especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Geral - 28/09/2017 - 14h59

Nota de Esclarecimento sobre a greve nos Correios




Fotos: Divulgação PMA

Greve em Aquidauana.



Greve em Carapó.



Greve em Dourados.



Greve em Campo Grande.
Por Assessoria / Redação Pantanal News

Direção dos Correios não apresenta proposta e greve dos trabalhadores continua

Em MS já são 42 municípios afetados pela greve desde a semana passada

Foi divulgado na imprensa local de que os trabalhadores em greve da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) receberam uma proposta da empresa, que inclui um reajuste de 3% nos salários. Ocorre que existem duas federações nacionais dos trabalhadores dos Correios, sendo que a maioria é filiada na FENTECT. Além do sindicato de MS mais 30 sindicatos são representados na negociação com a direção da empresa pelo Comando de Negociação da FENTECT, que protocolou a Pauta de Reivindicações do Acordo Coletivo no dia 25 de julho. Até a presente data, e após expirado o prazo de validade do acordo anterior, os sindicatos filiados à FENTECT não receberam nenhuma proposta da empresa para o acordo, um dos motivos, inclusive, para a deflagração da greve nas bases dos 31 sindicatos filiados à essa federação.

A greve continua em MS, assim como nos demais estados, registrando-se em nível nacional o crescimento de unidades dos correios que são atingidos pela greve. Para esta semana está prevista a realização de assembleias nos poucos estados que ainda não aderiram e é bem provável que o número de estados em greve aumente.

De acordo com levantamento do sindicato, em MS a greve já atingiu, com a adesão nesta segunda de trabalhadores de Mundo Novo e Douradina, 42 municípios do estado, que são: Água Clara, Amambai, Anastácio, Aquidauana, Batayporã, Bela Vista, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Coronel Sapucaia, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Douradina, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Guia Lopes, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Alvorada, Nova Andradina, Paranhos, Ponta Porã, Rio Brilhante, Rio Verde, Rochedo, São Gabriel, Selvíria, Sete Quedas, Sonora, Tacuru, Terenos, Três Lagoas e Laguna Carapã.

Parte desses municípios, cerca de 20, estão com o atendimento e distribuição totalmente parados e com as agências fechadas, enquanto nos demais a paralisação é parcial, mas comprometendo em maior ou menor grau tanto o atendimento quanto a distribuição. Algumas agências do interior estão abertas precariamente e com trabalhadores deslocados de outros municípios.

Os trabalhadores dos Correios reivindicam reajuste salarial de 8% e manutenção das cláusulas constantes no atual acordo,referentes ao Plano de Saúde, Ticket-Refeição, garantias à mulher, e outras questões constantes na pauta de reivindicações.

 

Veja abaixo a nota da FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhadores nos Correios)

 

NOTA OFICIAL - FENTECT não reconhece proposta da ECT à outra federação

 

A FENTECT informa que, apesar da suposta proposta apresentada pela ECT à Findect, que está sendo divulgada nas redes sociais, a federação legítima dos trabalhadores ainda não recebeu nada formalizado por parte da empresa. A FENTECT, portanto, aguarda audiência de mediação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), que poderá ser realizada na próxima segunda-feira (25) ou terça-feira (26), a confirmar.

Além da falta de comunicação formal por parte dos gestores da estatal, vale destacar que a proposta genérica à outra federação não possui minuta e valor legal. Ainda, é de causar estranheza à categoria que os Correios apresentem uma proposta à Findect, federação não regularizada oficialmente no Ministério do Trabalho.

O Comando Nacional de Mobilização e Negociação da FENTECT (CNMN-FENTECT), então, orienta os sindicatos a fortalecerem a greve a partir desta segunda-feira, dia 25 de setembro, com mais mobilizações nas bases, principalmente, dos Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. Aos trabalhadores, a federação alerta que é preciso estarem preparados para vir a Brasília, na próxima semana, para um ato nacional da categoria, em protesto contra a privatização dos Correios.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
15/12/2017 - 10h21
Cachorro é resgatado de penhasco de 15 metros por bombeiros em MS
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
12/12/2017 - 06h18
Recupere a magia do natal decorando sua casa com criatividade e sem gastar muito
04/12/2017 - 06h36
Depois do Bolo Vulcão, sabor com muita cobertura agora é Bolo Piscina
04/12/2017 - 06h33
Confira as ocorrências dos Bombeiros do fim de semana
 
Últimas notícias do site
18/12/2017 - 10h35
Hortaliças ficam mais baratas no atacado
18/12/2017 - 08h37
MS tem 7 concursos com inscrições abertas e salários de até R$ 19 mil
18/12/2017 - 06h44
Tempo instável e risco de temporais em todo o MS nesta segunda-feira
17/12/2017 - 12h10
IPVA 2018: entenda como é calculado o tributo e com base em que valores
16/12/2017 - 10h35
Com 13º em mãos, famílias vão às compras e movimentam comércio
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.