especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Educação - 19/09/2017 - 10h18

Alunos de escolas públicas de Aquidauana assistem a filmes nacionais com recursos de acessibilidade




Fotos: Karina Lima




Por Assessoria / Redação Pantanal News

 Campo Grande (MS) – Alunos de escolas estaduais de Aquidauana tiveram uma aula diferente nessa segunda-feira (18.9). Os estudantes tiveram a oportunidade de assistir a filmes nacionais com recursos de acessibilidade, como a audiodescrição e legendas descritivas, graças ao projeto de acessibilidade da Biblioteca Isaias Paim, que esteve no município visitando a EE Marly Russo Rodrigues, no período da manhã, e a EE Professora Dóris Mendes Trindade, à tarde.

Na EE Marly Russo Rodrigues, participaram da exibição cerca de 350 alunos, do 1º ao 6º anos, no pátio externo. Foram exibidos os curtas “A Enciclopédia”, de Bruno Gularte Barreto, “O Filho do Vizinho”, de Alex Vidigal e “Cores e Botas”, de Juliana Vicente”. Alana Medeiros, de 11 anos, e Mariana da Cruz, de 10 anos, ambas do 5º ano, gostaram muito dos filmes e apoiaram a utilização dos recursos de acessibilidade. “Qualquer deficiente visual pode ouvir, e também é adequado para todo mundo”.

As amigas disseram que a audiodescrição facilita para todos. “Ela narra a história, fica mais fácil de ouvir, de entender”. “Gostei do filme ‘O Filho do Vizinho’ porque o menino tinha deficiência e mesmo assim o amigo quis brincar com ele”.

O aluno do 4º ano, Juliano Ulisses de Oliveira, de 21 anos, é cadeirante e disse que já conhecia esses recursos de acessibilidade para filmes. “Eu já tinha visto isso aí. Esses recursos ajudam as pessoas. É importante respeitar as pessoas, não ficar xingando os outros”. Juliano fez aniversário na sexta-feira e recebeu de presente um dos livros que foram sorteados aos alunos. “Este é o meu presente”, disse.

A coordenadora da escola, Heloísa Longo, apoiou a iniciativa da Biblioteca Isaias Paim. “Acho bem interessante, porque nossa comunidade é muito carente, não temos acesso a esses filmes. Nossos alunos convivem com o Juliano e têm que aprender o relacionamento com ele, acho bem importante”.

O projeto esteve em Aquidauana graças a um pedido da diretora da Biblioteca Pública Municipal Francisco Alves Corrêa, Ana Maria Cipro. Ana fez um curso para gestores pela Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande (Semed), ocasião em que a Biblioteca Isaias Paim fez a apresentação do projeto por meio da exibição de filmes. A diretora da biblioteca acompanhou as exibições.

Esteve presente também na EE Marly Russo Rodrigues o diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Aquidauana, Humberto Torres. “Vamos fazer uma solicitação para que, já no mês que vem, o projeto possa visitar aldeias e distritos de Aquidauana, porque este público não tem como vir para o cinema”.

À tarde, as exibições aconteceram numa sala de aula da EE Professora Dóris Mendes Trindade, com duas sessões: uma para alunos do 3º ano e outra para os do 5º ano. A professora Ana Carolina Silva Paz, que acompanhou seus alunos do 3º ano, disse que os recursos de acessibilidade fazem os alunos prestarem mais atenção. “Nos filmes sem a audiodescrição, quando só passa a imagem, eles ficam mais dispersos. É importante os alunos conviverem com outros alunos com deficiência, porque faz parte da vida. Evitar o contato não tem como, isso faz parte da vida”.

Ana Carolina estava se referindo à Ana Laura Niedack, uma das alunas com deficiência visual da escola, e que participou da exibição. Ana Laura tem nove anos e cursa o 4º ano do Ensino Fundamental. “Eu gostei do filme “O Filho do Vizinho”, porque ele aprontava todas! Eu não apronto muito, só de vez em quando. Aqui na escola os colegas me tratam bem, me ajudam, me cuidam. Eu gosto muito de estudar, gosto mais de matemática”.

Caso as escolas do seu município queiram fazer parceria com a Biblioteca para participar do projeto e receber exibições de filmes com acessibilidade, basta agendar as sessões entrando em contato com a Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaías Paim, pelos telefones (67) 3316-9175 ou (67) 3316-9161.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
15/01/2018 - 08h30
Rose sanciona lei que prevê punições em casos de indisciplina nas escolas
18/12/2017 - 12h41
Projeto Florestinha conclui trabalho de Educação Ambiental para alunos em 102 escolas de 16 municípios
27/10/2017 - 14h32
Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para alunos de Corumbá
27/10/2017 - 10h48
IFMS ofertará seis novos cursos de graduação em 2018
20/10/2017 - 09h30
Enem 2017: locais de prova já estão disponíveis no cartão de confirmação
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.