especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 19/12/2017 - 10h12

Depois de sofrer alta por 10 anos, ceia será mais barata, aponta pesquisa




Por Anahi Zurutuza do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Produtos que compõem os jantares tiveram redução média foi de 0,27%, segundo Nepes da Uniderp

Mesa montada para a ceia de Natal (Foto: Arquivo)Mesa montada para a ceia de Natal (Foto: Arquivo)

O campo-grandense deve economizar na ceia de Natal e Ano Novo neste ano. Levantamento realizado pelo Nepes (Núcleo de Pesquisas Econômicas) durante a primeira quinzena deste me nos principais supermercados da Capital aponta que os produtos consumidos nesta época – como frutas, peru, bacalhau e panetone – tiveram redução média de 0,27% em relação a 2016.

O Nepes tinha registrado alta de 11,40% no ano passado e em 2015, comparado a 2014, o aumento foi ainda maior, de 18,16%.

Esta é a primeira deflação na cesta desde 2008, segundo o coordenador do Nepes e pesquisador da Uniderp, Celso Correia. “Esse comportamento já era esperado, pois a inflação do ano de 2017 tem sido muito pequena”, explicou por meio da assessoria de imprensa.

O professor esclarece também que houve queda na inflação dos produtos alimentícios de um modo geral em novembro em Campo Grande. "O país colheu uma supersafra de grãos em 2017, o que estabilizou os preços dos alimentos de um modo geral e existe uma alta taxa de desemprego no Brasil, fazendo com que caísse a demanda por alimentos. Como a cesta natalina tem na alimentação os seus itens mais consumidos, era natural que os preços acompanhassem a tendência de queda”, completou, ainda via assessoria.

Mais dados – Foram registrados aumentos apenas em três grupos de alimentos. Os peixes tiveram o maior reajuste: 10,72%, motivado, principalmente, pelo salto de 44,06% no preço da Merluza, conforme a pesquisa. A carne de porco (leitoa) também teve acréscimo no valor, de 9,72%.

Por último, as bebidas alcoólicas – vinho, cerveja, uísque, champanhe e cidra – aumentaram 0,60%.

As aves foram as que mais tiveram queda no preço, 8,06% em média. As duas principais marcas de peru no mercado apresentaram quedas de 29,11% e 16,88%, por exemplo.

Os frios e laticínios seguiram a mesma tendência dos demais grupos e registraram redução de 1,13%, motivado por reduções de preços da muçarela (-16,43%), queijo prato fatiado (-10,27%) e leite integral (-5,69%). O presunto subiu 17,38% e o queijo minas 9,35%.

Churrasco – Até quem optar por fazer churrasco neste fim de ano gastará menos. O prato típico do sul-mato-grossense está 1, 24% mais em conta.

A picanha registrou a maior queda, saiu de R$ 36,46 em 2016 para R$ 29,95 este ano, menos 17,86% no valor. Já o contrafilé caiu 6,53% e a alcatra está 5,79% mais barata.

No segmento de bebidas não alcoólicas, os refrigerantes, por exemplo, tiveram deflação de 1,15%.

 

Sobremesa – O panetone é outro item da cesta que está mais barato, reduziu 1,65%.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
08/01/2018 - 06h50
Receita abre consulta a lotes residuais do Imposto de Renda de 2008 a 2017
04/01/2018 - 08h18
Salário dos 75 mil servidores de MS está disponível para saque
03/01/2018 - 09h26
Salário dos servidores de MS estará na conta amanhã, confirma secretário
02/01/2018 - 08h44
Preços da gasolina e do diesel terão a primeira variação de 2018
29/12/2017 - 15h40
Salário mínimo será de R$ 954 a partir de primeiro de janeiro
 
Últimas notícias do site
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
16/01/2018 - 08h34
Prefeitura de Corumbá implanta ponto eletrônico
16/01/2018 - 07h38
Confira as manchetes desta terça-feira dos principais jornais do país
16/01/2018 - 06h35
Terça-feira será de pancadas isoladas de chuva e temperaturas de até 33°C
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.