zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Olimpíadas 2008 - 16/08/2008 - 12h58

Brasil conquista primeiro ouro em Pequim em dia histórico para a natação




Por Redação Pantanal News/COB (Comitê Olímpico Brasileiro)

Em dia histórico para a natação, o Brasil conquistou a sua primeira medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Pequim 2008. O paulista César Cielo confirmou todas as expectativas em torno de seu nome e arrancou na piscina do Cubo d'Água para uma vitória consagradora, que o transformou no primeiro nadador brasileiro a subir ao lugar mais alto do pódio olímpico. De quebra, estabeleceu o novo recorde olímpico dos 50m livre, com 21s30.

E a inspiração de Cielo veio de dois outros ídolos da natação brasileira: Gustavo Borges e Fernando Scherer. "Quando era criança e assistia pela televisão o Gustavo e o Xuxa conquistando medalhas, dizia para mim mesmo que, quando crescesse, ia conseguir o mesmo. E essa medalha foi mais especial. Foi o primeiro ouro da natação brasileira e sul-americana da história olímpica", disse.

As imagens da conquista de Cielo emocionaram todo o mundo. Feliz da vida com a façanha que havia protagonizado, o brasileiro não conteve as lágrimas ainda dentro da piscina do Centro Nacional de Natação.

Ao sair da água, ainda com lágrimas nos olhos, só teve forças para dizer aos jornalistas brasileiros, na zona mista, que havia realizado o sonho de ser campeão olímpico. No pódio, enquanto o hino nacional era executado e a bandeira nacional, hasteada acima da francesa, a emoção tomou conta de vez do paulista. O público, percebendo o que representava aquela conquista para ele, aplaudiu de pé o novo ídolo da natação brasileira.

Em suas primeiras declarações após a conquista, Cielo manteve a humildade."Claro que o talento individual conta, mas devo tudo isso a muita dedicação. Foi muito trabalho duro", comentou. Ele também viu recompensada toda a dificuldade que enfrentou por treinar fora do país, longe da família. "Valeu todo o sacrifício por ter passado esse tempo nos Estados Unidos. Acordar às cinco horas da manhã para treinar, enfrentar água fria, longe do Brasil. Tinha dias que ficava angustiado. Mas a medalha valeu por tudo".

A família, o treinador australiano Brett Hawkie, o técnico brasileiro Alberto Pinto da Silva, o 'Albertinho', e a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos foram todos lembrados pelo brasileiro como decisivos para a conquista. "O apoio da minha família foi fundamental. O Brett me ensinou a ser o mais rápido e o Albertinho me passou a técnica", explicou o atleta. "Ter meu técnico aqui, com o apoio da CBDA, foi um fator essencial para eu conseguir essa medalha", completou.

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, destacou a concentração e a confiança de Cielo para a conquista da inédita medalha de ouro da natação brasileira. Presente no Cubo d'Água para acompanhar a final dos 50m livre, Nuzman ressaltou a determinação de Cielo. "A maneira com que ele estava concentrado era visível. Antes da prova, já tinha a impressão de que seria muito difícil alguém superá-lo", comentou o Presidente do COB.

Se os bons ventos da natação também soprarem para o lado do futebol, o Brasil pode garantir outra medalha de ouro inédita em Pequim. Em busca do único título que falta para a modalidade, o time do treinador Dunga conseguiu neste sábado a classificação para as semifinais da competição, ao derrotar a seleção de Camarões por 2 a 0, gols de Rafael Sobis e Marcelo.

A vitória foi selada apenas na prorrogação e serviu para compensar a frustração do Brasil por ter sido eliminado pelo mesmo adversário nos Jogos de Sydney, oito anos atrás, também na prorrogação. "O jogo foi muito difícil. A vitória nos permitiu esquecer o passado", afirmou o meia Lucas. O lateral-esquerdo Marcelo, autor do segundo gol do Brasil, concorda: "Hoje, nos vingamos deles. Apagamos o passado e estou confiante que venceremos o próximo jogo".

O próximo adversário em Pequim será um velho conhecido dos brasileiros. A Argentina, que bateu a Holanda por 2 a 1, também após a prorrogação, é o próximo obstáculo de Ronaldinho Gaúcho e Cia., na terça-feira (19), no Estádio dos Trabalhadores de Pequim.

Se o futebol busca o inédito ouro olímpico, Ricardo e Emanuel tentam o bicampeonato no vôlei de praia. Mas, neste sábado (16), eles precisaram suar a camisa para confirmar a passagem para as quartas-de-final dos Jogos. Depois de perder o primeiro set por 21/18 para os russos Barsuk e Kolodiniskiy, a dupla teve que salvar quatro match points no segundo set para fechar em 25/23. No terceiro, refeitos do susto, venceram por 15/12. Na próxima rodada, enfrentam os americanos Gibb e Rosenthal.

A outra dupla masculina do Brasil no vôlei de praia também garantiu classificação para as quartas-de-final neste sábado. Márcio e Fábio Luiz venceram os japoneses Asahi e Shiratori por 2 a 0 (23/21 e 21/15), em 47 minutos, na Arena de Vôlei de Praia de Chaoyang. Na próxima fase, enfrentam os austríacos Gosch e Horst.

Das areias para a quadra, o vôlei masculino também mostrou sua força ao derrotar a Polônia por 3 a 0 (30/28, 25/19 e 25/19), em 80 minutos de jogo, pela quarta rodada da fase classificatória dos Jogos de Pequim. Com a vitória, o Brasil se garante nas quartas-de-final com uma rodada de antecipação e, na segunda-feira (18), enfrenta a Alemanha para definir em que posição fica no grupo B. No momento, está em segundo lugar, com sete pontos.

A volta de Giba ao time titular foi outro ponto a ser comemorado. Poupado nas partidas contra Sérvia e Rússia por causa de uma tendinite no ombro direito, o ponta jogou normalmente durante toda a partida deste sábado. "Eu me senti bem. O ombro está melhor a cada dia. Estou feliz porque joguei bem e a equipe superou os erros que teve contra a Rússia. Foi um jogo duro e a chave para nossa vitória foi a eficiência do nosso ataque", declarou Giba.

Na vela, Fernanda Oliveira e Isabel Swan garantiram classificação para a fase final da classe 470, ao terminaram em terceiro lugar na classificação geral da fase classificatória. Motivo de festa, sorrisos e uma dose de ansiedade. "É muito bom, mas ainda temos uma regata muito difícil pela frente", comentou Isabel. A prova que falta é a medal race, na próxima segunda-feira (18), na decisão que apontará as medalhistas de Pequim 2008.

Na classe 49er, após o cancelamento de algumas regatas devido ao mau tempo, os brasileiros Rodrigo Duarte e André Fonseca, o Bochecha, terminaram na oitava posição geral e se classificaram para a medal race, regata que decide a competição. "Estamos na final e este era um dos objetivos. Muita gente boa não conseguiu a classificação", disse Bochecha, na saída do mar.

No boxe, o mosca-ligeiro (- 48kg) Paulo Carvalho se juntou ao meio-pesado (- 81kg) Washington Luís nas quartas-de-final dos Jogos Olímpicos Pequim 2008 e também está a uma vitória da medalha de olímpica. Na modalidade, não há disputa de terceiro lugar. Os perdedores das duas semifinais dividem o bronze. Neste sábado, o brasileiro derrotou Manyo Plange, da Gana, pelo placar de 21 a 12, no Ginásio dos Trabalhadores da capital da China.

No atletismo, Fabiana Murer garantiu classificação para as finais do salto com vara, ao conseguir a marca de 4m50. Ele entrou na disputa direto nos 4m40, que superou na primeira tentativa. O mesmo ocorreu em seguida, com o sarrafo dez centímetros mais alto. "É importante não se desgastar neste primeiro dia. A Isinbaeva fez 4m60, mas, quando vi que com meus 4,50 m já garantiria vaga na final, parei. Guardei energia para dar tudo certo daqui a dois dias", disse, referindo-se à russa Elena Isinbaeva, recordista mundial, e à final da prova, na segunda-feira (18), a partir das 19h20 (10h20 em Brasília/9h20 no Pantanal).

Outro destaque do atletismo brasileiro em Pequim foi Lucimara Silva.
Com os 6.076 pontos que conquistou após as sete provas, ela quebrou o recorde sul-americano do heptatlo, que ja durava 25 anos. A melhor marca anterior (6.017) pertencia a Conceição Jeremias desde os Jogos Pan-americanos de Caracas 1983, na Venezuela. "Os 800 metros (última prova do programa) me deram o recorde sul-americano, graças a Deus. Mas ainda não caiu a ficha do que isso significa. Estou muito cansada, é só o que tenho a dizer".

No handebol masculino, o Brasil conseguiu sua primeira vitória em Pequim 2008 e manteve as possibilidades de classificação para as quartas-de-final. Com os 29 a 22 sobre a China, o time brasileiro passará à próxima fase da competição se derrotar a Espanha, na segunda-feira (18).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
raissa, em 17/08/2008 - 15h35

muito bom esse saite

 
Últimas notícias do canal
07/12/2009 - 08h37
Motociclista morre ao bater em traseira de carreta na Guaicurus
25/08/2008 - 06h57
Lula considera 'razoável' participação brasileira nos Jogos Olímpicos
24/08/2008 - 09h30
Chama se apaga em festa com Beckham e Jimmy Page
24/08/2008 - 08h20
Maurren Maggi é a porta-bandeira do Time Brasil na cerimônia de encerramento
24/08/2008 - 06h05
COB constata evolução do esporte brasileiro e registra conquistas inéditas em Pequim
 
Últimas notícias do site
18/10/2017 - 16h10
Local de prova do Enem será divulgado na sexta a partir das 10h, diz Inep
18/10/2017 - 16h10
Central 0800 permite solicitação de serviços referentes à iluminação pública
18/10/2017 - 16h05
Corumbá: Estudantes devem fazer rematrícula para vaga na Rede Municipal de Ensino
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
18/10/2017 - 10h57
PMA prende foragido da justiça durante fiscalização
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.