especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Agronegócios - 31/10/2017 - 10h25

MS tem a meta de vacinar 8 milhões de bovinos na segunda fase da campanha contra aftosa




Divulgação/Famasul

Segunda etapa de campanha de vacinação será aberta nesta quarta em todo o estado.
Por G1 MS / Redação Pantanal News

Imunização poderá ser feita a partir desta quarta-feira nas três regiões do estado.

Começa nesta quarta-feira (1º) a segunda fase de vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa em Mato Grosso do Sul. Devem ser vacinados animais com até 24 meses das regiões do Planalto e Fronteira e de todas as idades no Pantanal.

A previsão da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul (Iagro) é que sejam imunizados oito milhões de animais nas três regiões.

No Planalto e Fronteira, a imunização vai até o dia 30 de novembro e o produtor terá até 15 de dezembro para fazer o comunicado da vacinação a Iagro. Já no Pantanal, devido as características da região, a campanha vai até 15 de dezembro e a agência poderá ser informada até o dia 30 de dezembro.

Segundo a Iagro, Mato Grosso do Sul tem se mantido entre os estados com o melhor percentual de cobertura vacinal contra a doença no país. A agência destaca que junto com esse trabalho, a rastreabilidade do rebanho e ações permanentes de vigilância tem contribuído significativamente para a abertura de novos mercados para a carne bovina sul-mato-grossense.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
15/01/2018 - 07h41
Confira as manchetes desta segunda-feira dos principais jornais do país
12/01/2018 - 08h35
Projeção de aumento no consumo de soja deixa produtores otimistas
 
Últimas notícias do site
19/01/2018 - 15h00
Agenda Cultural: fim de semana está repleto de opções com samba, rock, pop e funk
19/01/2018 - 13h00
Inmet alerta para chuvas intensas e ventos de até 100 km por hora em MS
19/01/2018 - 08h32
Fazendeiro é autuado em R$ 159 mil por desmatamento ilegal
19/01/2018 - 07h35
Carnaval de Corumbá terá Axé Blond, Revelação e baterias da Mangueira e Gaviões da Fiel
19/01/2018 - 07h10
Carnaval de Corumbá: atrações tem até hoje para realizar cadastro
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.