TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Olimpíadas 2008 - 15/08/2008 - 12h17

César Cielo, hipismo e equipes femininas garantem brilho do Brasil na sexta-feira




Por Redação Pantanal News/COB (Comitê Olímpico Brasileiro)

Se a conquista da medalha de bronze nos 100m livre foi a realização de um sonho que parecia distante, o pódio nos 50m livre está bem próximo de se tornar realidade. César Cielo voltou a brilhar na piscina do Centro Nacional de Natação (Cubo D'Água), nesta sexta-feira (15), e entra para a disputa da final da prova, no sábado (16), como o adversário a ser batido.

O brasileiro estabeleceu mais uma vez o recorde olímpico da prova, graças aos 21s34 que precisou para cruzar a piscina de um lado a outro. Dessa vez, no entanto, nenhum outro competidor foi capaz de tirar dele a condição de nadador mais rápido da história dos Jogos, como ocorrera na véspera, com o francês Amaury Leveaux.

"Ainda não nadei no meu limite. Se todos marcarem melhores tempos no sábado, de nada vai adiantar ter batido o recorde. Vou cair na piscina para fazer a prova perfeita e bater na frente dos adversários, sem me preocupar com o tempo", disse Cielo.

A sexta-feira foi verde e amarela também para as equipes femininas do Brasil, graças às vitórias no futebol, handebol, vôlei e vôlei de praia. No futebol, o time de Marta e Cia. venceu a Noruega por 2 a 1 e se classificou para a semifinal. Com isso, credenciou-se à disputa de uma medalha olímpica, fato que vem se repetindo desde Atlanta-96, quando a modalide passou a integrar o programa dos Jogos. Na semfinal, nesta segunda-feira, 18 de agosto, em Xangai, o Brasil enfrentará a Alemanha, numa reedição da final do Campeonato Mundial, vencida pelas européias, e da rodada de abertura de Pequim 2008, que terminou empatada em 0 a 0.

No vôlei de praia, o Brasil classificou suas duas duplas femininas para as quartas-de-final. Ana Paula e Larissa mandaram as alemães Pohl e Rau mais cedo para casa, enquanto
a aquidauanense Talita e Renata trataram de fazer o mesmo com as norueguesas Maaseide e Glesnes.

Mais bem adaptada ao fuso-horário, Ana Paula, que substituiu Juliana na dupla com Larissa às vésperas do início dos Jogos, tem conversado muito com a nova parceira a fim de se conhecerem melhor. "A gente fica na resenha até as duas da manhã, tentando se conhecer. Se tiver um entrosamento legal fora, a gente leva isso para a quadra. Estou descobrindo uma pessoa legal na Larissa. Isso faz com o que o entrosamento apareça e a gente tenha liberdade para falar as coisas sem melindre", comentou Ana Paula.

Nem o fato de enfrentarem nas quartas-de-final as americanas Walsh e May-Treanor, atuais campeões olímpicas e favoritas ao ouro em Pequim, não assusta as brasileiras. "O que tem sido fácil para a gente? Elas não erram saque. Então, a gente não pode errar também", afirmou Ana Paula. "Não vim aqui para ficar em quinto ou ir somente para a semifinal. Vim para ganhar o ouro. E, para ganhar o ouro, tem que enfrentar qualquer País. Que venham os Estados Unidos. Eu e a Ana precisávamos passar pelo que passamos para chegar aqui. Sem pensar que ia ser fácil", completou Larissa.

Já Renata e Talita tiverem mais dificuldade para garantir a passagem à próxima fase. Elas perdiam o jogo por 1 a 0 e o segundo set por 19/16. A eliminação, portanto, estava próxima quando Talita foi para o saque. As brasileiras viraram o placar para 21/19 e venceram o tie-break por 15/13. Em quadra, a parceira Renata não se cansava de repetir para a parceira que ela joga muito. "Falei várias vezes isso para ela. A Talita salvou o jogo hoje", admitiu Renata.

Já Talita preferiu atribuir a reação ao imponderável, em vez de creditar a vitória apenas as suas qualidades técnicas: "Você vê quase tudo perdido, dezenove a dezesseis para elas, a gente jogando mal. Tem coisas que não têm explicação. São quatros anos de treino, não seria justo que a coisa acabasse deste jeito", completou.

Talita e Renata enfrentam nas quartas-de-final a dupla australiana formada por Barnett e a ex-campeã olímpica Cook, treinadas pelo brasileiro Alemão, que foi técnico das atuais donas da medalha de prata olímpica: Adriana Behar e Shelda.

No handebol feminino, a equipe brasileira garantiu vitória histórica sobre as medalhistas de prata em Atenas-2004, a Coréia do Sul, e passou a depender apenas de suas forças para se colocar entre as oito melhores da competição. As brasileiras precisam de uma vitória sobre a Suécia na última rodada, domingo, 17 de agosto, para garantir ao menos a quarta colocação de sua chave. Mas, dependendo dos outros resultados, pode conseguir classificação ainda melhor.

A vitória sobre a Coréia do Sul teve uma dose de dramaticidade. O gol que decidiu a partida a favor do Brasil foi assinalado no último segundo, o que serviu para compensar a frustração de ter deixado a vitória sobre a Hungria escapar também no último lance do jogo.

Autora do gol salvador, a armadora direita Ana Paula elogiou a dedicação da equipe. "A emoção foi muito grande, não só pelo gol, mas pela vitória. Somos um grupo e a vitória vale mais do que um gol, a vitória foi o mais importante", disse.

"Foi emocionante. A vitória da superação Entramos bem mais diciplinadas, cada uma sabia o que fazer. O grupo se uniu e, finalmente, conseguimos ganhar. Agora, é tentar vencer também a Suécia", comentou a armadora esquerda Duda.

Já as meninas do vôlei continuam fazendo bonito nas quadras de Pequim. Com mais uma vitória de 3 a 0 sobre o Cazaquistão, elas mantiveram a invencibilidade - agora de quarto jogos - e a invejável condição de não ter perdido um set sequer.

O jogo serviu também como um treino de luxo para o confronto com a Itália, no próximo domingo, 17 de agosto, que definirá o campeão da chave B. "Assim como aproveitamos a partida diante da Argélia como preparação para enfrentarmos a Rússia, hoje treinamos variações do saque, um fundamento que vem funcionando bem", comentou a levantadora Fofão.

O técnico José Roberto Guimarães concorda com a levantadora. "Já treinamos na quinta-feira em função da Itália, principalmente a defesa contra as bolas-china na saída de rede que as italianas fazem muito", disse, referindo-se à uma das principais jogadas de ataque do adversário.

O hipismo brasileiro iniciou bem sua participação no Concurso de Saltos dos Jogos. Depois da passagem dos quatro conuntos, o País zerou o percurso com Pedro Veniss/Un Blanc de Blancs e Bernardo Resende Alves/Chupa Chip, que dividem a primeira colocação com outros 11 conjuntos.

Já Rodrigo Pessoa/Rufus não cometeu falta, mas perdeu um ponto por ter estourado o tempo concedido e ocupa o 14º lugar. Camila Mazza/Bonito Z, por seu lado, cometeu uma falta e estourou o tempo, perdendo, assim, cinco pontos, resultado que a deixou na 42ª posição.

O atletismo também iniciou nesta sexta-feira sua participação olímpica. O principal destaque da equipe no primeiro dia da modalidade foi Mahau Suguimati, que garantiu classificação para as semifinais dos 400m com barreira com o terceiro melhor tempo da sua série, 49s45.

Descendente de japonês e morando no Japão, Mahau acha que não foi bem na prova, sobretudo na passagem pelas barreiras. "Gostei só do meu final de prova. Percebi que meus adversários estavam cansados e apertei o ritmo para ganhar algumas posições", explicou. Mas conta em melhorar para a semifinal deste sábado. "Meu corpo está se sentindo bem."

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
07/12/2009 - 08h37
Motociclista morre ao bater em traseira de carreta na Guaicurus
25/08/2008 - 06h57
Lula considera 'razoável' participação brasileira nos Jogos Olímpicos
24/08/2008 - 09h30
Chama se apaga em festa com Beckham e Jimmy Page
24/08/2008 - 08h20
Maurren Maggi é a porta-bandeira do Time Brasil na cerimônia de encerramento
24/08/2008 - 06h05
COB constata evolução do esporte brasileiro e registra conquistas inéditas em Pequim
 
Últimas notícias do site
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h35
Comandante e Subcomandante da PMA de Corumbá são homenageados
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
15/12/2017 - 10h56
Fazendeiro é autuado por armazenamento ilegal de madeira
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.