especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meteorologia - 12/09/2017 - 14h28

Efeito "chapa quente" em MS provoca queda de 3,8 mil raios em três dias




Por Anahi Gurgel do Campo Grande News / Redação Pantanal News

A soma das altas temperaturas e longo período de estiagem, com uma chuva rápida que atingiu alguns municípios ontem, foi suficiente para provocar descargas elétricas.

Queda de raio registrada em Campo Grande. Foram 3,8 mil registros em apenas 3 dias no estado.

Queda de raio registrada em Campo Grande. Foram 3,8 mil registros em apenas 3 dias no estado.

Nos últimos 3 dias, Mato Grosso do Sul registrou queda de 3.672 raios, principalmente nos municípios do sul e sudoeste, onde foi registrada chuva na manhã e tarde desta segunda-feira (11). O efeito de jogar água fria, mesmo em pouca quantidade, em uma chapa super quente pode justificar o “fenômeno”, em pleno período de estiagem.

De acordo com dados da estação meteorológica da Uniderp (universidade para o Desenvolvimento do Estado e Região do Pantanal), entre os dias 09 e 11 de setembro, os municípios campões em quedas de raios foram Porto Murtinho, com alarmantes 816 registros, seguido de Bela Vista com 485, Bonito com 356, Jardim com 324 e Caracol com 288.

Na sequencia aparecem Corumbá, com 205, e Campo Grande, com 154 registros nesses três dias.

Mas por que esse tantas descargas elétricas, se raios e trovoadas – tradicionalmente – são mais frequentes em períodos chuvosos, nas estações da primavera e verão?

Trata-se de uma união de forças acumuladas. “São muitos dias sem chuva, com altas temperaturas e um acúmulo de energia tão grande, que a atmosfera fica a espera de apenas um fator para ser descarregada: a umidade", explica o meteorologista Natálio Abrãao.

Claro que a chuva de ontem foi fraca, mas em situação de aquecimento extremo como a dos últimos dias, um pouco de água é suficiente para que as descargas elétricas aconteçam. 

“É como uma chapa quente. Joga um pouco de liquido por cima, e já sai faísca”, compara.

Descarga elétrica registrada em Campo Grande. Acúmulo de energia, com altas temperaturas e longa estiagem, favorecem descargas elétricas. (Foto: Alcides Neto)Descarga elétrica registrada em Campo Grande. Acúmulo de energia, com altas temperaturas e longa estiagem, favorecem descargas elétricas. (Foto: Alcides Neto)

Cai, não cai -A  coordenadora do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul), Franciane Rodrigues, complementa que, nesse período, houve muita nebulosidade associada a formação de frentes frias.

Ela explica que os sensores da plataforma Starnet, monitoramento onoline de raios em todo Brasil, contabilizam todos os tipos de vibrações de campos elétricos de baixa frequência dentro das nuvens.

“Detecta muitas vibrações, além dos raios em solo”, detalha.

“Como houve formação de nuvens nas regiões sul, central, pantaneira e sudoeste mesmo num período de seca, há formação de campo elétrico dentro das nuvens, favorecendo a formação das descargas atmosféricas”. Algumas chegam ao solo e outras ocorrem dentro das nuvens. 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/02/2018 - 06h20
Prefeitura de Aquidauana suspende aulas até fim da semana por causa dos estragos da chuva
22/02/2018 - 06h17
Após estragos, chuva dá trégua e Inmet prevê dia nublado para MS
21/02/2018 - 06h10
Sol volta a aparecer, mas dia será de chuvas isoladas e calor de 31°C
20/02/2018 - 15h56
Cerca de 30 famílias estão desabrigadas em Aquidauana e rio pode alagar cidade, diz Defesa Civil
20/02/2018 - 09h36
Capital acumula 188 milímetros de chuva, quase o esperado no mês
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.