zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 10/08/2008 - 08h09

Os 20 que serão os primeiros




Por Paulo Rocaro

Os 20 que serão os primeiros

Por Paulo Rocaro (*)

 

 

 

 

 

 

Duas coisas são notórias nas eleições deste ano na região de fronteira, para não dizer na maioria das cidades brasileiras. De uma forma geral o povo não está nem aí com a eleição e, além disso, não há grana na praça. Até agora os candidatos – seja a prefeito, seja a vereador – estão levando tudo e todos meio ‘na barriga’. O que tem de gente fazendo campanha sem saber direito de onde virá recurso, é coisa de louco.

 

 

 

 

 

 

Quanto se fala em candidatura a prefeito em Ponta Porã, os dois únicos concorrentes vivem situações semelhantes: um de olho no que o outro está fazendo. Flávio Kayatt (PSDB) está na luta pela reeleição, desconfiado: toda hora olha para os lados. Chico Gimenez (PSB), por sua vez, faz campanha de lado, sempre dando uma olhadela na distância do adversário.

 

 

 

Em meio a isso, devemos prestar atenção à influência quase certa da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar as candidaturas de políticos que respondem a processos na Justiça. Embora seja um fato para ser respeitado e cumprido e não para ser comentado, como dizem alguns presidentes de TREs, a vontade do eleitor passa a ter mais peso até do que a posição do próprio STF.

 

 

 

 

 

 

Quem elege é o eleitor e cabe a ele decidir se um político que não tenha a vida pregressa limpa deve ingressar ou não em um cargo público. Igualmente importante é o papel da imprensa na orientação ao eleitor, em prol da melhoria do padrão ético-político do País. Os legisladores vão sofrer pressão da imprensa e dos eleitores para elaborar uma lei que regulamente o preceito constitucional.

 

 

 

 

 

 

Pelo andar da coisa e a continuar desse jeito, pelo menos em Ponta Porã é de se prever um índice muito alto de abstenções e votos em branco e nulo. Se de um lado isso vai tornar esquisita a disputa na majoritária, de outro significa que as coligações terão números diferentes para os candidatos a vereador, a começar pelo coeficiente. De 5.100 pode cair para pouco mais de 3.500.

 

 

 

O que mais tem nessa eleição fronteiriça é candidato ‘trincado’, que para quebrar, basta um chute. É perfeitamente possível que até o fim deste mês, dos 89 candidatos a vereador que estão tentando colocar a campanha na rua, só umas duas dezenas entrem o mês de setembro com fôlego para se manterem na disputa. O restante vai ‘tossir’, diminuir o ritmo ou recolher o flap.

 

 

 

 

 

 

Certamente ficarão na briga os que conseguirem manter o padrão com o qual iniciaram a campanha. Dá para contar nos dedos os que resistirão bravamente. Uns porque têm cacife, outros porque são teimosos. Algo em torno de 20 candidatos estará brigando por dez cadeiras na Câmara. Numa provável proporção de dois por vaga, vocês vão ver o que é briga de foice no escuro.

 

 

 

 

 

 

A coligação encabeçada pelo PSDB pode eleger até 3 vereadores. A que é encabeçada pelo DEM deve colocar outros dois. O grupo capitaneado pelo PT deve fazer 2 no pau da viola. A turma liderada pelo PSB deve colocar um ou dois com esforço. Se não emplacar a legenda, não faz nenhum. E a encabeçada pelo PMDB, com esforço sobrenatural, mandará mais um. Uma vaga pode ser decidida ‘na bala’.

 

 

 

 

 

 

Conjecturas à parte, por mais incrível que possa parecer, teremos este ano uma eleição fria, completamente diferente das anteriores. Ela já corre debaixo do maior ‘quieto’. Candidatos profissionais que antes agiam e mediam a temperatura na base do barulho, estão mais perdidos do que cego

em tiroteio. O povo está quieto, só ‘filmando’ os candidatos. É provável que só decida em quem votar na última hora, depois de analisar o plano de cada um.

 

 

 

Mesmo com uns 20 na briga, será difícil fazer um prognóstico antecipado de quem tem mais ou menos chance. E mais: a campanha de moralização da Justiça Eleitoral fará com que, pelo menos este ano, o dinheiro não importe tanto. Pode até ajudar, mas não vai decidir. Eleição é ‘guerra’ de idéias e voto na urna. É convencimento. Anotem para depois não chorar.

 

 

 

 

 

 

(*) O autor é escritor e jornalista, presidente do Clube de Imprensa de Ponta Porã - na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai -, imortal da Academia Pontaporanense de Letras, membro do Lions Clube e diretor da Sodema (Sociedade de Defesa do Meio Ambiente).

 

 

 

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/09/2017 - 09h11
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte III)
04/09/2017 - 09h06
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte II)
04/09/2017 - 09h01
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte I)
28/07/2017 - 16h47
Chapéu Bandeirante
24/07/2017 - 09h01
Atentado à Vida de Plácido de Castro
 
Últimas notícias do site
25/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
25/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
25/09/2017 - 16h38
Preço do botijão de gás terá reajuste de 6,9% a partir de amanhã
25/09/2017 - 15h47
Petrobras anuncia redução nos preços da gasolina e do diesel
25/09/2017 - 15h24
Governo decide manter o horário de verão a partir de outubro
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.