TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Cidades - 20/10/2017 - 15h38

Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região




Por Marta Ferreira do Campo Grande News / Redação Pantanal News

 Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região

Campo Grande (MS) – Com conclusão prevista para agosto de 2018, a pavimentação do último trecho (18,7 km) de estrutura primária da MS-450, a estrada-parque entre os distritos de Palmeiras (Dois Irmãos do Buriti) e Camisão (Aquidauana), realiza mais do que um sonho dos moradores desse lugar cercado pela natureza. A chegada da infraestrutura, garantindo acesso fácil, vai mudar radicalmente a economia local com o impulso ao turismo.

A obra de R$ 17,6 milhões autorizada em 15 de agosto pelo governador Reinaldo Azambuja, em visita a Aquidauana, começa a mudar o cenário de uma região também de produção agropecuária. O primeiro trecho – Camisão ao centro de Piraputanga – já está sendo executado, com 8 km de terraplenagem concluídos. É grande a movimentação de máquinas e operários para superar obstáculos naturais e cumprir o prazo de entrega.

“Vamos construir aqui uma das estradas ecológicas mais belas do Estado e do País”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja, ao assinar a ordem de serviço para o asfaltamento dos 18,7 km, em ato público em Piraputanga há dois meses. Uma obra considerada emblemática para o governador, pela beleza e valor ambiental da estrada e sua importância para desencadear o desenvolvimento de uma região de grande potencial para o ecoturismo.

O sonho da dona de casa
Com 55 km de extensão, do trevo com a BR-262 ao centro de Aquidauana, a MS-450 é o principal acesso aos distritos privilegiados pelos recursos naturais situados no entorno dos paredões de arenito da Serra de Maracaju cortados pelo Rio Aquidauana, que dividem planalto e planície. O local é muito visitado por pescadores e amantes de esportes radicais, como ciclismo e escaladas, e conta com estrutura de hotéis, pousadas e pesqueiros.

Em duas frentes de trabalho, o serviço avança rapidamente, criando uma expectativa muito grande nos moradores em relação a chegada de novos empreendimentos turísticos e mais empregos para quem ali vive. A dona de casa Maria Amélia da Silva, 55, que reside no fim do antigo asfalto, na saída de Piraputanga para Camisão, planeja associar-se com uma empresária para montar uma agência de turismo em sua casa, que já foi um bar.
“Esse asfalto novo vai melhorar tudo”, diz ela, que hoje divide seus afazeres entre a rotina do lar e o sítio da família, no Córrego das Antas, onde pretende também criar atrativos turísticos de trilhas e contemplação. “Vai ser bom pra todo mundo, mais oportunidade de renda”, comenta a futura empreendedora. “A gente esperou esse asfalto a vida inteira. Vai melhorar também o acesso a Aquidauana. Quando chove, minhas filhas não podem ir à 
escola.”

Região atrai investidores
Quem já operou na atividade turística e desistiu, como o aposentado paulista Gilberto Rodrigues, 83, da Chácara São Gabriel, também animou-se com o asfalto da MS-450. “Estou pensando em reabrir a pousada, deixando para os filhos tocar”, planeja, no sossego de seu sítio à beira do Rio Aquidauana. “O turista quer conforto e esse asfalto vai atrair muita gente. Hoje nosso turismo é ainda incipiente porque faltava infraestrutura”, explica.
Os exemplos de Maria Amélia e seu Gilberto demonstram a certeza de uma mudança significativa em Palmeiras, Piraputanha e Camisão com os investimentos do Governo do Estado – os recursos para a MS-450 são do Fundersul. O presidente do Conselho de Turismo de Aquidauana, vereador Youssef Saliba, informou que o município já está sendo procurado por empresários do setor interessados em investir em hotelaria na região.
“A notícia do asfalto, aguardado há mais de 30 anos, não repercutiu apenas para os moradores e produtores, nossa região virou uma vitrine para quem trabalha com turismo e aposta no nosso potencial”, diz com entusiasmo Saliba.

Pólo de lazer ao lado da Capital
Um dos empresários que já atua na região e pretende voltar a investir é Gilberto Artero, da Pousada Sol Amarelo, maior empreendimento local, situado em Piraputangas. “A acessibilidade é fundamental para a região, onde o turismo está em evolução”, comenta. “Com certeza, o número de visitantes vai crescer e com o asfalto e essa demanda vêm mais serviços, tudo evoluirá para sedimentar o turismo na estrada-parque”, aposta Artero.

Compactuando desse otimismo, o dono da Chácara Bela Vista, uma pousada com 14 leitos margeando o Rio Aquidauana, Jaime Negrão Perico, 71, afirma que a chegada da infraestrutura vai coroar o trabalho “formiga” que a prefeitura e o conselho de turismo de Aquidauana vem realizando para promover a região. “Vamos nos consolidar como polo de lazer e de um turismo único, com trilhas, rapel, contemplação, a 100 km de Campo Grande”, diz ele.

Segundo Jaime, que mora na pousada com a esposa, Mara, Piraputanga e região se tornaram um atrativo de fim de semana do campo-grandense e hoje sedia competições nacionais de canoagem, stand up paddle e outros esportes radicais. “O nosso grande divulgador é o turista que nos visita e o acesso é tudo. A estrada, mesmo com boa manutenção, danifica o carro, tem atoleiro na chuva; sempre foi um fator limitador do turismo”, conta.

 
×
 
1 / 9
 
 
 
 
 
 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/12/2017 - 11h16
Prefeito discute corredor bioceânico e gás natural com Evo Morales
04/12/2017 - 15h51
Em Brasília, prefeito busca recursos para saúde e infraestrura
01/12/2017 - 12h48
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos em Corumbá
30/11/2017 - 08h12
Reinaldo recebe ministro das Cidades para entrega de 327 casas no interior
29/11/2017 - 07h05
Com chilenos, Prefeitura defende Rota Bioceânica passando por Corumbá
 
Últimas notícias do site
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.