especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Economia - 02/10/2017 - 14h30

Governo estadual paga salário com reajuste a servidores nesta terça-feira




Arquivo

Governadoria, no Parque dos Poderes, em Campo Grande.
Por Mayara Bueno do Campo Grande News / Redação Pantanal News

 

Remunerações, já com o acréscimo de 2,94%, representam despesa de R$ 465 milhões aos cofres estaduais

O salário dos 70 mil servidores estaduais estará na conta na terça-feira, dia 3, conforme o secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto Assis.

São R$ 465 milhões referentes às remunerações já com os 2,94% de reajuste, sancionado semana passada pelo governo. O acréscimo representa R$ 10 milhões a mais para os cofres estaduais.

Conforme o titular da pasta, o dinheiro será depositado até o começo da noite desta segunda-feira, dia 2, caindo na conta amanhã.

Reajuste - Na ocasião das tratativas do reajuste, este ano, o governo disse que só poderia conceder os 2,94% para não estourar o limite de 49% de comprometimento da receita com a despesa com pessoal. Esse teto é determinado pela Lei 101/2000, a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), que estabelece normas de finanças públicas.

Depois de aprovado na Assembleia Legislativa de MS, o projeto de acréscimo foi sancionado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), por meio do Diário Oficial do Estado, na semana passada.

Ao todo, o aumento vai custar R$ 10 milhões a mais. Agora, conforme o próprio chefe do Executivo estadual e o secretário de Estado de Governo, Eduardo Riedel, os esforços do governo são para prover o 13º salário, pago, geralmente, em parcela única em 20 de dezembro de todo ano.

Por enquanto, ambos afirmam que o Estado ainda não tem recursos para tal, mas trabalha para obtê-lo. O projeto de refinanciamento de dívidas com o governo, que está na casa de leis para votação, inclusive, é uma das medidas para obtenção de parte da verba. A estimativa é arrecadar de R$ 100 a R$ 120 milhões.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/11/2017 - 10h54
Projeto ferroviário vai expandir fronteira do agronegócio, diz Reinaldo
28/11/2017 - 10h46
Prefeitura vai ajustar gratificações para assegurar salários dos servidores
27/11/2017 - 15h13
Saques da terceira etapa de pagamentos do PIS/Pasep já estão disponíveis
27/11/2017 - 14h12
Cheques de qualquer valor serão compensados em até um dia útil
27/11/2017 - 09h30
Economia deve movimentar R$ 38 milhões com 13° salário em Corumbá e Ladário
 
Últimas notícias do site
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.