento da dívida mas, o incontroverso ( valor reconhecido pela governo e analisado pela justiça) é de pouco mais de R$ 100 milhões. Há uma briga judicial entre o Estado e a empresa Camargo Corrêa para resolver a questão.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/01/2018 - 07h52
PMA captura tamanduá-mirim em rua de bairro da Capital
27/11/2017 - 08h39
“Se Amazônia é pulmão, Pantanal é o coração do planeta”
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
 
Últimas notícias do site
20/02/2018 - 15h56
Cerca de 30 famílias estão desabrigadas em Aquidauana e rio pode alagar cidade, diz Defesa Civil
20/02/2018 - 10h50
Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS
20/02/2018 - 09h36
Capital acumula 188 milímetros de chuva, quase o esperado no mês
20/02/2018 - 08h30
Cidades de MS amanhecem com ‘cara de inverno’ após madrugada chuvosa
19/02/2018 - 06h49
Semana começa com garoa e previsão é de tempo instável em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.