CARNAVAL CORUMBÁ 2018 II
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 07/11/2017 - 15h56

Brasil e Bolívia buscam ações para desenvolver região de fronteira




Por Assessoria / Redação Pantanal News

Criar oportunidades de mercado para frutas e hortaliças nas áreas de fronteira entre Brasil e Bolívia. Este é um dos objetivos da reunião que acontece entre a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e representantes do governo boliviano em Puerto Suárez, na Bolívia. A meta é fortalecer o desenvolvimento nas regiões fronteiriças a partir do estabelecimento de um mercado forte entre os países da América do Sul e o estado brasileiro.

Nesta terça-feira (7), técnicos da Companhia apresentaram as principais demandas brasileiras de importação de frutas e hortaliças. Segundo dados da Gerência de Modernização do Mercado Hortigranjeiro da Conab, maçã, pêra, ameixa, uva e kiwi representam 85% das frutas importadas pelo Brasil. As principais hortaliças adquiridas de outros países são alho, batata e cebola.

A Conab também mostrou as normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que estabelecem os requisitos fitossanitários para a entrada de produtos de origem vegetal no Brasil.

O mercado fronteiriço é promissor, acredita o superintendente de Abastecimento Social da Conab, Newton Araújo Junior. Segundo ele, atualmente muitos produtos consumidos nos municípios que fazem fronteira com a Bolívia são provenientes dos estados do Sul e Sudeste do país. “A proximidade com o produtor na faixa fronteiriça proporcionará aquisição em menor preço e maior qualidade, criando um ambiente social e econômico mais justo e proveitoso”, avalia.

A reunião entre técnicos dos dois países continua nesta quarta-feira (8). A expectativa é que a partir das discussões seja elaborado um futuro termo de cooperação técnica. O projeto conta com o apoio da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e poderá ser replicado em outros países.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
15/01/2018 - 07h41
Confira as manchetes desta segunda-feira dos principais jornais do país
12/01/2018 - 08h35
Projeção de aumento no consumo de soja deixa produtores otimistas
 
Últimas notícias do site
19/01/2018 - 15h00
Agenda Cultural: fim de semana está repleto de opções com samba, rock, pop e funk
19/01/2018 - 13h00
Inmet alerta para chuvas intensas e ventos de até 100 km por hora em MS
19/01/2018 - 08h32
Fazendeiro é autuado em R$ 159 mil por desmatamento ilegal
19/01/2018 - 07h35
Carnaval de Corumbá terá Axé Blond, Revelação e baterias da Mangueira e Gaviões da Fiel
19/01/2018 - 07h10
Carnaval de Corumbá: atrações tem até hoje para realizar cadastro
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.