especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meteorologia - 11/09/2017 - 14h43

Após 24 dias de estiagem, chuva chega fraca em 4 municípios de MS




Por Anahi Gurgel do Campo Grande News / Redação Pantanal News

Caiu no máximo 18 mm de chuva em Bela Vista e não significa fim da estiagem, de acordo com meteorologistas.

Chuiva registrada em Maracaju na tarde desta segunda-feira (11). (Foto: Direto das Ruas)

Chuiva registrada em Maracaju na tarde desta segunda-feira (11). (Foto: Direto das Ruas)

Depois de 24 dias de estiagem, finalmente choveu em Mato Grosso do Sul na manhã e tarde desta segunda-feira (24). A chuva foi registrada nos municípios de Jardim, Bonito, Bela Vista, Ponta Porã e Maracaju, uma chuva rala e tão rápida que nem deu “pro cheiro”.

De acordo com o meteorologista Natálio Abrahão, a última chuva no Estado havia ocorrido no dia 18 de agosto. “Ao contrário da chuva do mês anterior, dessa vez, ela foi muito fraca e não significa o fim da estiagem. Tudo indica que a estação vai acabar com tempo bastante seco", disse.

Choveu 18 mm (milímetros) em Bela Vista e 9,2 mm em Maracaju, onde foi registrado granizo. Na cidade, os ventos chegaram a 27 quilômetros por hora, conforme dados do Cemadem (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais). 

Nos outros municípios choveu, no máximo, 1 mm. Somente a partir de 5 mm é que realmente qualidade do ar pode melhorar, explica Natálio.

Esse período do inverno é bastante seco e não há nada de atípico, por enquanto, segundo o especialista. Não há previsão de chuva para os próximos dias.

Essa “chuva” - entre aspas mesmo - foi isolada e causada por um sistema de baixa pressão que atua no Paraguai, e forma frentes frias. Essas linhas de instablidade amenizam um pouco o clima em alguns pontos da divisa com o país vizinho.

Mas, nesta terça-feira (12), a baixa umidade relativa do ar, com valores de 20% em média, volta a predominar. 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/02/2018 - 06h20
Prefeitura de Aquidauana suspende aulas até fim da semana por causa dos estragos da chuva
22/02/2018 - 06h17
Após estragos, chuva dá trégua e Inmet prevê dia nublado para MS
21/02/2018 - 06h10
Sol volta a aparecer, mas dia será de chuvas isoladas e calor de 31°C
20/02/2018 - 15h56
Cerca de 30 famílias estão desabrigadas em Aquidauana e rio pode alagar cidade, diz Defesa Civil
20/02/2018 - 09h36
Capital acumula 188 milímetros de chuva, quase o esperado no mês
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.