zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Olimpíadas 2008 - 20/08/2008 - 06h10

Vela: Scheidt diz que vai brigar pelo Bronze sem esquecer o Ouro




Divulgação/COB

Por Eusébio Galvão / Assessoria de imprensa do COB

O vento soprou a favor de Robert Scheidt e Bruno Prada nesta quarta-feira, 20 de agosto. Os brasileiros da classe star entraram na água do Centro Olímpico de Vela de Qingdao, sede do esporte nos Jogos Olímpicos Pequim 2008, para a primeira regata do dia (a de número 8 da fase de classificação) na oitava colocação geral - suficiente para estar presente na medal race de desta quinta, 21, com os 10 melhores barcos da classe, mas incômoda na busca pelo pódio. Porém a inconstância que marcou a campanha dos brasileiros até aqui foi resolvida. Os terceiros lugares conseguidos nas duas primeiras corridas do dia os levaram à terceira colocação geral.

Scheidt e Prada foram para a terceira regata do dia (10ª classificatória, a última) em boas condições de conseguir a medalha de bronze, mas ainda distantes das primeiras colocações, ocupadas pelos suecos Fredrik Loof e Anders Ekstrom e os britânicos Iain Percy e Andrew Simpson, mais constantes durante toda a campanha. O comandante Robert Scheidt já reconhecera na segunda-feira, 19 de agosto, que não fazia um bom campeonato: "As apostas que fizemos não pagaram, tentávamos adivinhar o que aconteceria e não acontecia." Torciam, então, para que o tempo permitisse que as últimas regatas fossem realizadas e eles tivessem mais chances de se recuperar. A desta terça chegou a começar e eles iam bem, mas o vento acabou e ela foi suspensa. A tática para as três corridas finais Scheidt avisou na segunda-feira: "Largar forte e ir com a flotilha." Funcionou nas duas primeiras. Eram 14h12min em Qingdao quando começou a última. E ela terminou como a primeira e a segunda, com os brasileiros em terceiro - na regata e no geral, com 47 pontos. Os líderes suecos têm 33 e os britânicos vêm atrás com 35. Ainda no mar, Robert Scheidt comemorou: "O dia foi bom. Vamos brigar pelo bronze".

O comandante Scheidt não escondeu a felicidade com o desempenho no último dia: "Foi uma reação muito importante. Velejamos como deveríamos ter feito durante toda a semana. Aconteceu meio tarde, mas está valendo." O barco ainda tem a chance de sair da medal race com a medalha de ouro, mas, para isso, precisaria ganhar e torcer para os suecos chegarem no mínimo em oitavo e os britânicos, em sétimo. Nesse caso, haveria um tríplice empate e o critério de desempate é o resultado da medal race. "É mais realístico pensar no bronze", admitiu.

Seja como for, a mudança de estratégia funcionou e isso animou a dupla: "Velejamos de forma mais conservadora, trocamos as velas. Com o vento médio de hoje, as novas velas nos deram potência. E acertamos a oscilação do vento também." A estratégia agora é manter a calma. "Não podemos partir para cima do barco francês (quarto lugar com 51 pontos), porque o suíço está pouco atrás (quinto, com 55)", analisou.

Ao menos, para garantir o bronze, dependem apenas de si no momento: "A diferença é pequena, mas vamos lá. É melhor entrar na frente do que atrás." A regata final reserva fortes emoções e, mesmo os líderes, devem estar bem atentos. "Não acredito que eles devam se preocupar apenas um com o outro porque tem mais gente atrás. Acho que é dia para estar bem certo das decisões que se vai tomar e correr para conseguir fazer tudo direito", previu. Para esta quarta, a previsão, conta o comandante, é que vente mais forte. "Mas, se vier vento fraco, vamos com ele desse jeito. Agora que chegamos perto dessa medalha, queremos conseguir." Que ninguém duvide de um bicampeão olímpico.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
07/12/2009 - 08h37
Motociclista morre ao bater em traseira de carreta na Guaicurus
25/08/2008 - 06h57
Lula considera 'razoável' participação brasileira nos Jogos Olímpicos
24/08/2008 - 09h30
Chama se apaga em festa com Beckham e Jimmy Page
24/08/2008 - 08h20
Maurren Maggi é a porta-bandeira do Time Brasil na cerimônia de encerramento
24/08/2008 - 06h05
COB constata evolução do esporte brasileiro e registra conquistas inéditas em Pequim
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.