especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Saúde - 16/01/2018 - 15h43

Secretaria disponibiliza 80 mil doses de vacina contra febre amarela em MS




Por Guilherme Henri do Campo Grande News / Redação Pantanal News

A orientação é de todos principalmente quem pretende viajar para estados com casos da doença se imunizarem

Dose da vacina disponível em unidade básica de saúde (Foto: Dose da vacina disponível em unidade básica de saúde 

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) disponibilizou 80 mil doses da vacina contra febre amarela em Mato Grosso do Sul. A orientação é que todos e principalmente quem pretende viajar para estados com casos da doença, como por exemplo, São Paulo tomem a dose.

Conforme divulgado pelo Governo do Estado, nenhum caso de febre amarela foi confirmado em Mato Grosso do Sul e conforme a gerente técnica de doenças endêmicas, Livia de Mello Almeida Maziero “as doses são suficientes, pois boa parte da população já foi imunizada e todos os municípios que solicitaram foram abastecidos”.

Para estar imunizado durante toda vida basta receber uma dose da vacina. A imunização é recomendada para maiores de 9 meses e menores de 60 anos.

A doença é transmitida por um mosquito, que pica pessoas e macacos. Os sintomas da doença são febre, dor de cabeça, náusea, icterícia (amarelamento da pele), dores no corpo, calafrio, perda de apetite, olhos amarelados e sangramento.

No ano passado, seis macacos foram encontrados mortos em Mato Grosso do Sul, mas os resultados foram negativos para a doença. Os primatas foram encontrados em Corumbá (2), Dourados (1), Ladário (1) e Campo Grande (2).

O último caso registrado de febre amarela em humanos em Mato Grosso do Sul foi em 2015. Mas, era de um viajante que contraiu a doença em outro Estado.

Vizinho - Nesta terça-feira (16), a OMS (Organização Mundial da Saúde) passou a considerar todo o estado de São Paulo como área de risco de febre amarela. Foram confirmadas 21 mortes pela doença no Estado que faz divisa com MS desde janeiro de 2017. (Com assessoria) 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/01/2018 - 21h15
Macaco é encontrado morto em fazenda de MS e deixa moradores assustados
18/01/2018 - 09h13
Após Exército, Marinha também entra na luta contra o Aedes aegypti em Corumbá
16/01/2018 - 15h43
Secretaria disponibiliza 80 mil doses de vacina contra febre amarela em MS
03/01/2018 - 15h03
MS teve no ano passado menor registro de dengue em 8 anos
02/01/2018 - 15h31
Planos de saúde já estão obrigados a cobrir 18 novos procedimentos
 
Últimas notícias do site
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
15/02/2018 - 16h10
Grupo busca voluntários para retirar toneladas de lixo do Rio Aquidauana
15/02/2018 - 06h10
Inmet aponta que mau tempo continua e MS terá dia com chuvas à tarde
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.