zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Energia - 08/01/2009 - 07h18

Energia e telefonia lideram reclamações do Procon em 2008




Edemir Rodrigues

Por Jorge Fernando Carrilho de Almoas, do Notícias MS

      A máxima de que “o consumidor tem sempre razão” parece estar tendo mais efeito. As pessoas têm se tornado consciente de seus direitos, e por isso, buscam os órgãos competentes nas situações em que se sentem lesadas. A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon) divulga nesta quarta-feira (7) o ranking das reclamações registradas em 2008.

     No acumulado do ano, foram abertas 7.248 reclamações. Encabeçando a lista, aparece a empresa concessionária de energia de Mato Grosso do Sul, Enersul (que passou a ser administrada pelo grupo Rede Energia em setembro de 2008), com 813 reclamações. No segundo lugar, encontram-se a operadora de telefonia fixa e celular Brasil Telecom, com 776 protestos.

     A administradora da rede distribuidora de água e coletora de esgoto em Campo Grande, Águas Guariroba, vem em terceiro lugar com 246 reclamações. A lista inclui ainda bancos, administradoras de cartão de crédito, fábricas de aparelhos celulares, supermercados, universidades, companhias aéreas, entre outros estabelecimentos.

     O mês com maior número de reclamações foi abril, com 803 registros, seguido de agosto e outubro, com 745 protestos cada. De acordo com o superintendente do Procon, Lamartine Ribeiro, boa parte das reclamações não chegam a aplicação de multas.

     “Muitos atendimentos são resolvidos na mesma hora, com o esclarecimento das dúvidas do consumidor. Em outros casos, o reclamante desiste de prosseguir com o processo ou admite que não tinha razão no caso”, enumera Lamartine.

     Ainda segundo Lamartine, o Procon vem atuando de maneira eficaz e atendendo com qualidade aos consumidores. “O número de reclamações reflete o desempenho do Procon e a procura da sociedade por seus direitos. Contudo, vale ressaltar que é importante que os fornecedores abram um canal de diálogo com o consumidor e com o Procon, de modo a sanar os possíveis embates, demonstrando cordialidade e ética de ambas as partes”, pontua o superintendente.

     Um fato interessante sobre as reclamações diz respeito à empresa Gradiente. Por conta de crises internas, a marca não tem oferecido garantia aos consumidores. Contudo, os produtos continuam sendo comercializados em diversos estabelecimentos. A empresa teve 106 reclamações ao longo de 2008.

      SAC

       Desde 1° de dezembro, as novas regras para os serviços de atendimento ao cliente (os populares call centers) trouxeram mais agilidade na resolução de problemas e diminuição nas dores de cabeça da população.

     Contudo, o Procon registrou 39 reclamações contra os SACs somente em dezembro, uma média de três ao dia. “Isso demonstra que as mudanças na legislação, que vem para beneficiar o consumidor, precisam ser divulgadas para serem postas em prática. A intenção é diminuir o número de reclamações, desde que isso represente uma relação mais harmoniosa entre fornecedores e consumidores”, declara Lamartine.

     Ele afirma ainda que o tripé Orientação, Educação para o Consumo e Prevenção são as prioridades do Procon, com a aplicação de multas em último caso. O Procon atende pelo Disque-Denúncia 151 e no endereço Rua 13 de junho, 930, em Campo Grande.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
09/12/2013 - 09h57
Agência inicia em MS fiscalização de brinquedos e luminárias de Natal
17/10/2013 - 17h30
Horário de verão vai gerar economia de R$ 400 milhões, diz ONS
23/03/2013 - 08h05
No dia mundial da água jovens conhecem eletrodomésticos que preservam mananciais no consumo de energia
21/03/2013 - 15h37
Versão atualizada da cartilha Por Dentro da Conta de Luz
21/03/2013 - 14h05
Energia mensal de duas casas usa 1,5 milhões de litros de água
 
Últimas notícias do site
22/11/2017 - 11h35
PMA autua fazendeiro por erosão e assoreamento de córrego
22/11/2017 - 09h39
Projetos do IFMS conquistam principais prêmios de feira científica estadual
22/11/2017 - 09h23
Projeto Florestinha completa 25 anos formando cidadãos responsáveis
22/11/2017 - 07h26
Acumulada, Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta-feira
22/11/2017 - 06h13
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.