zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 12/08/2008 - 11h31

Estado avança nas discussões sobre o Pacto pela Juventude




Por Notícias MS

       Gestores de Mato Grosso do Sul estão avançando nas discussões sobre adesão ao “Pacto pela Juventude”. A assinatura do termo de adesão acontece hoje, 12 de agosto - Dia Nacional da Juventude, a partir das 14 horas, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na praia do Flamengo (RJ), durante um evento da União Nacional de Estudantes (UNE).  A  cerimônia marca envio de projeto de lei que propõe a reconstrução da sede da entidade pelo Estado brasileiro e a largada para a Caravana da Saúde.   

           Caravana da Saúde 

           Durante o evento, será dada a largada para a Caravana da Saúde, Educação e Cultura, um projeto desenvolvido em parceria pela UNE e pelo Ministério da Saúde. O objetivo é promover uma campanha em defesa da saúde pública, sempre com foco na realidade da juventude brasileira e nas necessidades e problemas específicos de cada Estado. Baseado em dados do Ministério da Saúde, serão abordados os seguintes temas: Violência no Transito, Direitos Sexuais e Reprodutivos, Saúde e Sexualidade – Aids e DSTs, Drogas, Saúde e Tolerância, entre outros.   

           A Caravana da Saúde irá visitar 41 universidades públicas e particulares dos 26 Estados, mais o Distrito Federal. A visita em Mato Grosso do Sul está prevista para setembro de 2008.

             Pacto pela Juventude   

          O Pacto pela Juventude trata-se de um compromisso público, coordenado pelo Conjuve, com o objetivo de dar visibilidade e buscar a efetivação dos parâmetros e diretrizes da Política Nacional de Juventude e das resoluções da I Conferência Nacional de Juventude, realizada no período de 27 a 30 de abril, em Brasília (DF).   

         O pacto visa articular agentes governamentais, sociedade civil e movimentos juvenis, para colocar em prática as propostas aprovadas pela conferência, que mobilizou mais de 400 mil pessoas em todo o Brasil, promovendo uma ampla discussão sobre as políticas públicas de juventude. Ele será estruturado por meio de um conjunto de ações e compromissos que devem ser assumidos pelos governos federal, estaduais e municipais, legisladores e, sobretudo, candidatos aos cargos de prefeito e vereadores.   

          Segundo Márcio Cavasana, secretário executivo do Fórum Estadual de Gestores Municipais de Juventude de Mato Grosso do Sul (Fejums), os gestores do Estado saíram na frente nas discussões sobre o Pacto pela Juventude. “Na realização do Seminário de Inclusão Social da Juventude, todos estiveram presentes e concordaram com o Pacto para Juventude. Os gestores vão levar a discussão para seus respectivos municípios”, disse Cavasana.   

          No seminário sobre “Inclusão Social da Juventude: Um desafio para o Estado”, realizado pela Fejums e demais entidades e organismos de juventude do Estado, na última quarta-feira (6), na Capital, os gestores discutiram sobre o Pacto pela Juventude, e também sobre as propostas e estratégias que tornem mais eficazes a gestão e promoção de políticas para a população jovem em Mato Grosso do Sul.  

          “Queremos que o governo crie um órgão que possa responder pela juventude. Que seja, de fato, efetivada a Coordenadoria Estadual de Juventude. [Que seja]nomeado alguém que possa responder pela coordenadoria e atender as ações de políticas públicas dos organismos juvenis”, explica Márcio Cavasana.   

          A assistente social Simone Menezes de Faria, analista de medida sócio-educativa e pesquisadora do Curso de Graduação em Educação da Universidade Federal (UFMS), disse estar fazendo uma pesquisa sobre a população jovem do Estado. “Os primeiros dados da pesquisa da UFMS sobre o desemprego indicam, em Campo Grande, um índice muito alto de jovens desempregados. É a maior faixa etária de desempregados nos primeiros dados levantados pela pesquisa”, informou a pesquisadora.   

          Simone Faria, que está afastada da Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social (Setas) para realizar a pesquisa, disse que o principal problema enfrentado pela juventude atualmente é o desemprego. “O mercado de trabalho não oferece emprego para o contingente populacional que a gente tem. Os jovens estão se preparando mais. Existe um contingente alto de jovens com nível médio e com curso superior, mas que não estão conseguindo se encaixar no mercado de trabalho. Isso tem sido um dos grandes problemas, atualmente, no Brasil”, disse Faria.   

          Ela explica que o problema do desemprego é estrutural. Implica nas mudanças tecnológicas, exigidas pelo mercado de trabalho, através das indústrias. “O governo tem feito medidas paliativas, através de programas sociais, que vão subsidiar esses problemas. Mas não vão resolver de fato. A discussão sobre o problema teria que ser uma coisa mais ampla. É de fato estrutural. Todo tipo de discussão é valido”.   

          Na opinião de Paulo Fonseca Rocha, diretor de Juventude do município de Três Lagoas (MS), os organismos juvenis do Estado estão começando uma caminhada. “Há muito tempo se fala do jovem, mas pouco se faz pelo jovem. Estamos na busca de trabalhos e conhecimentos. O jovem está meio perdido politicamente e socialmente. Então, nós estamos fazendo reuniões para poder passar para eles assuntos sobre a realidade do nosso País, para que o jovem tome uma posição”.   

          “São eles que amanhã estarão no nosso lugar e vão estar comandando o País. A gente tenta prepará-los para que eles realmente façam alguma coisa”, comenta Rocha, lembrando também sobre outro grande problema que atualmente atinge a juventude, que são as drogas. “Isso tem muita facilidade de acontecer entre os jovens. Então a gente mostra para eles que não é através das drogas que se chega a algum lugar. Ele vai se marginalizar através das drogas. É um trabalho que precisa ser muito bem feito para tirar os jovens desse caminho”.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/05/2017 - 09h41
Cientistas desenvolvem alimentos processados de pescado pantaneiro
16/05/2017 - 14h17
Sete famílias deixam suas casas com início da cheia no Pantanal de MS
12/05/2017 - 09h50
Hidrovia do Rio Paraguai é tema de Road Show em Corumbá
04/05/2017 - 06h29
A palmeira que desponta como novo 'ouro verde' do Brasil
02/05/2017 - 12h05
'Banho de São João', de Corumbá, é selecionado para receber recursos do Ministério do Turismo
 
Últimas notícias do site
26/05/2017 - 12h16
Projeto prevê salas de amamentação em shoppings, aeroporto e igrejas
26/05/2017 - 11h48
Polícia Militar capturou quatro foragidos da justiça nos últimos dias
26/05/2017 - 10h59
PMA apreende meia tonelada de pescado e aplica R$ 33 mil em multas
26/05/2017 - 10h20
Fim de semana em MS tem eventos gratuitos na capital e no interior
26/05/2017 - 09h25
7º Batalhão da PM fecho o cerco contra assaltos à bancos
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.